Comentários
Auscultar a opinião dos participantes, considerar as suas observações críticas para melhorar o nosso desempenho, mas também registar os elogios que nos estimulam a fazer mais e melhor são o intuito deste espaço para o qual todos os participantes podem contribuir.

No seguimento do evento Trilhos da Açafa II a organização compilou um conjunto de comentários que podem ser lidos nos links: http://www.forumbtt.net/index.php?topic=16020.0

http://ac-trilhoseaventuras.blogspot.com/

 

Parece-nos que a capacidade de organização, associada ao privilégio de termos uma paisagem verdadeiramente única e ao apoio que as diferentes instituições nos prestaram contribuíram para prestigiar e valorizar o concelho de Vila Velha de Ródão.

 

“Caros amigos, abrimos este tópico para saudarmos todos os que nos privilegiaram com a presença nesta 2ª edição dos Trilhos da Açafa.
Não nos esquecemos daqueles que manifestaram vontade em estar presentes, mas a todos queremos desde já prometer que para o ano estaremos de volta, com um percurso novo, com novas paisagens, mas  sempre... sempre, com aquela equipa que acima de tudo recebe os betetistas como amigos especiais.
Agradecemos o vosso apoio e pedimos desculpa por alguns pequenos pormenores que nos falharam. Estaremos atentos para os colmatar”.
A organização.
--------------------------------------------
”Decorreu hoje em Vila Velha de Rodão a 2ª edição dos Trilhos da Açafa, num dia maravilhoso para a prática do BTT com paisagens magníficas e uma organização exemplar.
Aqui ficam algumas fotos deste dia poderoso.”

Cagaréus

-------------------------------------------

Não mexas mais!
    “ Uso esta expressão tornada célebre num anúncio da PT, justamente pelos humoristas do momento Gato Fedorento, para descrever um evento de BTT muito bem conseguido. Estou convencido que muitas vezes são as organizações que estragam as potencialidades de dada zona do nosso país, não foi aqui o caso. A organização da Secção de BTT dos Bombeiros Voluntários de Vila Velha de Ródão fez um trabalho muito bom, pode não haver perfeição, mas podemos sempre tentar alcançá-la e deve ter sido esse o objectivo de todos os que proporcionaram a cerca de 250 bikers momentos de BTT do melhor que se pode encontrar. Repito: Não mexas mais!... E, assim sendo, para o ano, nos esperados Trilhos da Açafa III, muitos mais serão os participantes.
     A alvorada foi bem cedo pois era necessário estar em Vila Velha de Ródão entre as 7:30 e as 8:30 para confirmar a inscrição e levantar do respectivo dorsal: 35 Armando Chamusco; 36 Sérgio Breites e; 73 Vítor Pereira (agradeço à Organização por ter acedido ao meu capricho de ficar com o número 73). Havia boas condições para estacionar os carros e para nosso espanto também um pequeno-almoço - café das velhas, sumos de fruta, sandes várias e bolos - que caiu muito bem e dado que as montanhas que podíamos ver em volta, sentia-se no ar a promessa de um passeio visualmente interessante mas também algo duro em termos físicos. Destaque ainda para as lembranças distribuídas aos bikers, que incluíam uma garrafinha de azeite, um queijo e publicidades várias a Vila Velha de Rodão.
     Não se pode censurar a Organização pela partida atrasada, pois a culpa também é daqueles que apenas confirmaram a sua presença após a hora constante no programa deste evento. Partimos na direcção do Quartel dos Bombeiros, supostamente a partida real seria dada ai, mas o que veio a acontecer foi uma partida em andamento, tipo Formula 1 após algum acidente mais grave, e com uma triagem feita na subida de alcatrão antes dos Bombeiros.
     O percurso foi muito bem desenhado havendo um pouco de tudo: descidas a transpirar adrenalina (O meu conta-quilómetros registou 69,1 km/h numa delas e o meu coração uma valente susto quando quase voava na descida logo após o ponto mais alto deste passeio. Uma rocha mais elevada provocou um voo e uma aterragem anda assim bem conseguida, travar poderia ter sido muito pior.), subidas exigentes e longas mas de bom piso (sobretudo três, a saber: entre o quilómetro 14 e 18, entre o 40 e 48 e entre o 58 e o 60. A primeira fez-se bem, ainda havia pernas frescas, as outras duas é que foi uma pouco pior, embora a segunda tenha sido quase esquecida com a paisagens que se pude desfrutar no topo.), singletracks bem interessantes e diversificados, ribeiras para atravessar e ruas empedradas que pareciam tiradas de um povoado romano ou medieval.
     As marcações do percurso estavam muito boas, podia apontar aqui ou ali um reparo, mas tal derivaria apenas de um gosto mais pessoal. Os abastecimentos foram muitos e bons, mas é triste continuar a ver garrafas de água espalhadas pelo percurso, vivemos tempos cada vez mais voltados para a ecologia e é triste reparar que uns quantos não partilham deste espírito. Uma solução: bebam a água nos abastecimentos e deixem ai as garrafas.
     Importa aqui referir o bom espírito do povo dos locais onde se desenrolou este passeio, aplaudindo e incentivando os bikers, quase nos fazendo sentir que estávamos numa prova de um qualquer campeonato. Também uma palavra para a GNR, designadamente por num abastecimento ajudar a Organização dando água aos bikers.
     Para finalizar uma descida desde uma das Portas de Ródão até ao Quartel dos Bombeiros. Uma descida em S com curvas em cotovelo a pedir um pezinho no chão para ajudar a equilibrar, mas a deixar as mãos mal tratadas tal era a exigência no controlo da velocidade.
     Nos banhos, a água não estava muito quente, mas como tivera um dia quase de Verão, com uma temperatura certamente acima dos 20º Graus, não foi mau ter apanhado apenas água morna. O almoço também estava bastante bom, havia sopa de legumes, carne de porco à Alentejana e como sobremesa arroz doce. O sorteio final não foi muito agradável, nem eu, nem o Chamusco, nem o Sérgio fomos presenteados pela sorte.
     Em suma, um evento a repetir e a falar aos amigos, porque eventos destes devem ser incentivados e louvados. Penso que este Trilhos da Açafa II nada fica a dever a algumas Maratonas que já tive oportunidade de fazer, portanto advogo que para o ano deviam cronometrar este evento. Penso que esta Organização tem capacidade para isso e deve assumir essa progressão. Farei chegar esta minha opinião a quem de direito e tentarei angariar mais apoios nos Fóruns de BTT”.

