Boehmeria nivea - Ramí-branco

Nomes populares

Ramí-branco, ramie, rami

Nome científico

Boehmeria nivea (L.) Gaud.

Basionônio

Sinônimos

Ramium niveum (L.) Small

Urtica nivea L.

Família

Urticaceae

Tipo

Naturalizada

Descrição

Planta perene, ereta, subarbustiva, pouco ramificada, fibrosa, rizomatosa, com caules novos revestidos por densa pubescência prateada, de 1,0-1,5 m de altura (LORENZI, 2008, p. 621).

Característica

Floração / frutificação

Dispersão

Hábitat

Distribuição geográfica

Espécie nativa da China.

Etimologia

Propriedades

Fitoquímica

Fitoterapia

Fitoeconomia

Espécie cultivada por imigrantes japoneses no Brasil desde a década de 50. As fibras desta planta são extremamente resistentes, sendo separadas quimicamente para utilização na fabricação de roupas de baixo, estofamento, barbante e papel. As folhas são ótima forragem para coelhos

Injúria

É uma planta daninha de difícil erradicação, pois forma densas touceiras a partir de rizomas e caules adventícios. Prefere solos argilosos e infesta principalmente beira de estradas e terrenos baldios.

Comentários

Propaga-se por sementes, rizomas e pedaços de caule.

Bibliografia

BERG, E. V. Botânica Econômica. UFLA – Universidade Federal de Lavras. Lavras, MG. 2005. 59p. Disponível em: <http://biologybrasil.blogspot.com/2009/08/botanica-economica.html>.

LORENZI, H. Plantas Daninhas do Brasil: Terrestres, Aquáticas, Parasitas e Tóxicas. Instituto Plantarum. Nova Odessa, SP, 4ª ed. 2008. 672p. il.