Página inicial 

andar a vender água sem caneco diz-se de quem insiste em falar sobre um assunto que não domina ou que não interessa aos ouvintes.

é o queijo! o mesmo que "é o máximo!", ou "é óptimo!"

fazer a pomba ganhar uma quantia avultada de dinheiro rápida e facilmente. Aplica-se, por exemplo, a quem encontra dinheiro na rua ou a quem abre um negócio que dá um grande lucro num curto espaço de tempo.

fazer tanta falta como uma viola num enterro diz do que é desnecessário ou descabido em determinado contexto. Aplica-se tanto a pessoas como a objectos.

ir abaixo de Braga ir à merda.

saber a pato diz-se de uma refeição que se tomou e que por qualquer razão não custou dinheiro.

ser bom para ir buscar a morte diz-se de quem é ser lento, ou demora muito a realizar determinada tarefa.

só fala quem tem que se lhe diga! aplica-se a quem critica outrem, com o sentido de que só critica quem tem características ou comportamentos passíveis de serem criticados.

ter sempre porcas a capar diz-se de quem alega frequentemente ter compromissos ou assuntos a resolver, sem que nenhum deles seja importante.

vê-se que é de Braga ou deve ser de Braga diz de quem, ou a quem, se esquece de fechar uma porta.