Biografias de Físicos

Departamento de Ciências Físicas e Naturais

 

Sala de aula virtual de Ciências Físico- Químicas


Biografias - Física

QUÍMICA

   Simulações

   Biografias

   Curiosidades

   Ligações

 

FÍSICA

   Simulações

   Biografias

   Curiosidades

   Ligações

 

AULAS

   Conteúdos

   Apoio

   Avaliação

 

HISTÓRICO

   Actualizações

7º ano

   Anders Celsius

   Isaac Newton

   James Prescott Joule

   Johannes Kepler

   Programa Apollo

   Tycho Brahe

 

8º ano

   Demócrito e Leucipo

   Ernst Mach

   John Dalton

   Robert Brown

   Robert Boyle

 

9º ano

   Alessandre Volta

   André-Marie Ampère

   Arquimedes

   George Simon Ohm

   Hans Christian Oersted

   James Watt

   Michael Faraday

   William Shockley

 

Biografias

 

Anders Celsius (27 de Novembro de 1701 - 25 de Abril de 1744) foi um astrónomo sueco.

Celsius foi um dos fundadores do Observatório Astronômico de Uppsala (na Suécia) em 1741, mas é mais conhecido pela escala de temperatura Celsius, proposta pela primeira vez num documento endereçado à Academia Real de Ciências da Suécia em 1742. (obter mais informação AQUI)    TOPO  

 

Isaac Newton (Woolsthorpe, 4 de Janeiro de 1643 — Londres, 31 de Março de 1727) foi um cientista inglês mais reconhecido como físico e matemático. Descobriu várias leis da mecânica como a actualmente conhecida Lei Fundamental da Dinâmica e a Teoria da Gravitação Universal. Para ele, a função da ciência era descobrir leis universais e enunciá-las de forma precisa e racional. Por ter sido um dos pioneiros no estudo das leis da Física, é considerado por alguns, o Pai da Física. (obter mais informação AQUI)   TOPO 


 

James Prescott Joule (24 de Dezembro de 1818, Salford, perto de Manchester — 11 de Outubro de 1889, Sale, perto de Londres) foi um físico Britânico.
Joule estudou a natureza do calor, e descobriu relações com o trabalho mecânico. Isso permitiu elaborar a teoria da conservação da energia (a Primeira Lei da Termodinâmica). A nomenclatura joule, para unidades de trabalho no SI só veio após sua morte, em homenagem. Joule também encontrou relações entre a corrente eléctrica através de uma resistência elétrica e o calor dissipado, agora chamada Lei de Joule.
Joule foi aluno de John Dalton. Fascinado pela electricidade, ele e o seu irmão faziam experiências dando choques eléctricos neles mesmos e nos empregados da família. O seu trabalho com energia foi a solução para construir um motor eléctrico, que poderia substituir o motor a vapor, usado até então.
As ideias de Joule sobre energia não foram  aceites enquanto era vivo, em parte por que elas dependiam de medições extremamente precisas, o que não era tão comum em física. (Obter mais informação AQUI)    TOPO

 

Johannes Kepler (Weil der Stadt, perto de Estugarda, 27 de Dezembro de 1571 - Ratisbona, 15 de Novembro de 1630) foi um astrónomo. Formulou as três leis fundamentais da mecânica celeste, conhecidas como leis de Kepler. Dedicou-se também ao estudo da óptica.
Vale lembrar que naquela época todos os astronomos eram também astrólogos, e aconselhar reis e imperadores em questões astrológicas fazia parte das atribuições de qualquer astrónomo. O interessante da obra de Kepler é justamente ele ter feito a transição da superstição e a ciência. Quando as observações físicas se chocaram com o dogma, Kepler optou pelos fatos científicos, abandonando a superstição.
Kepler, usando dados coletados por Tycho Brahe, mostrou que os planetas não se moviam em órbitas circulares, mas sim elípticas. Esse pequeno detalhe, difícil de ser observado a partir da Terra, deu a Newton uma pista para formular a teoria da gravitação universal, 50 anos mais tarde.
Newton viria a declarar: "se consegui ver mais longe, foi por que me apoiei nos ombros de gigantes". Não declara exatamente quem seriam esses gigantes, mas Kepler certamente era um deles. (Obter mais informação AQUI)      TOPO

 

