Google universaliza o acesso ao livro


 

Apesar do sistema de busca de livros do Google receber muitas críticas e de alguns autores afirmarem que seus direitos estão sendo violados, inclusive com processos abertos, a Google é uma empresa que procura democratizar o acesso ao livro.

Recentemente, mais de uma dúzia de universidades contribuirão com o mecanismo de busca "Google Book Search", disponibilizando 10 milhões de livros para serem escaneados e deixados a disposição de qualquer pessoa que precisar deles, no mundo.

Faz parte do consórcio 12 universidades americanas, segundo informações do site BetaNews, em um admirável acordo feito com o "Committee on Institutional Cooperation".

"Temos uma ambição coletiva de compartilhar recursos e trabalhar conjuntamente para preservar os tesouros impressos mundiais", explicou Lawrence Dumas, reitor da Universidade Northwestern, envolvida no consórcio.

Universidades de vários países do mundo estão abrindo seus acervos para o Google, entre elas a famosa universidade de Havard e da Califórnia.

Se você quiser conhecer as normas de funcionamento do Google Books basta copiar e colar no seu navegador o link: dtmurl.com/apm.