Cosmetologia

Formas Farmacêuticas

AULA EM ANEXO!

Forma farmacêutica é uma denominação utilizada para descrever o conjunto das principais características físicas e químicas do medicamento, relacionadas com sua aparência e outros aspectos ligados à liberação do princípio ativo;

 
Formas Farmacêuticas Sólidas

Pós

                As formas farmacêuticas que resultam da mistura de fármacos em pós, usados sob essa fórmula ou em cápsulas, comprimidos, etc.

Granulados

                Formas farmacêuticas sólidas que se apresentam na forma de grãos ou granulados irregulares. Podem ser administrados diretamente ou utilizados na produção de comprimidos.

Formas Farmacêuticas Sólidas

Drágeas

                Formas farmacêuticas cujo princípio ativo fica envolvido por um revestimento de açúcar e corante.

Cápsulas

                São formas farmacêuticas constituídas de um invólucro amiláceo ou gelatinoso, contendo um ou mais fármacos.

Formas Farmacêuticas Sólidas

Comprimido

                Forma sólida de um pó medicamentoso, preparado por compressão, adicionado ou não substâncias aglutinantes. Pode ser sulcado ou não.

Supositório

                Forma farmacêutica destinada à inserção em orifícios corporais (ex: retal, vaginal, uretral), nos quais amolecem, se dissolvem e exercem efeitos sistêmicos ou localizados.

Formas Farmacêuticas Sólidas

Formas Farmacêuticas Líquidas

Solução

                Forma farmacêutica líquida onde todas as substâncias sólidas presentes na formulação devem estar totalmente dissolvidas em veículo adequado.

Xarope

                Formas farmacêutica aquosa, contendo cerca de dois terços de seu peso em sacarose ou outros açúcares. Apresenta duas vantagens: correção de sabor desagradável do fármaco e conservação do mesmo na forma farmacêutica de administração.

               

               

Formas farmacêuticas líquidas

Suspensão

                Forma farmacêutica de sistema heterogêneo, cuja fase externa ou dispersante é líquida e a fase interna ou dispersa é constituída de substâncias sólidas insolúveis no meio utilizado.

Emulsões

                São sistemas dispersos constituídos de duas fases líquidas imiscíveis (oleosa e aquosa), onde a fase dispersa ou interna é finamente dividida e distribuída em outra fase contínua ou externa.

               

 

Formas farmacêuticas pastosas

Pomada

                Forma farmacêutica semi-sólida para aplicação na pele ou mucosa que consiste de solução ou dispersão de um ou mais princípios ativos de baixas proporções em uma base adequada, usualmente não aquosa.

Formas Farmacêuticas Pastosas

Creme

                Forma farmacêutica semi-sólida que consiste de uma emulsão, formada por uma fase lipofílica e outra aquosa. Contém um ou mais princípios ativos dissolvidos ou dispersos em uma base apropriada e é utilizada normalmente para aplicação externa na pele ou mucosa.

Formas Farmacêuticas Pastosas

Gel

                Forma farmacêutica semi-sólida de um ou mais princípios ativos que contém um agente gelificante para fornecer firmeza. Pode conter partículas suspensas.

 
Formas Farmacêuticas Gasosas

Aerossóis

                Um aerossol é uma suspensão de partículas líquidas ou sólidas de tamanho tão pequeno que flutuam temporariamente no ar ou noutros gases. Embora existam aerossóis em estado natural, no campo médico são obtidos através da nebulização de medicamentos líquidos.

                Um aparelho nebulizador serve para transformar uma preparação líquida em aerossol. Nebulizar significa "transformar um líquido em aerossol". O aparelho nebulizador é composto por uma câmara de reserva onde se introduz o líquido a nebulizar, uma câmara de nebulização onde se gera o aerossol e uma fonte de energia utilizada para esse fim.

Formas Farmacêuticas Gasosas

 

Chá (decocção, infusão, maceração) e suco

O xarope constitui-se em uma solução com uma grande quantidade de açúcar, capaz de conferir uma alta viscosidade ao produto. Serve para mascarar o gosto amargo de alguns produtos, conservar por mais tempo a solução e tornar possível a dissolução de certos componentes que não se solubilizariam em água.

As tinturas são soluções preparadas a partir da extração das ervas com solução alcoólica ou hidroalcoólica à temperatura ambiente.

O extrato é uma preparação mais concentrada do que a tintura em que 1 ml do extrato corresponde a 1 grama da erva seca.

de uso externo:

Cataplasma - à erva macerada ou pulverizada, adiciona-se água formando uma pasta uniforme. Esta pasta é então aplicada na região comprometida.

Ungüento - similar ao cataplasma, entretanto os solventes utilizados, ao invés da água, são de consistência mais pastosa (normalmente gordurosas), como a vaselina.

Os óleos medicinais podem ser preparados por dissolução simples da tintura medicamentosa em um óleo fixo (azeite, soja, girassol, algodão, dentre outros) ou por extração dos princípios ativos de plantas secas.

As pomadas são feitas com matérias-primas untuosas e possuem uma penetração leve e superficial, epidérmica. Elas formam uma barreira impedindo a transpiração e retêm o sangue e as secreções das feridas.

Pasta - apresenta característica “secante”, adsorvendo exsudados. Possuem penetração superficial, são indicados para enfermidades cutâneas que formam vesículas ou crostas.

Creme - possue penetração média (dérmica), são hidratantes, não retendo secreções e evitando inflamações. São preparados a partir de substâncias hidrossolúveis e lipossolúveis que conseguem formar uma dispersão homogênea devido a adição de uma substância emulsificante.

As loções são emulsões, com aspecto mais fluido que os cremes, que são aplicados na pele sem promover a fricção, permitem a aplicação em uma área extensa, formando uma fina camada. Após a evaporação da água, permanece uma alta concentração dos princípios ativos. São hidratantes e possuem ação refrescante nas irritações de pele.

Gel - possui efeito emoliente e refrescante, secam rapidamente em contato com o ar e apresentam boa penetração cutânea.

Os sabões medicinais são utilizados na higiene pessoal, mas podem servir de veículo para substâncias medicamentosas. A quantidade de princípios ativos que permanecem no corpo é pequena, devido ao enxagüe. É de fácil aplicação, podendo distribuir-se rapidamente pelo corpo inteiro.

Outros cosméticos em que as plantas medicinais também podem ser adicionados são shampoo, condicionador e desodorante.

Č
Ċ
ď
Anderson D'Correa,
07/11/2011 04:28
Comments