O Projecto Apollo  foi um conjunto de missões espaciais coordenadas pela Nasa (agência espacial dos EUA) entre 1961 e 1972 com o objectivo de colocar o Homem na Lua. O projecto culminou com o pouso da Apollo 11 no solo lunar em 20 de Julho de 1969.
A missão incluiu onze vôos tripulados (até à Apollo 7, todas as missões foram não tripuladas). O objetivo de explorar a Lua foi abandonado em Dezembro de 1972, com o vôo da Apollo 17. Os motivos para esta decisão foram tanto a falta de verbas, cortadas pelo Congresso Americano, quanto o desinteresse da opinião pública com o projeto.   (Obter mais informação AQUI)       TOPO

 

Tycho Brahe (1546 - 1601) foi um astrónomo dinamarquês. Estudou detalhadamente as fases da lua e compilou inumeráveis dados que serviriam a Johannes Kepler descobrir uma harmonia celestial existente no movimento dos planetas, padrão esse conhecido como leis de Kepler. A adesão de Tycho à ciência levou-o a abandonar a tradição de chegar a novas conclusões pela observação directa.
Tycho foi um astrónomo observacional da era que precedeu à da invenção do telescópio, e as suas observações da posição das estrelas e dos planetas alcançaram uma precisão sem paralelo para a época. Após a sua morte, os seus registos dos movimentos de Marte permitiram ao seu discípulo Johannes Kepler descobrir as leis dos movimentos dos planetas, que deram suporte à teoria heliocêntrica de Copérnico. Tycho não defendia o sistema de Copérnico mas propôs um sistema em que os planetas giram à volta do Sol e o Sol orbitava em torno da Terra.   (Obter mais informação  AQUI)       TOPO

 

Demócrito de Abdera e Leucipo de Mileto
Quatrocentos anos antes da era cristã, o filósofo grego Demócrito (470-360 a.C.) e seu discípulo Leucipo propuseram uma teoria que se referia à natureza da matéria. Para eles a matéria não poderia ser dividida infinitamente, ou seja, qualquer material poderia ser repartido em partes menores até atingir um limite. Ao atingir esses limite, as pequenas partículas tornariam-se  indivisíveis e receberiam a denominação átomo a= prefixo de negação, tomo= divisão - ou seja, o que não pode ser dividido - indivisível). Essa teoria ficou conhecida como atomismo.        TOPO

 

Ernst Mach (Turas, Morávia, 18 de fevereiro de 1838 — Haar, 19 de fevereiro de 1916) foi um físico e filósofo austríaco. As suas obras filosóficas e científicas exerceram profunda influência no pensamento do século XX.  Em sua homenagem foi dada à relação entre a  velocidade e a velocidade do som no ambiente em causa o nome de número de mach.

(Obter mais informação AQUI)            TOPO

 

John Dalton (Eaglesfield, 6 de Setembro de 1766 — Manchester, 27 de Julho de 1844) foi um cientista inglês que fez um extenso trabalho sobre a teoria atómica. Dalton é mais conhecido pela famosa Lei de Dalton, a lei das pressões parciais e pelo daltonismo, o nome que se dá à incapacidade de distinguir as cores, assunto que ele estudou e mal de que sofria.
Foi Dalton que retomou a teoria de que todas as substâncias são constituídas por átomos. No entanto Dalton estava errado quando afirma que os átomos são indivisíveis.

(Obter mais informação AQUI)         TOPO

 


Robert Brown (Montrose, Escócia, 21 de Dezembro de 1773 — Soho, Londres, 10 de Junho de 1858) foi um botânico e físico. Foi o descobridor do movimento browniano e realizou estudos pioneiros sobre o núcleo das células vegetais. O movimento browniano é o movimento aleatório de partículas macroscópicas num fluido como consequência dos choques das moléculas do fluido nas partículas. Pode ser observado quando luz é incidida em lugares muito secos, onde macropartículas "flutuam" em movimentos aleatórios.
O primeiro a observar esse movimento, o biólogo Robert Brown, achou que se tratava de uma nova forma de vida, pois ainda não se tinha completa prova da existência de moléculas, e as partículas pareciam descrever movimentos por vontade própria.
O cientista que explicou corretamente esse movimento, propondo que a matéria fosse constituída de moléculas, foi Albert Einstein, em 1905. (Obter mais informação AQUI)    TOPO

 


