Estudo de Sonoridade
por Nilson Mascolo Filho

O estudo de sonoridade tem como objetivo melhorar o nosso som, deixando-o mais bonito. Ele se baseia em notas longas em forma de escala cromática e com intervalos gradualmente progressivos. Estes exercícios devem ser executados de forma lenta e com muita atenção. No início do século 19, o grande flautista e inventor Theobald Boehm apresentou em seu livro “The Flute and Flute-playing in Acoustical, Technical, and Artistic Aspects” esta forma eficiente de estudar sonoridade e décadas depois, o flautista francês Marcel Moyses escreveu sua obra prima "De La Sonorite - Art Et Technique" com mesmo conceito que Boehm originalmente inventou. Mesmo hoje, séculos depois de Boehm nos ensinar esta forma de estudar sonoridade, ela é ainda o modo muito eficiente e no qual uso em meus métodos e inúmeros autores que escreveram sobre sonoridade igualmente. O Estudo de Sonoridade é para toda a vida, dia a dia devemos procurar um som mais bonito.

"Você tem que dominar todos os problemas de técnica para ser livre para se expressar através de sua Flauta. Você pode ter uma grande imaginação e um grande coração, mas você não pode expressá-lo sem técnica. A primeira qualidade que você deve ter para ser bom, para ser inspirador, é a sonoridade. Sem o som não se consegue nada. O tom, o som, a sonorité é o mais importante.  Caso contrário, só com os dedos não basta. Todo mundo hoje tem dedos ágeis, o virtuosismo ...  Mas o som, o tom, isso não é tão fácil."  Ass. Jean-Pierre Rampal 

Para desenvolver a sonoridade, você precisar saber o que deseja. Deseja um som mais forte, mas suave, mais doce, enfim, você deve procurar o que lhe agrada mais, aquele que fale de você mesmo. Desde inicio o flautista precisa ter conhecimento sobre o mecanismo da embocadura e sentir o que seus lábios estão fazendo para procurar o melhor lugar para ter um belo som. (Entre ma seção Embocadura) Outro ponto importante para desenvolver boa sonoridade é ter maior qualidade e controle de nosso ar e para isso surgiro o artigo e videoaula: Respiração, Controle e Aumento da capacidade de ar para flautista

Antes de indicar os bons livros de estudo de sonoridade, segue alguns pontos imporantes.

Embocadura
Para desenvolver uma bela sonoridade, evite dois tipos de embocadura; a Embocadura do sorriso e a embocadura do beijo selinho.

Embocadura do sorriso: Um dos problemas comuns de embocadura é a “embocadura do sorriso”. Ela consiste em esticar e tencionar de forma excessiva os cantos dos lábios. Veja a figura da ‘embocadura do sorriso’ onde as setas vermelhas indicam as tensões excessivas nos cantos dos lábios
embocadura do sorriso

Embocadura beijo selinho: Outro problema de embocadura menos comum é a “embocadura beijo selinho”. Ela consiste em comprimir de forma excessiva o lábio superior. Veja figura da embocadura do beijo selinho onde as setas vermelhas indicam a excessiva tensão dos lábios superior.
embocadura beijo selinho



A boa Embocadura: A correta e boa embocadura deve ter uma forma natural, sem tencionar os cantos dos lábios excessivamente como se faz na embocadura do sorriso e nem comprimir o lábio superior como a embocadura beijo selinho. Na embocadura correta, os cantos dos lábios são levemente esticados, de forma natural, o necessário para a abertura entre os lábios para o assopro. 
Correta embocadura

É importante manter a garganta sempre aberta, para o livre fluxo do ar, como um Tenor cantando “Ô”.

Desafio do nosso instrumento
A Flauta Transversal apresenta algumas dificuldades próprias do instrumento. A notas graves tendem a perder intensidade, corpo e cor. As notas mais agudas tendem a ter som forte e estridente. Outra dificuldade de nosso instrumento é o fato de nem todas as notas possuírem a mesma qualidade e afinação. Em função disto nosso desafio é homogeneizar a intensidade, cor, beleza do timbre e sua afinação em todas as oitavas. Marcel Moyse faz boas explicações das dificuldades naturais da flauta em seu livro De La Sonorite - Art Et Technique, Leia aqui.

Objetivos
Propriedades como cor, brilho, projeção, volume, afinação e pureza do som são tratadas no estudo de sonoridade; procure melhorar o som em cada uma destas propriedades.

O primeiro passo no estudo de Sonoridade é homogeneizar a intensidade de todas as notas, concentre-se em seu som e não deixe que as notas mais graves fiquem piano (baixa) e as agudas estridentes. Depois de obter progresso na homogeneização da intensidade das notas, concentre-se na cor de seu som, tente executar com cores quentes ou frias; cores a seu gosto, igualmente em todas as oitavas. Outro aspecto importante da sonoridade é a projeção, você precisa projetar o som para longe, não deve se fechar em si mesmo, mas projetar seu som para a plateia. Os demais aspectos do som como brilho, volume e pureza também se deve procurar nestes estudos de sonoridade.

