Gênero: Guapira

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes popularesLouro-brancoNome científicoGuapira opposita (Vell.) Reitz.Voucher179 Schwirkowski (MBM391989)SinônimosBessera calycantha Vell.Columella rustica Vell.Guapira graciliflora var. subferruginosa (Mart. ex J.A.Schmidt) LundellGuapira parvifolia (Standl.) LundellFamíliaNyctaginaceaeTipoNativa, não endêmica do Brasil.DescriçãoÁrvore até 14m; ramificação dicotômica, extremidade dos ramos glabrescente, estriada, nigrescente no material seco; folha simples, alterna-espiralada a oposta, sem estípula, pecíolo canaliculado, 1-3,5 X 0,2cm, glabrescente, lâmina de formato e tamanho variáveis, elíptica, elíptico-oblonga ou obovada, ápice agudo a longo-acuminado, base atenuada, 9-30 X 4-8cm, margem inteira, membranácea a cartácea, venação camptódroma, 7-9 pares de nervuras secundárias, às vezes conspícuas na face abaxial, glabrescente, nigrescente no material seco. (ELTINK, 2008).CaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersãoZoocóricaHábitatAmazônia, Caatinga, Cerrado e, Mata Atlântica, na Floresta Ombrófila Densa, Floresta Estacional Semidecidual, Restinga e Manguezais.Distribuição geográficaNorte (Amapá, Pará, Amazonas, Tocantins), Nordeste (Maranhão, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Alagoas), Centro-Oeste (Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul), Sudeste (Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro), Sul (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul) (SÁ, 2010).EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaInjúriaComentáriosMeus agradecimentos a Jean Fábio Bianconcini, por ceder as fotos desta espécie.BibliografiaCatálogo de Plantas e Fungos do Brasil, volume 2 / [organização Rafaela Campostrini Forzza... et al.]. -Rio de Janeiro: Andrea Jakobsson Estúdio: Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010. 2.v. 830 p. il. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_fungos_vol2.pdf>.ELTINK, M. ., TORRES, R. B., RAMOS, E. . Guapira opposita (Vell.) Reitz Biblioteca Digital de Ciências, 11 jul. 2008. Disponível em: <http://www.ib.unicamp.br/lte/bdc/visualizarMaterial.php?idMaterial=670>. Acesso em: 20 fev. 2011.FLORA ARBÓREA e Arborescente do Rio Grande do Sul, Brasil. Organizado por Marcos Sobral e João André Jarenkow. RiMa: Novo Ambiente. São Carlos, 2006. 349p. il.PLANTAS DA FLORESTA ATLÂNTICA. Editores Renato Stehmann et al. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 515p. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_floresta_atlantica.zip>.SÁ, C.F.C. 2010. Nyctaginaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. (http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2010/FB010913).URBANETZ, C.; TAMASHIRO, J. Y.; KINOSHITA, L. S. Chave de Identificação de Espécies Lenhosas de um Trecho de Floresta Ombrófila Densa Atlântica, no Sudeste do Brasil, Baseada em Caracteres Vegetativos. Biota Neotrop., vol. 10, no. 2. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/bn/v10n2/36.pdf>.