Robert Boyle (Lismore Castle, 25 de Janeiro de 1627 - 31 de Dezembro de 1691) foi um filósofo natural anglo-irlandês do Século XVII que se destacou pelos seus trabalhos no âmbito da física e da química.
De entre as descobertas científicas de Boyle podemos citar:
  -a lei dos gases que tem seu nome.
  -um indicador colorido para os ácidos ( xarope de violeta)
  -o enxofre
  -o abaixamento do ponto de ebulição dos líquidos no vácuo
  -a acetona
  -o isolamento do hidrogênio
  -a prova que o ar é uma mistura
  -o primeira aparecimento da noção de elemento químico
  -a descoberta da sublimação da água

(Obter mais informação AQUI)       TOPO

 

Alessandro Giuseppe Antonio Anastasio Volta (Como, 18 de Fevereiro de 1745 — Como, 5 de Março de 1827) foi um físico italiano, conhecido especialmente pela invenção da bateria.
A sua paixão foi sempre o estudo da electricidade. De vi attractiva ignis electrici ac phaenomenis inde pendentibus foi seu primeiro livro científico. Em 1775 ele criou o electróforo, uma máquina que produzia eletricidade estática, e fez experiências como ignições de gases por uma faísca eléctrica num tanque fechado.
Em 1800, Volta desenvolveu a pilha voltaica um predecessor da bateria elétrica.
Em 1881 uma importante unidade elétrica, o volt, foi nomeado em homenagem a Volta.

Obter mais informação AQUI)       TOPO

 


André-Marie Ampère (Polémieux-au-Mont-d'Or, 20 de Janeiro 1775, - Marselha, 10 de Junho 1836) foi um físico, filósofo, cientista e matemático francês que fez importantes contribuições para o estudo do electromagnetismo.
Partindo das experiências feitas pelo dinamarquês Hans Christian Oersted sobre o efeito magnético da corrente eléctrica, soube estruturar e criar a teoria que possibilitou a construção de um grande número de aparelhos electromagnéticos. Além disso descobriu as leis que regem as atracções e repulsões das correntes eléctricas entre si. Idealizou o galvanômetro, inventou o primeiro telégrafo eléctrico e, em colaboração com Arago, o electroíman.
Em sua homenagem, foi dado o nome de ampère (simbolo: A ) à unidade de medida da intensidade de corrente eléctrica.

(Obter mais informação AQUI)       TOPO
 

 


Arquimedes (287 a.C. - 212 a.C.) foi um matemático e inventor grego, nascido na cidade-estado grega de Siracusa, na ilha da Sicília. Foi o mais importante matemático da Antiguidade. Criou um método para calcular o número π (3,1415926535...).
Quando jovem, estudou em Alexandria, o templo do saber da época, com os discípulos de Euclides. Embora na Antiguidade não houvesse clara distinção entre matemáticos, físicos (cientistas naturais) e filósofos, Arquimedes destacou-se principalmente como inventor e matemático, sendo considerado um dos maiores génios de todos os tempos.
São atribuídas a ele algumas invenções tais como a rosca sem fim, a roda dentada, a roldana móvel, a alavanca.
Em Física, no seu Tratado dos Corpos Flutuantes, estabeleceu as leis fundamentais da estática e da hidrostática. Um dos princípios fundamentais da hidrostática é assim enunciado: “todo corpo mergulhado total ou parcialmente num fluido sofre uma força vertical, dirigida de baixo para cima, igual ao peso do volume do fluido deslocado".
Conseguindo solucionar um problema enquanto tomava banho, Arquimedes teria saído à rua, nu, gritando Eureka! Eureka! (Encontrei!).

(Obter mais informação AQUI)       TOPO

 

Georg Simon Ohm (Erlangen, 16 de Março de 1789 — Munique, 6 de Julho de 1854) foi um físico e matemático alemão.
A partir de 1822 dedicou-se ao estudo da electricidade, entusiasmado pelas descobertas da época. Foi fácil para ele colocar-se a par das últimas conquistas nesse ramo, porque, além de boa cultura matemática, tinha boa habilidade como experimentador, habilidade essa que sem dúvida se desenvolveu quando trabalhava na oficina do pai. Embora sua tendência maior fosse de encarar a parte matemática dos problemas físicos, a habilidade de experimentador foi-lhe muito útil.
Em 1827, publicou a Teoria Matemática das Correntes Eléctricas, mas o tratado foi recebido com tanta frieza que ele se demitiu do colégio onde ensinava.
Ohm estabeleceu teoricamente a lei que leva seu nome em 1827. Procurando analisar a possível relação entre a tensão e a intensidade de corrente que atravessa um condutor. Verificou que a intensidade da corrente, medida em Ampères, e a diferença de potencial (ou tensão), medida em Volts, estão relacionadas segundo uma proporção constante. Essa proporção denomina-se resistência eléctrica. Um aspecto interessante é que, trabalhando numa época em que os fenómenos eléctricos ainda eram muito obscuros, ao enunciar a sua lei, ele definiu com clareza a corrente eléctrica de um condutor, exactamente como concebemos hoje.
Foi ele também quem demonstrou que a resistência de um condutor é directamente proporcional ao seu comprimento e inversamente proporcional à área da sua secção transversal, enunciando assim a " Segunda Lei de Ohm".
Em sua homenagem foi atribuído o nome ohm, à unidade do Sistema Internacional de resistência eléctrica.

