* Formativos *‎ > ‎8º ano‎ > ‎

historia

Nos séculos XI a XIII houve desenvolvimento do comercio, agricultura,
Houve crescimento demográfico da população, melhoria climática e fim das guerras.
_______________________________________________________________________________

No séc. XIV, a Europa foi afectada por uma crise económica e social.
Houve fome porque as baixas temperaturas e as chuvas e depois as secas destruíram sementeiras.
A peste que era muito contagiosa matou 1/3 da população que originou falta de mão-de-obra.
Houve conflitos rurais e urbanos.
As guerras Fernandinas (1369-1382) com Castela e a guerra porque D.Fernando queria o trono Castelhano.
Na Europa, a guerra dos cem anos (1385-1453) entre França e Inglaterra.

2.2 Quais as propostas de solução de crise?
R.: Foi as Leis do trabalho e as leis das Sesmarias.
_______________________________________________________________________________

Em 1349 D.Afonso IV publicou as leis do trabalho.

Em 1375 D.Fernando publicou a lei das Sesmarias obrigava os donos perdiam as terras se não as cultivassem,
Os lavradores deviam voltar a cultivar as terras, eram fixados os salários para evitar abusos e obrigava os
mendigos a trabalhar.

Quais as propostas de solução de crise?
Crise do século XIV
________________________________________________________________________________

Em 1383 D.Fernando morre e houve um problema de sucessão dinástica.
Por um lado estava D.Beatriz, filha de D.Fernando que estava casada com o rei espanhol, por outro o filho bastardo
de D.Fernando, D. João Mestre de Avis.
Em 1385 , graças ao apoio popular nas cortes de Coimbra e à vitoria militar na batalha de Aljubarrota, D.João I foi aclamado
Rei de Portugal dando inicio à dinastia de Avis.
___________________________________________________________________________

A Europa onde a gente abunda e falta o pão.

Os Portugueses devido hás suas condições geográficas, por estar junto ao atlântico começou os descobrimentos.
Havia paz em Portugal havia unidade politica mas faltava o pão e o povoa vivia mal.
Foi assim que os portugueses pensaram e melhor o fizeram, lançaram-se pelo oceano dentro há procura de melhores terras.
Os portugueses tinham um barco de velas triangulares e leme fixo à popa chamado caravela que podia navegar em zig-zag contra o vento. Com a ajuda de matemáticos, geógrafos e cartógrafos fizeram os primeiros mapas do mundo desconhecido.

Com ajuda da bússola quadrante astrolábio e guiado pelos astros, Portugal e os portugueses tinham as condições técnicas para os descobrimentos. As terras descobertas Portugal obteve metais preciosos mão de obra e matérias primas. Os burgueses poderiam comprar e vender novas mercadorias, os nobres tinham terras para conquistar e governar e o povo tinha novas terras para cultivar e viver melhor. O clero Pode iniciar a expansão do cristianismo e evangelizando novos povos.
___________________________________________________________________________

D. João II e o Infante D. Henrique conquistas no Norte de África para dominar o comércio no mediterrânico com as fortalezas, descobrem e colonizam as ilhas atlânticas dos Açores e Madeira com as capitanias, e começam a exploração da costa africana edificando feitorias.
Da Madeira vinham cereais, vinho e açúcar; dos Açores cereais, gado e plantas tintureiras; do golfo da Guiné Ouro escravos, marfim e malagueta, da Índia traziam especiarias, tecidos de luxo perfumes e porcelanas; do Brasil Pau do Brasil e açúcar.

___________________________________________________________________________

No reinado de D.João II,que reinou de 1474 a 1485, conquista Tanger e Arzila em 1471, conquista alcácer gesa, 1458, na conquista
de santa Catarina tem a ajuda de Fernão Gomes. Do cabo de santa Catarina até ao Cabo de Boa esperança, Diogo Cão explora toda a
costa Africana.

teste 1
___________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________


O Império português do oriente.
Vasco da Gama em 1498 chegou à Índia e os portugueses encontraram resistência por parte dos
muçulmanos. foram enviadas armadas mas não foi suficiente.
Foram nomeados dois governadores, D.Francisco de Almeida que criou uma armada que combateu Muçulmanos e turcos, e Afonso de Albuquerque que também conquistou Ormuz, Goa e Malaca onde construiu fortalezas.
 
