Valeriana scandens

Nomes populares

Nome científico

Valeriana scandens L.

Voucher

617 Schwirkowski (MBM)

Sinônimos

Família

Valerianaceae

Tipo

Nativa, não endêmica do Brasil.

Descrição

Trepadeira herbácea, volúvel. Ramos lisos, pubérulos. Folhas opostas, 3 folioladas; folíolo central 1,8-6,5 × 1,5-3 cm, lobos laterais assimétricos; ovais, pubérulos, membranáceos; ápice acuminado, margem denteada, base cordada; venação eucamptódroma. Inflorescências em dicásio; flores 5-meras; lobos do cálice expandindo-se em pápus plumoso nos frutos; corola alvo-amarelada. Cipselas aladas, 6‑10 × 2‑3,7 mm. (VILLAGRA, 2011).

Característica

Floração / frutificação

Dispersão

Habitat

Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica

Distribuição geográfica

Norte (Amazonas, Pará), Nordeste (Bahia, Maranhão), Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo), Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina)

Etimologia

Propriedades

Fitoquímica

Fitoterapia

Fitoeconomia

Injúria

Comentários

Bibliografia

Sobral, M. Caprifoliaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB15096>. Acesso em: 16 Nov. 2014

VILLAGRA, B. L. P.; NETO, S. R. Plantas trepadeiras do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (São Paulo, Brasil). Hoehnea 38(3): 325-384, 46 fig., 2011.

Valeriana scandens http://sites.google.com/site/florasbs/home  São Bento do Sul - Santa Catarina
Valeriana scandens http://sites.google.com/site/florasbs/home  São Bento do Sul - Santa Catarina
Valeriana scandens http://sites.google.com/site/florasbs/home  São Bento do Sul - Santa Catarina