Gênero: Ossaea

Carousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes popularesPixiricaNome científicoOssaea amygdaloides (DC.) TrianaBasionônioPentossaea brachystachya (DC.) JuddSinônimosOssaea brachystachya (DC.) TrianaFamíliaMelastomataceaeTipoNativa, endêmica do Brasil.DescriçãoArbustos 0,5-2,5 m alt.; ramos jovens e maduros, pecíolos, inflorescências e hipanto moderada a densamente revestidos por tricomas estrelados e tricomas simples; face abaxial das folhas densamente recoberta por tricomas estrelados e simples, neste caso eretos, com o ápice encurvado; face adaxial esparsa a moderadamente recoberta por tricomas simples e estrelados, principalmente sobre as nervuras. Folhas com pecíolos 0,4-4 cm compr.; lâmina 3,5-13 × 1-4,8 cm, elíptica a oval, base aguda a cuneada, ápice agudo a acuminado, margem levemente crenada e ciliada, nervuras 3 + 2, suprabasais (a 1-9 mm acima da base). Cimeiras ou formas depauperadas, 0,6-4 × 0,7-3 cm, com eixo 0,1-2(-4) cm compr., isoladas ou em grupos de 2 ou 3; brácteas 1-3 mm compr., lineares, persistentes. Flores 5-6-meras; hipanto 3,5-7 × 1,5-5 mm, zona do disco com indumento simples e estrelado; cálice persistente, tubo 0,1-0,5 mm compr., lacínias internas 0,8-2 mm compr., triangulares a oblongas, ápice obtuso a agudo, externas 2,2-4,8 mm compr., estreitamente triangulares, ápice acuminado; pétalas 2,4-5 × 0,9-1,8 mm, brancas; estames 10-12, subisomórficos, anteras 1,5-2,8 mm compr., brancas, poro terminal ou dorso-terminal, conectivo com apêndice dorsal curto; ovário 2-3,4 × 1-2 mm, 3-locular, 2/3 ínfero, ápice com tricomas simples, estilete 4-7,2 mm compr. Baga imatura verde, madura enegrecida, 100-250 sementes? 0,8-1,2 mm compr. (GOLDENBERG, 2005, p.7).CaracterísticaEspécie reconhecida pelo hábito arbustivo, ramos com tricomas simples mesclados com estrelados, folhas levemente discolores, com margem inteira, com tricomas simples na face abaxial e inflorescências cimosas. (GOLDENBERG, 2006, p. 54).Floração / frutificação DispersãoZoocóricaHábitatCerrado e Mata Atlântica, na Floresta Ombrófila Densa e Restingas.Distribuição geográficaSudeste (Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro), Sul (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul) (SOUZA, 2010).EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaOs frutos são comestíveis.InjúriaComentáriosBibliografiaBAUMGRATZ, J. F. A. et al. Melastomataceae na Reserva Biológica de Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro, Brasil: Aspectos Florísticos e Taxonômicos. Rodriguézia 57 (3): 591-646. 2006. Disponível em: <http://www.sbpcnet.org.br/livro/58ra/SENIOR/RESUMOS/resumo_1867.html>.Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil, volume 2 / [organização Rafaela Campostrini Forzza... et al.]. - Rio de Janeiro: Andrea Jakobsson Estúdio: Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010. 2.v. 830 p. il. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_fungos_vol2.pdf>.D’EL REI SOUZA, M. L. O Gênero Ossaea DC. (Melastomataceae) no Brasil: Circunscrição e Notas Taxonômicas. Insula: n. 31, 01-28. 2002. Disponível em: <http://www.ccb.ufsc.br/bot/revista/v31/v31p01-28.pdf>.GOLDENBERG, R.; REGINATO, M. Sinopse da Família Melastomataceae na Estação Biológica de Santa Lúcia, Santa Teresa, Espírito Santo. Bol. Mus. Biol. Mello Leitão (N. Sér.) 20: 33-58, Dez. 2006. Disponível em: <http://www.melloleitao.iphan.gov.br/boletim/arquivos/20/MBML_20_Goldenberg.pdf>.GOLDENBERG, R.; SOUZA, C. M. F.; DEQUECH, H. B. Clidemia, Ossaea e Pleiochiton (Melastomataceae) no Estado do Paraná, Brasil. Hoehnea 32(3): 453-466. 28 fig., 2005. Disponível em: <http://www.ibot.sp.gov.br/HOEHNEA/volume32/HOEHNEA_32(3)_T_09.pdf>.PLANTAS DA FLORESTA ATLÂNTICA. Editores Renato Stehmann et al. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 515p. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_floresta_atlantica.zip>.SOUZA, M.L.D.R., Baumgratz, J.F.A. 2010. Ossaea in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. (http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2010/FB009829).
Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes popularesPixiricaNome científicoOssaea meridionalis D´El Rei SouzaVoucher609 Schwirkowski (MBM)SinônimosFamíliaMelastomataceaeTipoNativa, não endêmica do BrasilDescriçãoCaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersãoHabitatMata AtlânticaDistribuição geográficaSudeste (Rio de Janeiro, São Paulo), Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina)EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaInjúriaComentáriosMeus agradecimentos a Fabrício Schmitz Meyer, pela determinação da espécie.BibliografiaSouza, M.L.D.R.; Baumgratz, J.F.A. Ossaea in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB9838>. Acesso em: 02 Fev. 201