Gênero: Sambucus

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes populares: SabugueiroNome científico: Sambucus australis Cham. & Schltdl.SinônimosFamília: AdoxaceaeTipo: Nativa, não endêmica do Brasil.Descrição: Arvoreta ou árvore de pequeno porte, com ramos pendentes e casca acinzentada coberta de fendas longitudinais. Folhas opostas, compostas, imparipinadas com 9 a 11 folíolos de 3,5 cm a 6 cm de comprimento por 1,5 cm a 2 cm de largura, assimétricos, membranosos, de margem serreada, acuminados no ápice. Flores pequenas, brancas e muito aromáticas. Seus frutos são drupas brilhantes de coloração negra, com aproximadamente 0,5 cm de diâmetro. (GOMES, 2013).CaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersãoHabitatMata Atlântica.Distribuição geográfica: Nordeste (Bahia, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte); Centro-oeste (Mato Grosso do Sul); Sudeste (Minas Gerais, São Paulo); Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina). (SOBRAL, 2015).EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapia: No Brasil, Argentina e Uruguai são diversas as propriedades medicinais que lhe são atribuídas, usando-se desde a infusão das flores como digestivo e diurético, dos frutos como antidiarreicos e depurativos, das raízes e casca como purgante e diurética, até o uso das folhas maceradas em cataplasmas como anti-inflamatório. (GOMES, 2013).Fitoeconomia: Sua florada atrai grande diversidade de insetos destacando seu potencial apícola. Na Argentina e Uruguai tem-se o hábito de utilizar os frutos do sabugueiro na fabricação de doces caseiros denominados localmente de “mermeladas”. (GOMES, 2013).InjúriaComentáriosBibliografiaGOMES, G. C. et al. Árvores da Serra dos Tapes: Guia de identificação com informações ecológicas, econômicas e culturais. EMBRAPA. Brasília, DF. 2013.Sobral, M. Adoxaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB4254>. Acesso em: 31 Out. 2015