É difícil perceber estas propriedades do som no início, visto que é algo abstrato, mas todas essas propriedades estão presentes. No estudo de Sonoridade, mais do que apenas praticar as lições, o ouvir e discernir o próprio som é fundamental. Quanto mais aplicar seus ouvidos e se concentrar em sua sonoridade, melhor e mais rápido se desenvolverá. No desenvolver de todas essas propriedades do som, lembre-se que deve ser feita em cima da mais apurada afinação.

No começo o estudo de sonoridade pode ser difícil, cansativo e monótono, mas persista porque esse é o caminho para obter um belo som. Ao estudar sonoridade não o faça de modo mecânico: envolva-se com cada nota, pense nela como sendo a nota mais importante e bela de um concerto.

Após fazer estudo de sonoridade, faça estudos de Escala. Estudar escla também é essencial para uma melhor sonoridade. É necessário persistir nos estudos de sonoridade, os resultados não são imediatos, uma melhoria pode ser percebida em algumas meses.

Indicações de método de Estudos de Sonoridade
Segue abaixo uma seleção de Métodos para realizar seus estudos de Sonoridade, todos eles segue os mesmo principios desenvolvido por Theobald Boehm, mas com peculiaridade de cada um. Surgiro que faça todos eles na ordem apresentado abaixo.

1)  Estudo de Sonoridade  - Nilson Mascolo & Cinthia Mascolo
O Método de Estudo de Sonoridade tem por objetivo melhorar a sonoridade dos flautistas que já tocam, mesmo que em nível iniciante e intermediário.  O método de Sonoridade é composto de Volume 1 e Volume 2. Inicie seus Estudos de Sonoridade no volume 1 e depois continue no volume 2. 

  Estudo de Sonoridade - Volume 1
Neste excelente método de Sonoridade Volume 1 de Nilson e Cinthia Mascolo, dividimos o estudo de sonoridade em três partes: estudo da primeira, segunda e terceira oitavas. 
Propriedades como cor, brilho, projeção, volume, afinação e pureza do som são tratadas no estudo de sonoridade; procure melhorar o som em cada uma destas propriedades.

No estudo de sonoridade, a homogenização das notas é fundamentar. É essencial homogeneizar que todas as notas tenha a mesma intensidade e qualidade, sem deixar o som fique piano (baixo) nas notas mais graves ou estridente nas mais agudas.

No começo o estudo de sonoridade pode ser difícil, cansativo e monótono, mas persista porque esse é o caminho para obter um belo som. Ao estudar sonoridade não o faça de modo mecânico: envolva-se com cada nota, pense nela como sendo a nota mais importante e bela de um concerto.

Em PDF grátis Clique aqui para download 


Estudo de Sonoridade - Volume 2
https://sites.google.com/site/estudantesdeflautasite3/sonoridadevolume2 
Neste volume II de sonoridade, apresentamos uma forma melódica e muito prazerosa e eficiente de estudar sonoridade. Todas as lições são em forma de frase musicas, trabalhando os devidos intervalos e sonoridade. Os princípios para os estudos deste novo método de Sonoridade não deve ser apenas no conceito de tocar forte e fraco, rápido ou lento, mas com um profundo senso de musicalidade. Ao fazer cada nota das lições, pense nas qualidades de seu som e dinâmica com intuito de deixa-lo o mais expressivo e sentimental possível. Por isso não vamos indicar no estudo como lento ou rápido, mas sim com expressões musicas para que procure um som homogeneizado à musicalidade.  

O Método é divido em uma extensa introdução teórica, três partes e um apêndice. Na introdução decorremos com detalhes sobre todo sistema da embocadura e como estudar sonoridade, na primeira parte estudamos a primeira oitava, na segunda parte a segunda oitava e tessitura entre a primeira e segunda oitava, na terceira parte estudamos a terceira oitava e por fim um apêndice com pontos básicos de como tocar flauta. 

Neste método a sonoridade deve estar ligada a musicalidade de forma muito intima.  O objetivo do estudo de sonoridade é melhorar o nosso som, deixando-o mais bonito, no entanto a sonoridade que encanta e emociona é mais do que um som limpo. O som precisa emocionar, precisa de algo especial, precisa ter propriedade das qualidades da sonoridade da flauta como cor, brilho,  pureza, volume, projeção  misturadas de forma muito intima a musicalidade. A musicalidade neste contexto apresentado é a expressão de sentimentos através da sua flauta. A musicalidade na flauta é feita por uma boa sonoridade, variações de dinâmica e os bons sentimentos do flautista.

