Gênero: Carex

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
TiriricaNome científicoCarex brasiliensis A. St. Hil.Voucher525 Schwirkowski (MBM)SinônimosCarex procera KunthCarex tetrasticha BoeckelerCarex procera var. brasiliensis (A.St.-Hil.) BoottFamíliaCyperaceaeTipoNativa, não endêmica do Brasil.DescriçãoHerbácea, de até 2 m de altura. Caule triangular. Folhas basais, lineares, longas, com mais de 1 m de comprimento por 4-8 mm de largura e com nervura principal saliente na face inferior. Pedúnculo floral escabroso. Inflorescência terminal, do tipo racemo, com 5-10 espigas de coloração verde a marrom. (TAJKEDA, 2001).CaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersãoHabitatMata Atlântica, em Formações Campestres e Floresta Ombrófila Mista.Distribuição geográficaSudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo); Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina). (ALVES, 2015).Sudeste, SulEtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaInjúriaComentáriosBibliografiaAlves, M.; Hefler, S.M.; Trevisan, R.; Silva Filho, P.J.S.; Ribeiro, A.R.O. Cyperaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB7164>. Acesso em: 31 Out. 2015.Catálogo de plantas e fungos do Brasil, volume 2 / [organização Rafaela Campostrini Forzza... et al.]. -Rio de Janeiro : Andrea Jakobsson Estúdio : Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010. 2.v. 830 p. il. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_fungos_vol2.pdf>.PLANTAS DA FLORESTA ATLÂNTICA. Editores Renato Stehmann et al. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 515p. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_floresta_atlantica.zip>.TAKEDA, I. J. M.; FARAGO, P. V. Vegetação do Parque Estadual de Vila Velha: Guia de Campo. Curitiba, PR. 2001. vol. 1.
Carousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes popularesNome científicoCarex sororia Kunth.BasionônioSinônimosFamíliaCyperaceaeTipoNativaDescriçãoCaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersãoHábitatDistribuição geográficaEtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaInjúriaComentáriosMeus agradecimentos ao Professor Rafael Trevisan, curador do Herbário FLOR, pela correta identificação desta espécie.Bibliografia