Espanhóis e portugueses nas Américas.
Os espanhóis conquistaram facilmente os povos americanos e traziam metais preciosos, tornando a Espanha a maior potência Europeia. Os portugueses formaram o Brasil.

As viagens de Colombo e Pedro Alvares Cabral
Colombo chegou à América em 1492 à América central.
Pedro Alvares Cabral chega à América do Sul (Brasil) em 1500.

A colonização e forma das governos.
Primeiro foram os burgueses que comerciavam o pau-Brasil mas os piratas atacavam.
Depois as capitanias mas os piratas continuavam.
Governo central, houve progresso, exploração do açúcar e metais preciosos.

antropocentrismo - É toda a doutrina que considera o Homem o centro do cosmos.
Todas as religiões se podem considerar simultaneamente teocêntricas e antropocêntricas.

O renascimento a formação da mentalidade moderna.
A Itália, o berço do renascimento
O humanismo

A arte do renascimento
Características da arquitectura, da escultura e da pintura.
centros e cultos da arte renascentista

O Manuelino e a arte renascentista

1 localizar no espaço e no tempo o renascimento.
-O renascimento iniciou-se na Itália nos séculos XIV, XV e XVI.

2 definir o Renascimento
-Movimento cultural que acreditava no valorização individual do Homem (Humanismo), com o desenvolvimento das letras e das artes com inspiração nos modelos clássicos (Classicismo), e avanço do saber com o estudo da natureza(Naturalismo).

3 Caracterizar o humanismo
-O humanismo é um movimento que acreditava na valorização individual do Homem.

4 identificar as ciências de que mais se desenvolveram nos séculos XV e XVI e as personalidades que se destacaram.
- Copérnico (astrónomo), Vesálio (medicina,biologia), Pedro Nunes (Cosmógrafo,Matemático)

5 Explicar a teoria Heliocêntrica de Copérnico
- Copérnico verificou que a Terra não era o centro do Universo e que segundo a Teoria, andava há volta do sol.

6 reconhecer o contributo dos portugueses para o progresso da ciência e da geografia.
- Pedro Nunes (Cosmógrafo,Matemático) estudou a Cartografia essencial para as descobertas Portuguesas.

7 explicar a difusão dos ideais Renascentistas
- Começou nas cidades ricas em Itália que disputavam os melhores artistas e mecenas, e depressa se espalhou pela Europa.

8 Caracterizar a arquitectura, escultura e pintura do renascimento
- manuelino: cordas, algas, esfera armilar, escudo
- renascentista: curvas perfeitas, colunas

9 Identificar os vultos da arte renascentista
- Leonardo Davinchi, apedro Nunes e Camões.

10 caracteriza o Manuelino e a arte Renascentista em Portugal.
- manuelino: cordas, algas, esfera armilar, escudo
- renascentista: curvas perfeitas, colunas

11 Explicar as razões do aparecimento do renascimento em Itália.
- Havia prosperidade económica (riqueza) das cidades Italianas
____________________________________________________________________

 *Caracteriza o Absolutismo Régio na Europa do séc.XVII e XVIII.

- O rei tinha um poder de origem divina.
 O rei tinha os poderes executivos, legislativo e judicial.
 Era apoiado por ministros, conselheiros e funcionários existentes em todo o reino.

 *Identificar as medidas tomadas pelos monarcas portuguesas, para estabelecer o absolutismo em Portugal

- O rei D. Duarte (1434), publicou a lei mental a qual dizia que os bens da coroa só podiam ser herdados pelo filho varão e legítimo do rei..
  O rei D. Manuel I, compilou as ordenações afonsinas e as ordenações manuelinas entre (1497-1520).
Fez a reforma dos forais.
 

 *Caracteriza Mercantilismo Europeu


  - A riqueza do pais dependia do ouro e prata que possuía.
    Para isso devia exportar(vender a outros países) os produtos da sua produção
   e podiam não importar(comprar a outros países) os produtos da sua produção.

