A Boa Semente

Semeando bênçãos ou sementes daninhas

 

 

“... tudo o que o homem semear, isso ele ceifará”. “Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna”. “E não nos cansemos de fazer bem, porque há seu tempo ceifaremos se não houvermos desfalecido”. “Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé” (Gálatas 6:7-10)

 

Que tipo de semente que nos temos espalhado neste mundo afora? Qual tem sido o nosso cuidado na escolha destas sementes?

Claro! Estamos falando aqui de sementes espirituais.

... comparando as coisas espirituais com as espirituais” (I Coríntios 2:13).

 

Apesar de que não teria como falar de semeadura espiritual sem nos referirmos à semeadura natural.

No mundo espiritual temos a comparação obvia de semeadura.

“E dizia: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente a terra” (Marcos 4:26); “... o reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo” (Mateus 13:24).

 

Quanto a isso, sabemos que tudo o que semearmos haveremos que colher indiscutivelmente, é uma lei dura e cega

“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7).

 

Deus sempre cuidou em fazer nascer à semente que semeamos: “Então te dará chuva sobre a tua semente, com que semeares a terra...” (Isaías 30:23).

 

E este é um ciclo inevitável que acontecerá sempre:

 “Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite, não cessarão”. (Gênesis 8:22).

 

Ora semeamos a semente, mas não sabemos quando vamos colher, ou qual colheremos primeiro, mas uma certeza pode ter, colheremos.

“Semeia de manhã a tua semente, e não descanse a tua mão até a noitinha; pois não sabes onde esta terá bom êxito, quer aqui quer ali, ou se ambas serão igualmente boas”.  (Eclesiastes 11:6); “Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos”. (Salmos 126:6).

 

A semente deve ser bem escolhida por nós e sem muita mistura para não haver confusão. Não pode ter meio termo ou semeamos semente boa ou ruim, passou daí só vai dar problema.

“Não semearás a tua vinha com diferentes espécies de semente, para que não se degenere o fruto da semente que semeares, e a novidade da vinha”. (Deuteronômio 22:9).

 

Na nossa vida espiritual devemos tomar muito cuidado para não atrairmos a ira de Deus sobre nos, senão até nossas obras boas (boas sementes), atrairão desastre em nossas vidas.

“Semearam trigo, e segaram espinhos; cansaram-se, mas de nada se aproveitaram; envergonhados sereis das vossas colheitas, e por causa do ardor da ira do Senhor.” (Jeremias 12:13); “... e semeareis em vão a vossa semente (boa semente), pois os vossos inimigos a comerão”. (Levítico 26:16); Tu semearás, mas não segarás; pisarás a azeitona, mas não te ungirás com azeite; e pisarás o mosto, mas não beberás vinho”. (Miquéias 6:15).

 

Jesus nos ensinou a semearmos a boa semente, devemos seguir seu exemplo.

“... o que semeia a boa semente é o Filho do homem” (Mateus 13:37).

 

Apesar de ser desastrosa uma colheita de semeadura mal semeada, não devemos deixar de plantar sementes boas.

 “Quem observa o vento, nunca semeará...” (Eclesiastes 11:4).

 

Precisamos somente ter cuidado na escolha das sementes e onde a semeamos.

“Preparai para vós o campo de lavoura, e não semeeis entre espinhos” (Jeremias 4:3).

 

Muitos plantam a má semente que por vezes irá ter a mesma aparência daquela boa semente plantada. Mas a colheita irá revelar os resultados.

“Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colha primeiro o joio, e atai-o em molhos para queimá-lo; mas, o trigo ajunte-o no meu celeiro”. (Mateus 13:30).

 

Sabemos que no universo tudo é regido por princípios e legalidades, não importando a área, seja mundo físico ou espiritual. Por isso temos a necessidade de conhecer melhor sobre as leis de semeadura, isto se pretendemos plantar muito, colher muito e sermos bem sucedidos.

 

Na semeadura espiritual temos algumas vantagens, por exemplo:

1.   Por causa do livre arbítrio podemos plantar o que bem queremos;

2.   Existe a nosso dispor uma não pequena variedade de sementes;

3.   E não a limite de idade para sermos frutíferos (Sl 92:14).

 

Tem muita gente que vem semeando no atacado e no varejo todo tipo de semente, sem pensar nem medir as conseqüências disso.

