Home Page I‎ > ‎Westerley Santos‎ > ‎

DISTINÇÃO ENTRE ÉTICA E MORAL

................................................................................................................
Este Website foi COPIADO INTEGRALMENTE na internet - confira AQUI 

.

É comum confundir Ética e Moral, já que os dois conceitos partem da mesma raiz etimológica.  Do termo Ethos (no Grego) ,  vai dar costume ou morada.  Morales (no Latim) que vai dar em moral.

De  ethos vem duas palavras, uma que significa abrigo, morada, habitação, daí as idéias de morales moral e habitus. Entendendo hábito como uma ação rotineira dos indivíduos ou normativa do grupo, portanto individual ou particular e, costume; como repetição, o que se realiza freqüentemente na sociedade pela tradição, portanto, coletivo e universal.

A tradição e o cultivo desses hábitos e costumes vão gerar a cultura. Por isso, vale distinguir esses conceitos para entendermos bem o campo da ética.

Distinguindo os conceitos referidos, podemos sintetizar que: a Cultura é toda ação prática e simbólica do homem no mundo que  são mantidas, não sem transformação, pela tradição dos hábitos, costumes, ritos, mitos, crenças, sistema de normas, leis, regras, deveres, educação etc... O que só é mantido por que há uma racionalidade coletiva, formada por valores semelhantes adotados pelos indivíduos em sociedade, passados a todos de geração em geração justamente pela tradição, pela religião, família e educação, garantindo a essa sociedade e a seus indivíduos, uma coesão de princípios, valores, normas de conduta, ideologias, que enraízam em um modo de ser, agir e pensar comum, coeso, caracterizando assim, a cultura dessa Sociedade. A esse sistema de valores, simbólico e praxiológico  dá-se o nome de Ethos que é dinamizado, movimentado pela  moral.

Em outros termos: Cultura é no universal, o fazer e pensar, prático e simbólico do homem no mundo. E moral, é o sistema de normas, leis e regras, princípios comuns de conduta de um grupo social dentro desta cultura. O que mantem a coesão dessa cultura, mas  que também a transforma.

Cultura é todo o fazer humano. Moral, é o conjunto de hábitos, normas, regras e leis dos indivíduos ou grupos, dentro desta cultura. Portanto, Moral é uma ação particular de grupos  em sociedade.

Já a Ética, diz deste todo, tem como objeto o próprio ethos, daí seu caráter universalista. É uma ação especulativa, no sentido de ser uma reflexão crítica, uma avaliação, um juízo não de realidades ou fenômenos (objetos e coisas), mas sim de valores (sentidos, significados) por tanto, associa-se à afetividade humana, ao sentido de Bem, à Virtude, à idéia de bem e mal. 

Ética visa aos meios que levam aos fins, é um julgamento com base em critérios e princípios universais válidos para todos os homens em  qualquer  Moral, independente da cultura ou da sociedade que pertença. È um juízo de valor feito pela consciência reta e verdadeira no sentido de realizar o fim natural da existência humana (a virtude , o bem e a felicidade).

Por tudo, a ética é um devir, um vir-a-ser, é um desejo de bem-comum realizável, e por isso exerce uma ação crítica e reflexiva sobre a moral, sobre a cultura, sobre o ethos das sociedades. O Objeto de estudo da Ética é a Moral.

Enquanto a Moral é um sistema de normas de conduta, despreocupado com os meios para atingir aos fins, por isso aberta à violência, a Ética é uma crítica sobre esse sistema de normas, preocupa-se com os meios e fins da ação humana e por isso não aceita a violência.

Enquanto o critério da Moral é a norma, a lei, o critério da Ética é a integralidade humana e a justiça. A Moral segue a legalidade, o que está de acordo com a lei, o que está “normatizado” pela sociedade ou por um grupo social. Já a Ética faz a pergunta: a lei é justa? – A ética é um juízo crítico da Moral.

Concluindo:

A moral é norma, regra, lei de conduta de um grupo, visa exclusivamente aos fins (para a  moral, os fins justificam os meios).

A ética é uma crítica, uma reflexão, um juízo sobre essa norma, realizado pela consciência do bem, um juízo orientado pela Virtude. Uma proposição do dever-ser humano. Sua finalidade maior é o bem, a virtude, e a felicidade pela garantia da integralidade humana: (física, mental, de consciência e liberdade).

"ATITUDE ÉTICA É RECONHECER NO OUTRO A SUA PRÓPRIA HUMANIDADE E NO MUNDO, O LUGAR DA CONSTRUÇÃO DESTA HUMANIDADE"

Prof. Westerley Santos.

Filosofia.

TEMA: Cultura, Ética, Moral

15-agosto-2011

 Licença Creative CommonsEste artigo está licenciado sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria do artigo e este website). Você não pode fazer uso comercial deste artigo. Você não pode criar obras derivadas deste artigo sem a devida licença do autor.

Comments