 *Reconhecer algumas medidas mercantilistas Portuguesas


    - A criação de novas manufacturas (fábricas), sobretudo no sector têxtil, e o reforço do apoio às que já existiam;
   - A publicação das pragmáticas, leis que proibiam a importação e uso de alguns produtos estrangeiros;
   - A atribuição de empréstimos e privilégios a investidores estrangeiros que instalassem as suas fábricas em Portugal.
Ver também...

 *Caracteriza a Sociedade de Ordens


  - Clero, Nobreza e Terceiro Estado.

 *Distinguir Hierarquização de estratificação

  - Sociedade dividida em camadas, que se sobrepõem umas às outras de acordo com o seu grau de poder e de riqueza(estrato).
    Hierarquização - relação de poder do mais forte(clero) para o mais fraco(Terceiro Estado).
    estratificação - divisão da sociedade em grupos de pessoas iguais (alto clero,baixo clero)

 *Caracterizar a economia portuguesa na primeira parte do século XVIII.

Poder
  Alto clero e grande nobreza favorecidos pela coroa.
  Grande burguesia enriquecida com os negócios de ouro do Brasil

 *Caracterizar a economia Portuguesa na segunda parte do século XVIII.


Cultura
  Alto clero e grande nobreza submissão (prestar contas) total à coroa.
  Grande favorecimento elite social esclarecida (burguesia pombalina e nobreza culta).
 
1. Refere 4 características da arte Barroca.
   - O gosto pelo movimento, jogos de luz e sombra e formas complexas, rebuscadas e procura de ilusão optica.

 2. Explicar 4 das primeiras inovações agrícolas do século XVII
   -Alargamento da área utilizada para cultivo e para a criação de gado.     Introdução de novas culturas, como a da beterraba, batata, plantas forrageiras     Prática de afolhamento quadrianual, caracterizado pela alternativa de 4 culturas, supressão do pousio.     A melhoria da qualidade do solo "Marga, argila" e a utilização de algumas máquinas "semeador mecânico".

3. Explicar a evolução da população europeia no século XVII
  -Houve um grande crescimento da população devido à melhoria da alimentação, melhores condições de habitação e   diminuição da mortalidade infantil.

4. Explicita as acções da evolução da população inglesa ao longo do século XVII.
  -A melhoria de vida levou a um aumento da população, passou a haver uma população mais jovem.

5. Identificar os sectores de arranque da revolução industrial inglesa.
  - Os sectores de arranque foram a industria têxtil que se mecanizou e passou a produzir em grandes quantidades,   a industria metalúrgica que se desenvolveu graças à abundância de terra e carvão, de pedra "Hulha"

6. reconhecer 5 motivos que permitiram o surgimento da revolução industrial inglesa.
  - As condições de desenvolvimento da revolução industrial inglesa, foi a abundância de matérias primas, as inovações    técnicas, numerosa mão de obra, vias de comunicação favoráveis e a existência de capitais.

7. reconhecer as consequências negativas da revolução industrial
  - Trabalho manual foi, substituído pela maquino-factura e as oficinas deram lugar às fábricas, onde se concentravam    largas dezenas de operários.

8. Caracterizar sumariamente a revolução americana
  -

9. Descrever a situação vivida nas vésperas da revolução francesa "Luís XVI até aos estados gerais"

10. ordenar cronologicamente os períodos vividos em França no século XVII e XIX

11. Reconhecer as transformações das correntes da revolução francesa.

12. explicar as razões do descontentamento de Portugal, nas vésperas da revolução liberal de 1820.

13. Identificar os grupos revoltosos que prepararam a revolução liberal

14. identificar os exércitos em confronto na guerra civil de 1820.

15. Descrever sumariamente a guerra civil "1832 a 1834"
- Quando D. João IV em 1826 morreu, deu-se o problema da sucessão. D. Pedro estava no Brasil, D. Miguel era absolutista, mas sucedeu a filha de D. Pedro, Maria da Glória que casava com D. Miguel, que jurava a Carta Constitucional. Mas D. Miguel rejeitou a carta e proclamou-se rei absoluto e prosseguiu os liberais. Em 1831 D. Pedro abdicou ao trono brasileiro e regressou à Europa na ilha Terceira. Organiza o ataque na cidade do Porto. Após várias derrotas de D.Miguel, foi assinado o tratado da paz.




Subpáginas (1) teste 1
Comments