* Yoga‎ > ‎

Yoga para Gestantes

Atenção específica para cada fase da gestação

Cada trimestre gestacional tem sua importância e especificidade. 
No primeiro trimestre, a mulher está se adaptando aos hormônios e à nova energia que está em transformação. É comum ter sensações de desconforto, mas direcionar a respiração da melhor forma, com movimentos adequados, ajudam a equilibrar esse período. 
No segundo trimestre, a gestante deve visitar uma sensação mais revigorante, pois as transformações são mais regulares e as práticas de estabilidade e expansão da energia através da respiração, auxiliam a manter a percepção do eixo e da consciência no bem estar. 
No último trimestre, as adaptações ao sobrepeso devem ser feitas da melhor forma para que a conexão com o bebê e o estado natural de tranquilidade façam parte desta reta final. Técnicas respiratórias e posturas pré parto também são abordadas, mas com a consciência de que o parto adequado é aquele que a gestante pode ter em segurança para ela e seu bebê. As práticas do Yoga preparam a mulher para uma gestação mais tranquila e consciente, o que favorece o parto. Esses são alguns dos benefícios do yoga na gestação e para a vida.
As aulas são direcionadas também para o equilíbrio da pressão arterial e outros casos específicos.
Os horários de aula para gestantes são então bastante flexíveis. Além das aulas propostas na tabela "Nossos Horários", que podem ser alteradas de acordo com a procura, oferecemos normalmente mais 5 possibilidades de acordo com a necessidade da gestante.
Cada gestação é única, é um momento para aprender a se conectar da melhor forma com o seu  bem estar, com o seu equilíbrio e com o bebê. Acessar a estabilidade interna e sair de estados de ansiedade podem garantir à futura mamãe, o caminho para uma gestação saudável.

 


Vídeo do YouTube




Vídeo do YouTube



Vídeo do YouTube



O Yoga na gestação: 

momento de se reconectar com a respiração, 


com as novas sensações, com o bebê.


Profª Cristiani Matsuoka



 


 O Yoga na sua essência e prática sugere a integração, a reconexão consigo mesmo em várias instâncias. Quando a mulher está gestando, seu corpo, suas sensações modificam para que ela se integre da melhor forma com seu novo momento de vida e com o ser que está evoluindo em seu ventre. Novos questionamentos surgem na mulher, novas prioridades começam a surgir, revelando a mãe que está se construindo de dentro para fora.


A prática consciente da respiração, de movimentos que conscientizem a futura mãe de sua nova condição, fazendo com que assimile da melhor forma o processo gestacional, prepara a mulher para a gestação, para a maternidade e porque não dizer, para a vida.


 Os Asanas(posturas) adaptados para cada período gestacional, preparando o corpo físico, energético e mental da futura mamãe, associados aos Pranayamas (controle da respiração para melhor assimilação do Prana ou energia vital) podem ser uma escolha consciente de integração mãe e bebê.


 A respiração é a condutora natural do Prana, já nascemos com esta habilidade de absorção de energia vital, mas com vários condicionamentos da mente e da vida atribulada, podemos nos esquecer. Talvez a gestação seja um momento de uma nova tomada de consciência do corpo, da mente e da nova energia que a mulher deve estabelecer consigo e com o ser que está gestando. 


 Dar a devida importância ao ato de respirar, aos novos sentimentos, pode ser uma ferramenta de segurança e bem estar fundamental para todo o processo gestacional: para a mãe e para o bebê, que pode perceber os estados internos de sua genitora ainda no útero.


 Yoga: Pratique esta ideia e traga novas percepções para você, educando-se para uma vida mais consciente e transferindo este conhecimento ao seu bebê, da melhor forma.



Namastê!


