Solanum sisymbriifolium - Joá

Nomes populares

Joá, arrebenta-cavalo, mata-cavalo, joá-manso, joá-bravo.

Nome científico

Solanum sisymbriifolium Lam.

Voucher

573 Schwirkowski (MBM)

Sinônimos

Solanum balbisii Dunal

Solanum balbisii var. oligospermum Sendtn.

Solanum balbisii var. purpureum Hook.

Solanum decurrens Balb.

Solanum edule Vell.

Solanum subviscidum Schrank

Família

Solanaceae

Tipo

Nativa, não endêmica do Brasil.

Descrição

Subarbusto ou arbusto ramificado, com ramos estendidos lateralmente, raras vezes ereto, então chegando a 2 m de altura; ramos cobertos de tricomas simples e glandulares e tricomas estrelados esparsos, alguns com raio central mais grosso e longo que os laterais e com acúleos amarelos, alaranjados ou vinosos, de até 2,1 cm de comprimento. Folhas solitárias, às vezes as superiores parecendo geminadas, então desiguais no tamanho. Pecíolo com até 6 cm de comprimento, coberto de tricomas iguais aos dos ramos. Lâmina de contorno ovalado ou oblongo, lobadas, pinatífidas até pinatissectas, com 4-6 pares de lobos, frequentemente os lobos novamente lobados, ou pelo menos sinuado-denteados; em regra lâmina decurrente, de 3-21 cm de comprimento e 2,2-14 cm de largura. Face adaxial com tricomas simples e porrecto-estrelados, sésseis, de 4-6 raios laterais, raio central com 2-3 células, mais longo que os laterais, alguns mais robustos com raio central muito mais longo; raro tricomas glandulares; nervura principal com tricomas estrelados multiangulados, raio central mais grosso que os laterais; acúleos iguais aos dos ramos, com a base coberta de tricomas simples e glandulares até a metade de seu comprimento, raro mais. Face abaxial coberta de tricomas porrecto-estrelados, sésseis de 4-6 raios laterais, raio central muito mais longo que os laterais; tricomas mais homogêneos no tamanho do que na face adaxial; tricomas simples e glandulares mais esparsos; nervura principal com tricomas iguais aos das zonas intercostais; acúleos iguais aos da face adaxial. Inflorescência cimosa, extra axilar, a jovem visivelmente escorpioidal, com aspecto racemiforme quando as flores abertas, com 4-15 flores; pedúnculo e pedicelos finos, cobertos de tricomas simples e glandulares e com raros acúleos, acidulares, de até 0,5 cm de comprimento. Cálice com lacínias profundamente partidas, ovalado-lanceoladas, de 0,5-0,7 cm de comprimento, cobertas abaxialmente de tricomas simples e glandulares e numerosos acúleos aciculares. Corola rotada, de 2-3,5 cm de diâmetro, branca, azulada, lilás, passando a violácea ou roxa, às vezes flores brancas e lilases na mesma inflorescência, lacínias totalmente soldadas ou quase; face abaxial das pétalas coberta de tricomas estrelados ao longo da nervura principal, glabra na região plicada. Anteras amarelas e amarelo-ouro, atenuadas a partir do primeiro terço, de 0,7-0,9 cm de comprimento. Ovário ovóide, glabro, estilete das flores basais mais longo que os estames, curvo. Fruto subgloboso a ovóide, de 1,5-2,3 m, vermelho, às vezes amarelo-alaranjado forte, envolvido pelo cálice acrescente, que na maturação se torna reflexo, expondo o fruto. (MENTZ, 2004).

Característica

Floração / frutificação

Dispersão

Habitat

Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa, Pantanal.

Distribuição geográfica

Norte (Acre, Rondônia); Nordeste (Bahia); Centro-oeste (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso); Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo); Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina) (STEHMANN, 2015).

Etimologia

Propriedades

Fitoquímica

Fitoterapia

Possui aplicações medicinais. (MENTZ, 2004).

Fitoeconomia

Injúria

Comentários

Bibliografia

MENTZ, L. A.; OLIVEIRA, P. L. Solanum (Solanaceae) na Região Sul do Brasil. Pesquisas, Botânica, n. 54. Instituto Anchietano de Pesquisas. 2004. 327p. Il.

Stehmann, J.R.; Mentz, L.A.; Agra, M.F.; Vignoli-Silva, M.; Giacomin, L.; Rodrigues, I.M.C. Solanaceae inLista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB24915>. Acesso em: 14 Out. 2015

Solanum sp.8 http://sites.google.com/site/florasbs/home  São Bento do Sul - Santa Catarina
Solanum sp.8 http://sites.google.com/site/florasbs/home  São Bento do Sul - Santa Catarina
Solanum sp.8 http://sites.google.com/site/florasbs/home  São Bento do Sul - Santa Catarina
Solanum sp.8 http://sites.google.com/site/florasbs/home  São Bento do Sul - Santa Catarina
Solanum sp.8 http://sites.google.com/site/florasbs/home  São Bento do Sul - Santa Catarina