Vítor Pereira

-------------------------------------------

Gostei!! 
Bom percurso, belas paisagens, bom ambiente ....
A organização está de parabéns e para o ano lá estarei!!
Em relação aos abastecimentos posso dizer que estavam os dois 5 estrelas, à excepção de um aspecto. Sou da opinião que os abastecimentos devem ser feitos desta forma com bolos e bolinhos, fruta e sandes, pois não deixa oportunidade de alguns badalhocos do BTT marcarem os trilhos com plásticos e afins. Como tal sou da opinião que a água distribuída nos abastecimentos deva ser distribuída em garrafas no mínimo de 1,5 L.
É nojento ver tanta garrafa 0,33 L espalhadas pelos trilhos fora!
Tudo 5 estrelas, a malta de Ródão está de parabéns, alguns participantes é que não!
Tiago Lages

--------------------------------------------

 

Boas.
Gostei da organização, sempre atenta, dos abastecimentos fartos e com variedade, das boas marcações e indicações, das boas condições dos banhos e do razoável almoço proporcionado no salão dos bombeiros, espaçoso e com uma vista fabulosa.
Gostei muito dos troços entre Sarnadas e Alvaiade. Simplesmente BRUTAIS. Já não gostei dos troços a seguir a Alvaiade. Muita subida que apenas nos proporcionou vistas espectaculares mas depois as descidas rápidas e pouco técnicas não justificavam o esforço que havíamos despendido a subir.
Por último uma menção especial a toda a população das localidades que atravessamos. Sempre efusivamente a celebrar a nossa passagem e a incentivar-nos.

--------------------------------------------

 

Vivam,
Quero ser mais um a deixar o testemunho de um evento 5 ***** 
Os meus sinceros parabéns ao pessoal da secção de btt dos Bombeiros Voluntários de Vila Velha de Ródão. São realmente merecedores!  
O traçado do percurso e a forma como fomos recebidos (por vocês e pela população por onde decorreu o passeio) deixam-nos com vontade de repetir a presença.
Por fim, duas menções (já aqui feitas, mas que também me exigem o comentário):
- a primeira, para a oferta verdadeiramente simbólica e representativa do melhor que se faz por essas paragens (queijo e azeite).
- a segunda, para a falta de respeito (para com o meio ambiente e com a Organização)manifestada por alguns dos participantes neste evento, ao deixarem nos trilhos alguns vestígios da sua passagem (garrafas de plástico, saquetas de barras e bebidas energéticas, …
Não resisto a deixar também já um apelo para a edição do próximo ano: quando pensarem no traçado, incluam a parte deste ano que decorreu entre Sarnadas e Alvaiade, PLEASE, PLEASE 


Página inicial

Deixe aqui o seu comentário!