Cristiani Matsuoka


Professora de Yoga para gestantes




Exercícios de Yoga para gestantes

A gestante pode ter  muita energia, mas é preciso direcioná-la adequadamente às suas atividades. É comum, por exemplo, reter energia nos ombros e parte alta do corpo, gerando tensão. Desta forma a comunicação integral do corpo diminui, alterando a fluidez. Assim, a circulação no digestório  e a energia de sustentação na base da coluna e no baixo ventre, são prejudicados. 
RESPIRAR NO EIXO é sempre uma estratégia. Buscar inspirar e perceber que o ar entra e a energia se expande para o alto e, exalar sentindo que o ar sai e a energia aterra até o baixo ventre, é um exercício de yoga para gestantes bastante benéfico. É importante lembrar que o corpo físico modifica constantemente e a gestante precisa buscar seu eixo interno. 
É fundamental perceber que no yoga para grávidas, a adequação de posturas e a percepção da respiração é essencial. Fazer as práticas próximo à parede, como apoio, é uma escolha bastante eficiente para alguns exercícios. Expandir a coluna, criar espaços internos e consciência de alinhamento, são algumas das muitas possibilidades dessas práticas.

 

YOGA PARA GESTANTES: A Integração de todo o corpo com a gestação

Profª Cristiani Matsuoka



 


Os exercícios de Yoga na gestação podem favorecer muito a integração da mãe ao seu bebê, minimizando aflições físicas e emocionais. Quando a mulher está segura em construir um caminho saudável para o desenvolvimento de todo o processo gestacional, pode criar a certeza de fazer o seu possível para uma gestação harmoniosa, criando a sensação de tranquilidade necessária para ser transmitida ao seu bebê.


A base dessa prática é a respiração consciente que favorece a percepção mais coerente das sensações do corpo. Propiciar  um diálogo mais eficaz entre o centro do corpo "core" (onde seu bebê se desenvolve, juntamente com funcionamento de todo o seu sistema digestório), cabeça (centro nervoso e de intelecto) e membros (lembrando dos indesejáveis inchaços de mãos e pés), deve ser uma habilidade a desenvolver ou melhorar, durante a gestação. 


Movimentos associados à respiração consciente e técnicas respiratórias, favorecem essa comunicação, minimizando processos de travamento da respiração, ofegância, inchaços e falsas contrações.


É necessário que a gestante busque relaxar e perceber que a gestação não é um processo intelectual e se desenvolve em todo o corpo. Desta forma, a futura mamãe pode encontrar  seu equilíbrio e bem estar em todas as fases de transformação pelas quais ela e o bebê devem naturalmente passar.


A integração que as práticas do Yoga propiciam, podem fortalecer a mulher nesta trajetória da maternidade, minimizando assim, possíveis desconfortos do corpo em vários níveis.


Yoga: Pratique esta ideia sempre!


Profª Cristiani Matsuoka




.


Yoga para mamães e papais grávidos

Profª Cristiani Matsuoka



 

Durante a gestação, a mulher passa por diversas transformações e aos poucos vai se adaptando a cada uma delas, percebendo o desenvolver de seu processo gestacional, da melhor forma. O bebê cresce, se movimenta, de algum modo se comunica e a mãe, quanto mais consciente de  sua gestação, mais conectada ela fica com todo este evoluir da gestação e do bebê. Alguns desconfortos também podem aparecer, especialmente no último trimestre, quando o sobrepeso gera sensações de pressão e bloqueios no corpo da mulher. 


O pai sempre acompanha da melhor maneira, mas muitas vezes não sabe como auxiliar no processo gestacional. Tenta acompanhar os exames de rotina,vivencia movimentos do bebê, atua de modo a poupar a mãe no seu melhor, mas muitas vezes sente que poderia participar mais, sem saber como.


Nas práticas direcionadas  a “mamães e pais grávidos”, o casal aprende a respirar juntos, a entender e atuar em momentos de queda de pressão, inchaço excessivo, falsas contrações, etc. O futuro papai também aprende a apoiar a mãe em posturas (do Yoga) relaxantes e de ativação do corpo da mulher. Algumas técnicas de massagem também são ensinadas para serem aplicadas a qualquer momento e também no trabalho de parto.