(Obter mais informação AQUI)       TOPO


 

Hans Christian Ørsted (14 de Agosto de 1777- 9 de Março de 1851) foi um físico e químico dinamarquês nascido em Rudkjoebing (Langeland) e falecido em Copenhaga . Dedicou--se a estudos e investigações de química e conseguiu isolar o alumínio e preparar o cloreto de alumínio. Apesar de ter realizado estudos de química, os seus trabalhos incidiram principalmente sobre problemas de electromagnetismo, tendo descoberto em 1820 o efeito que tem o seu nome, que basicamente consiste na possibilidade de obter magnetismo a partir de uma corrente eléctrica que atravessa um fio condutor.

(Obter mais informação AQUI)       TOPO

 

James Watt (Greenock, 19 de Janeiro de 1736 — Heathfield, 19 de Agosto de 1819) foi um matemático e engenheiro escocês cujos melhoramentos do motor a vapor foram um passo fundamental na revolução industrial.
Foi durante o processo de reparação de um modelo da máquina a vapor de Thomas Newcomen (1663-1729) que  Watt percebeu que a sua eficiência poderia ser aumentada em muito se fosse instalado um condensador de vapor separado, evitando as perdas de energia verificadas por meio do arrefecimento do cilindro para a condensação do vapor. Em 1769 Watt consegue a patente desta sua nova máquina.
 Em 1776 as duas primeiras máquinas a vapor projetadas por Watt são instaladas numa mina e numa siderurgia.
 Muito rapidamente a sua máquina começou a ser empregada para o bombeamento de água de minas e para o accionamento de máquinas em moinhos de farinha, fiações e tecelagens e na fabricação de papel. James Watt aposentou-se, detentor de um enorme fortuna, em 1800. Em sua homenagem foi dado o seu nove à unidade de potência do Sistema Internacional.
(Obter mais informação AQUI)       TOPO

 


Michael Faraday (Newington, Surrey, 22 de Setembro de 1791 — Hampton Court, 25 de Agosto de 1867) foi um químico, filósofo e estudioso da eletricidade ,britânico, sendo nesse último campo que mais se destacou e ficou conhecido mundialmente.
Faraday foi oriundo de uma família pobre e seu pai era ferreiro.
Em 1812, Faraday foi convidado para assistir a quatro conferências de sir Humphry Davy, um importante químico inglês e presidente da Royal Society entre 1820 e 1827. Faraday tomou notas dessas conferências e, mais tarde, redigiu-as em formato mais completo. Ele foi então encorajado a enviar suas notas a sir Davy, que as recebeu favoravelmente.
Mas as suas descobertas no campo da eletricidade ofuscaram quase que por completo a sua carreira em química. Entre elas a mais importante é a indução eletromagnética. Basicamente descobriu que a corrente eléctrica induzida num circuito fechado por um campo magnético, é proporcional ao número de linhas do fluxo que atravessa a área envolvida do circuito por unidade de tempo.
Este é o princípio fundamental sobre o qual funcionam transformadores, geradores, motores eléctricos e a maioria das demais máquinas eléctricas.
Faraday é considerado o maior Físico Experimetal de todos os tempos, tendo centenas de publicações sem utilizar sequer uma equação matemática. Em sua homenagem, foi dado o nome Farad à unidade do sistema internacional de capacitância.
(Obter mais informação AQUI)       TOPO

 

William Bradford Shockley (13 de Fevereiro de 1910 — 12 de Agosto de 1989), físico dos Estados Unidos da América. Foi Nobel de Física em 1956 pelas pesquisas de semicondutores e descoberta do Transístor.
(Obter mais informação AQUI)       TOPO