Em PDF grátis  Clique aqui para download


2) Desenvolvendo a Sonoridade na Flauta por Theobald Boehm, o inventor da flauta

Theobald Boehm, o inventor da flauta moderna que usamos hoje, apresenta um forma de estudo de sonoridade em seu livro THE FLUTE AND FLUTE-PLAYING - IN ACOUSTICAL, TECHNICAL, AND ARTISTIC ASPECTS. Clique aqui ou acesse o link abaixo com as explicações e partitura.




3) De la Sonorité  de Marcel Moyse, primeira parte.

O método de Sonoridade de Marcel Moyse conhecido como De la Sonorité, é um dos estudos mais conhecidos. 

A primeira parte deste método irá ajudá-lo ter um só mais homogêneo entre os diferentes registros e as notas de difícil execução. 

Você deve executá-la na velocidade de 60 bpm e MF (meio-forte, forma natural de tocar) e em cada frase deve-se executar com uma coluna de ar constante, buscando a pureza do som e uma rigorosa afinação em cada nota. Na passagem de uma nota para outra não se deve martelar as notas, faça uma mudança suave.  É importantes observar que a qualidade do seu som depende de um lado, da posição dos lábios no bocal e, por outro lado, sobre a força e velocidade da coluna de ar.

Para estudar este livro, leia este artigo: Como estudar a Arte da Sonoridade de Marcel Moyse por Marcel Moyse 


Link para Compra:

Flute World https://www.fluteworld.com/On-Sonority--De-la-Sonorite-.html

SheetMusicPlus - www.sheetmusicplus.com/

Flute Center: https://www.flutesheetmusic.com/

Disponivel na Área Vip deste site Estudantes de Flauta


4) Dois excelentes livros de  Philippe Bernold, o primeiro chamado La Technique d'embouchure e segunda Le Souffle, Le Son (The Wind, The Sound). 

 La Technique d'embouchure de Philippe Bernold.
O método de Sonoridade de Philippe Bernold com titulo La Technique d'embouchure é fantástico, considero o melhor método para estudo de sonoridade. O método é eficiente e agradável de se estudar. Como todo estudo de sonoridade suas 218 lições são baseadas e notas longas, outras rápidas, escalas e intervalos. O livro contém 5 capitulo.

Link para Compra: http://www.di-arezzo.co.uk/sheet+music/classical+score/music+learning/sheet+music-for-flute/STRAV00002.html?aff=scores
Disponivel na Área Vip deste site Estudantes de Flauta

Le Souffle, Le Son (The Wind, The Sound) de Philippe Bernold

The Wind, the Sound" de Bernold é um livro que segue e expande a "Técnica da Embocadura" apresentado acima.

Philippe Bernold, professor de flauta no Conservatório Nacional de Música de Paris, propõe uma forma envolvente de novos exercícios baseados em repertório solo, música de câmara e excertos de orquestra, incluindo obras de Bach, Mozart, Bizet, Reinecke, Prokofiev, Debussy, Dutilleux. e Messiaen. Estes novos exercícios concentram-se na vocalização, no trabalho fundamental sobre a coluna de ar e na energia da respiração, e na melhoria do embelezamento e refinamento de frases através de harmônicos. A duração da respiração e o legato têm seus próprios capítulos focados, o que permite ao flautista desenvolver apoio e frases comparáveis ​​às dos cantores. A seção final lida com assuntos fundamentais como suporte, vibrato, movimento da mandíbula, timbre e nuances.

Link para Compra: https://www.justflutes.com/le-souffle-le-son-the-wind-product1395174.html#gref



5) Daily Warm Up Routine (excercicios para sonoridade) de Sir James Galway 
Sir James Galway, um dos maiores flautista do mundo, desenvolveu 4 exercicios para aquecimento da embocadura e para desenvolver sua sonoridade com uma rotina diária de estudo. 
Segue partitura e áudio no rodapé desta página ou Clique aqui.



6) The 28 Day Warm Up Book de Paul Edmund Davies


Paul Edmund Davies um grande flautista e professor,  desenvolvel este livro com proposta de 28 dias de estudos e a primeira parte do livro contém excelentes estudos para desenvolver a sonoridade.




Duas belas frases para refletir:

"Quando tocar [sua Flauta], você deve procurar ser feliz, e seu som deve ser ativo e positivo, irradiando uma energia positiva". Sir James Galway

 “A executar qualquer exercício, por mais difícil que seja, recorde sempre que antes de se preocupar com os dedos, se preocupe com a pureza do som e uma rigorosa afinação”.Taffabel & Gaubert

Sonoridade é um exercício devocional diário.

Subpáginas (1): Videoaulas de Sonoridade
ċ
Galway,Tones-exercicios.zip
(774k)
Nilson Mascolo Filho,
1 de set de 2010 04:23