São práticas muito especiais com base no Yoga, cuidadosamente selecionadas pela Profª Cristiani Matsuoka, que geram bem estar para os pais e bastante cumplicidade para o casal nesse momento tão singular e especial.


Yoga: geste essa ideia da melhor forma!



 


Informe-se e participe!





Dicas para gestantes praticantes de Yoga
Profª Cristiani Matsuoka
 

A coluna é nosso eixo central. Devemos sempre trazer atenção a ela durante nossas ações diárias para mantê-la alongada e com a musculatura de sustentação, firme.
Durante a gestação alteramos nosso eixo devido ao crescimento abdominal e expansão da bacia . A relação com a coluna deve ser então, ainda mais cuidadosa, especialmente no sobrepeso.
Para que este eixo fundamental de sustentação se mantenha saudável na gestação, devemos criar o hábito de acioná-la através de 8 movimentos básicos que a gestante deve fazer, de acordo com o período gestacional. Se você já é praticante, é só relembrar as posições e adequá-las ao seu dia a dia. Lembre-se de que sua prática deve ser segura e estável. É a mesma proposta que está sugerindo a sua coluna.

Esta  sequencia de movimentos auxilia o fortalecimento e liberação de tensões das suas costas, especialmente da coluna 


Sequencia da coluna:

Lembre-se sempre dos 8 movimentos básicos para uma coluna saudável. Eles acontecem em várias ações espontâneas de nosso corpo para que nos sintamos soltos e relaxados. São eles:


1.movimento de alongamento para o alto e para cima com o alongamento dos braços

2.movimento da coluna para trás na inspiração

3.alongamento para frente levando as mãos na parede (ângulo de 90o )

4.soltura do corpo para baixo com o arredondamento da coluna (a prática do marjariasana auxilia na posição 2 e 4, que podem ser complementares) 

5.movimento para o lado direito (aumento dos espaçamento entre as vértebras e costelas)

6.movimento para o lado esquerdo

7.torção ou rotação da coluna para o lado direito

8.torção ou rotação da coluna para o lado esquerdo


Lembre-se sempre de seu bem estar. Faça em casa o que já exercitou com segurança em sala de aula com o auxílio do professor. Tenha a parede como apoio e base para sua segurança ou pratique sentada. A respiração fluida é o guia da prática saudável.

Yoga: pratique esta ideia sempre, de modo saudável e consciente!
Namastê!
Profª Cristiani Matsuoka



Dica de Yoga para gestante

Profª Cristiani Matsuoka

                                                                                                                           
 A técnica de controle da respiração para favorecer a expansão da energia vital, conhecida como Bhramari Pranayama (respiração do zumbido da abelha) é bastante recomendada para minimizar o fluxo intenso de pensamentos, as agitações mentais. 
 Para as gestantes, que visitam estados de instabilidade hormonal e emocional, realizar esta prática com frequência, especialmente antes de dormir, auxilia imensamente a equilibrar seus pensamentos e sensações.
Indicamos aqui uma adaptação da técnica sugerida  por Swami Satyananda Saraswati (Bihar of School – India):
Sente-se confortavelmente, com a coluna ereta e as pernas entrecruzadas, ou uma em frente a outra, bem próximas ao períneo.
Regularize sua respiração, sentindo-a bem profunda e fluida. Em seguida, faça uma conchinha com as mãos, tampando os ouvidos e, na exalação, produza o som do zumbido da abelha de modo a esvaziar-se completamente de ar.
Busque certificar-se da fluidez de sua respiração e do posicionamento de sua coluna, para um melhor proveito da prática. 
Repita algumas vezes e sinta o efeito tranquilizador que você cria para você e consequentemente para o seu bebê.
Se tiver alguma dúvida, consulte um professor experiente. A prática eficiente é sempre aquela em que você faz com segurança para transmitir a você mesma a sensação de estabilidade, especialmente necessária nesta nova fase de vida.
Yoga: Exercite a consciência em você, de dentro para fora e geste com segurança.