Devemos entender que não existe arma nesta peleja, não tem como fugir da regra, o que semearmos o que fizermos receberemos, quer seja bem, quer seja mal.

 “... cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal”. (II Corintios 5:10).

 

Então, se plantarmos o mal em qualquer área de nossa vida é isso mesmo que vamos colher.

 “Segundo eu tenho visto, os que lavram a iniqüidade e semeia o mal, isso mesmo eles colhem.” (Jó 4:8); “O que semear a perversidade colherá males; e com a vara da sua própria indignação será extinto”. (Provérbios 22:8); “Porque semearam vento, e colherão tempestade...”. (Oséias 8:7).

 

De cada semente que plantarmos nascerá um corpo ou produto (fruto, árvore...), que é na verdade o resultado final da semente plantada.

“E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente. Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo”.  (I Corintios 15:37,38).    

 

No geral devemos entender que tudo o que fazemos todas as nossas atitudes, é como uma lavoura é uma plantação. Ou seja, em todo momento estamos plantando. Nossas ações são sementes, resta saber, que semente está plantando se é boa ou ruim.

Sementeira é diversa: meus pensamentos; minhas atitudes financeiras; minha convivência na sociedade, na igreja e em casa.

Sementes carnais ou sementes espirituais a escolha é minha. Posso plantar religiosidade, vento, miséria, pecado, fofoca, medo, palavras negativa, calote, traição, grosserias, brutalidade, incompreensão, perseguição, maldade é um monte de sementes carnais.

“... o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção...” (Gálatas 6:8).

“... os que lavram iniqüidade, e semeiam mal, segam o mesmo” (Jó 4:8).

“O que semear a perversidade segará males; e com a vara da sua própria indignação será extinto” (Provérbios 22:8).

 “Porque semearam vento, e colherão tempestade, não haverá seara, a erva não dará farinha; se a der, tragá-la-ão os estrangeiros” (Oséias 8:7).

 

Por outro lado poderemos semear sementes boas e colhermos os frutos delas. Podemos semear: fidelidade, obediência ao Senhor, consagração, bondade, compreensão, carinho, amor, misericórdia, compaixão, paciência, e muitas outras atitudes boas. Se semearmos no espírito, por certo colheremos coisas boas, benditas e a vida eterna.

 "... O que semeia no Espírito, do Espírito colherá a vida eterna...” (Gálatas 6:8).

 

Acontece que muita gente deixa de fazer o bem, retendo as sementes, e tem até quem prefere comer as sementes ai a coisa fica séria pra esta pessoa.  

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado." (Tiago 4 : 17).

 “... não poderás comer o dízimo do teu grão, nem do teu mosto, nem do teu azeite, nem os primogênitos das tuas vacas, nem das tuas ovelhas; nem nenhum dos teus votos, que houveres prometido nem as tuas ofertas voluntárias, nem a oferta alçada da tua mão” (Deuteronômio 12:17).

“... porque com a mesma medida com que medirdes, também vos medirão de novo” (Lucas 6:38).

 

Semear coisas boas não é nada fácil, mas o resultado na hora da colheita é gratificante.

"Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes" (Sl 126.5,6).

Quando plantamos devemos enterrar as melhores sementes, e bem selecionadas, sem medo de perder a semente, tendo em mente que vamos recebê-las com acréscimos.

“Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.” (João 12:24)

 

Quando estamos semeando devemos ficar bem atento e não vacilarmos jamais, ficar de olhos bem abertos senão teremos prejuízos.   

“Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.” (Mateus 13:25)

 

Tudo que você faz contra seus líderes, tudo que você faz de mal a sua família, toda maldade, rancor, perseguição. Isso é o que você colherá certamente. E é claro que tudo de bom que você fizer isso mesmo lhe sobrevirá. O resultado de nossa semeadura (frutos) refletirá eternamente em nós.   

 

"E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido."  (Gálatas 6 : 9)

 

 

Pr. Luis Carlos  

Comments