Namastê!
Profª Cristiani Matsuoka





Dicas para gestantes e professores de Yoga
Profª Cristiani Matsuoka
A prática do Suryanamaskara (Saudação ao Sol) é bastante benéfica, pois dentre outros aspectos positivos, ela regulariza o sistema endócrino e traz disposição ao praticante.
É sabido que durante a gestação, a mulher aumenta a sensação de calor, o aquecimento corpóreo, pois o bebê se desenvolve na região do seu centro digestório. A prática desta sequencia solar, irá trazer movimento de energia em vários sentidos, mas com equilíbrio e direcionamento.
Variantes adaptadas para as gestantes especialmente com o apoio da parede são muito bem vindas.
No período do 4º ao 7º mês aproximadamente, traz muito vigor, bem estar e auxilia na reestruturação do eixo da mulher que é bastante mutável na gestação.
Alguns cuidados devem ser lembrados: as invertidas e semi invertidas podem trazer queda de pressão. Gestantes com tendência à pressão alta não devem praticar a Saudação ao Sol.
Gestação não é doença, mas requer um olhar especial, já que é uma fase única para a mulher, ainda que tenha outros filhos! Segurança e auto confiança devem sempre estar presentes na prática adaptada à gestante!
Namastê!

Boa Prática!

 

Dicas para gestantes e professores de Yoga
que atuam com mulheres neste período tão singular da vida!

Profª Cristiani Matsuoka


Cada trimestre gestacional tem sua importância e sua especificidade.
No primeiro trimestre, a mãe está se habituando aos hormônios da gravidez e ao novo ser que está se desenvolvendo dentro dela. No trimestre seguinte, que costuma ser do 4º ao final do 6º mês de gestação, a mãe deve estar mais disposta e revigorada e se trabalhar para isso. Sua feminilidade, sua relação com o corpo, mente e bebê devem ser bastante estreitados. A integração deve ser estimulada, em vários níveis. Os cuidados nesta fase com o bem estar e preparo para o sobre peso também devem ser evidenciados. Falar de parto, respiração pré parto é muito interessante para a gestante, mas deve ser um tema abordado no último trimestre, sem ansiedades...
Lembre-se: Parto bom é aquele que podemos ter com saúde e bem estar para a mãe e seu bebê. Nos preparamos para uma gestação equilibrada que é o caminho para um parto tranquilo...
A harmonia, a saúde física e mental devem guiar a mãe e o profissional durante todo o processo singular da gestação.
 

 
Dicas para gestantes praticantes de Yoga e para professores
Por: Profª Cristiani Matsuoka Praneshwari
A prática da respiração alternada, Nadishodhana pranayama, propicia equilíbrio e tranquilidade. Trazer consciência aos canais de fluxo energético através da prática deste pranayama pode ser bastante benéfico durante toda a gestação. É fantástico poder unir a energia da Lua (esquerda - Ida) à energia do Sol (direita - Pingala), em perfeita harmonia. Assim, sente-se e comece percebendo a sua coluna ereta e sentindo a sua respiração fluida e profunda.
Para iniciar a prática, certifique-se de que os ombros estão relaxados e que sua cabeça está no eixo do pescoço, bem voltada para frente. Com o polegar direito, tampe a narina correspondente e inspire pela esquerda; feche suavemente esta narina com os dedos anular e mínimo e exale tranquilamente pela narina direita. Inspire novamente pela narina direita, mantendo os dedos que tampam a esquerda e em seguida, libere esta narina, tampando a direita com o polegar e exalando.
Este é um ciclo da prática de Nadishodhana pranayama. Busque fazer vários ciclos, atenta a fluidez da sua respiração e a sua postura. Essa prática gera equilíbrio e tranquilidade.
O professor de Yoga para gestantes pode conduzir esse pranayama com variações e até mesmo deitada, com uma percepção mental. Independente da escolha da prática, deve promover um estado natural de bem estar e harmonia.

Se tiver dúvidas, consulte seu professor. Pratique o que for natural e tranquilo para você e sinta-se sempre segura na sua prática.


 
DICAS PARA GESTANTES E PROFESSORES DE YOGA
QUE ATUAM COM AS MULHERES NESTA FASE ESPECIAL
                                                                                                                                
 Por: Profª Cristiani Matsuoka Praneshwari
      

Sempre que pensarmos em atuar com Yoga para gestantes devemos lembrar de que é um período de grande oscilação hormonal, o que gera instabilidades em várias instâncias na gestante. Se ela busca esta prática, ela procura estabilidade, bem estar e muitas vezes uma conexão maior com o bebê.
No primeiro trimestre gestacional, a gestante tem uma bateria muito grande de hormônios e seu corpo se adapta ao estado gestacional. Seu cérebro cria uma sinapse de “corpo estranho” o que pode conjecturar sensações desagradáveis. Deste modo, NÃO pratique posturas ou pranayamas que enfatizem a região abdominal. Trabalhe de forma amena as posições de consciência na coluna, na respiração, no corpo como um todo, respeitando esta fase de adequação ao novo.
Busque pranayamas que tranquilizem e equilibrem. Se a gestante conectar-se com a respiração profunda, está ótimo. A consciência neste estado especial é fundamental para a praticante e para o professor.
Namastê!
Cristiani Matsuoka

 



Dicas de prática de Yoga para gestantes

Profª Cristiani Matsuoka
 
Todo o praticante deve sempre estar atento a sua respiração. A gestante, que está em um momento muito especial da sua vida e da relação com seu corpo, deve estar ainda mais atenta. Se a reapiração da praticante estiver fluida, ela pode tentar técnicas mais específicas para aquietar a mente e expandir sua consciência através de sua respiração.
Respiração ritmada – Pode acontecer em 4 tempos respiratórios: inspiração, retenção dos pulmões cheios, exalação, retenção dos pulmões vazios. Para cada tempo respiratório você deve cronometrar o mesmo espaço temporal em segundos ou tempos. Ex: Inspire conte 3 segundos ou tempos, retenha conte 3, exale conte 3 e retenha os pulmões vazios por 3 segundos ou tempos. Faça este pranayama com a coluna ereta, se preferir, trabalhe com algum movimento do copo para aumentar a sua consciência em seu alongamento. A praticante pode, por exemplo, fazer movimentos com a cabeça. se se sentir segura, enquanto pratica este pranayama.
Pratique sempre o que você sente que está contribuindo para o seu bem estar. Busque sempre seu estado natural de tranquilidade. Lembre-se sempre de que as técnicas devem levar você a este estado ou expandi-lo.

Boa prática!
Namastê!
Cris Matsuoka

 



Dicas para a gestante que busca praticar diariamente

Profª Cristiani Matsuoka
 
 
Esteja sempre atenta a sua respiração. Ela deve ser fluida, sem ofegância ou travamentos. Lembre-se de que é a sua ferramenta de bem estar e seu termômetro. Respiração fluida é sinônimo de tranquilidade e bem estar em todo o corpo; do contrário, você pode não estar circulando energia e fluidos internos da melhor forma.
Faça a respiração completa sentada confortavelmente com os olhos fechados e observe como está respirando. Sinta ainda que levando a intenção de respiração até o umbigo, o seu bebê está sendo melhor alimentado de energia e bem estar.
Caso você perceba pontos de travamento, faça sequências de respiração que você possa exalar pela boca, com a língua bem expandida: pranayamas desbloqueadores.
A respiração associada a postura do gato (Marjariasana) também é muito bem vinda se você não estiver no final na gestação. Vai favorecer a liberação da coluna e dos órgãos internos do abdome. Esta postura de quatro apoios deve ser praticada com a intenção de expansão e liberação de espaços internos.
Lembre-se sempre de que onde vai o seu foco, vai a sua energia!
Pratique somente o que você de fato se sente segura em fazer, para de fato gerar mais bem estar e auto confiança!
 
Respire sempre com consciência! Viva melhor este momento tão especial na sua vida!
 
Boa prática!
Namastê!
Cris Matsuoka



 

Yoga para Gestantes

A gestação é sinônimo de novas descobertas sobre o próprio corpo e de transformações e amadurecimento da mulher e do bebê que está se desenvolvendo dentro dela. É um momento único que pode trazer à tona o prazer, a força e a feminilidade da mulher e também as suas fragilidades.
Durante os nove meses de gestação o corpo da mulher tem de se adaptar a grandes transformações fisiológicas e emocionais que afetam todos os órgãos internos. No início da gravidez é comum sentir cansaço e mal-estares corriqueiros em função das mudanças hormonais, mas superada esta fase, uma nova vitalidade e disposição deve estreitar a relação mãe-bebê. Buscar, então, formas de relaxar o corpo e a mente, de respirar e se nutrir com consciência, procurando interiorizar-se e conectar-se com o bebê, como modo de gestar com prazer e saúde, pode ser um caminho para uma gestação mais saudável.
O Yoga que busca reunir harmoniosamente o seu interior com o corpo físico, mental e emocional é, certamente, um instrumento eficaz para o equilíbrio, a segurança e o relaxamento que a gestante e seu bebê precisam para um desenvolvimento natural e tranquilo. Através de exercícios de respiração e posturas do Yoga adaptadas às necessidades do corpo em transformação da gestante, essa conexão harmoniosa acontece de maneira espontânea e gradativa. São práticas acessíveis a todas as gestantes mesmo que não tenham praticado Yoga ou que façam uma atividade física regular. As aulas são programadas para se ajustar a cada fase e necessidade particular da praticante. Assim, de acordo com o período gestacional, são formados grupos com no máximo três futuras mamães, com algumas aulas também abertas aos futuros papais.
Desconfortos na coluna, cãibras, inchaço, prisão de ventre, tensões pelo corpo podem fazer parte do processo gestacional, mas podem ser evitados ou amenizados através de atividades físicas e respiratórias com base no yoga. A gestante deve ter a consciência de que se o seu corpo está relaxado, as tensões diminuem e a sua postura melhora; se as articulações e os músculos do corpo são devidamente trabalhados, diminuirá a rigidez do corpo, dando-lhe maior flexibilidade e maior sustentação; se cultivar o equilíbrio do corpo e da mente, garantirá o bem-estar e a segurança para si e para o bebê.

Durante a gestação, a mulher não precisa aderir a uma maneira específica de pensar ou a um tratamento rígido, mas precisa ter a habilidade de modificar algumas atitudes óbvias intelectualmente, parando para ouvir o seu corpo e estando atenta às respostas do seu eu interior e exterior, para que esta consciência se reflita em suas ações diárias, ainda que ela tenha um dia a dia agitado. Se as gestantes conseguirem entrar em contato com esta realidade, com certeza estarão em harmonia consigo e com o seu bebê, respeitando-se e cuidando com carinho de sua gestação. Mesmo com uma rotina agitada, a gestante deve buscar primeiro dentro de si um tempo para relaxar e fazer contato com o seu interior e depois, levar este estado de consciência para a sua vida. O yoga pode ser um veículo para este auto-conhecimento e para esta busca, em especial, num momento tão singular que é a gestação.



Poder se dedicar de alguma forma à gravidez e a seus milagres, respeitando e aceitando o seu corpo e suas modificações, ouvir o seu bebê e sua comunicação sutil, subtraindo a agitação do mundo exterior por alguns instantes, é um presente que o Yoga poderá oferecer às gestantes que fizerem esta escolha.

O Espaço Chidananda oferece aulas regulares de Yoga para gestantes, preparadas e ministradas pela Profa Cristiani Matsuoka. Consiste numa programação elaborada para cada fase da gestação até o parto.

Comments