Página inicial‎ > ‎

The Love Boat

Texto em português - Tradução Daniel Pérola
 
 
 

 || Home ||

 

 

The Love Boat

 

 

Daniel Pérola foi o Pianista

na temporada 2007/2008 do

Transatlântico Pacific no Brasil, na Rota

Recife/Natal/Fortaleza/Fernando de Noronha,

que foi a última, antes de ir para a Doca Seca para reparos.

Foi o navio em que foram feitas as filmagens da famosa

série de TV “The Love Boat”.

 

 

 

O Pianista e o grande Comandante António Pata, um dos melhores da frota ocidental

 

  

 

 

Vista da piscina na Cobertura

 

 

 

 

The Love Boat

 

Formato

Comédia Sitcom

Criado por

Jeraldine Saunders

Desenvolvido por

W.L. Barnes

Estrelado por

Gavin MacLeod
Bernie Kopell
Fred Grandy
Ted Lange
Lauren Tewes
Jill Whelan
Ted McGinley

Tema de abertura

"The Love Boat" by Jack Jones

País de origem

United States

Número de seções

9 + 4 sespeciais

Número de episódios

249

Produção

Tempo de rodagem

52 minutes

Rede

Canal original

ABC

Rodado orginalmente

24 de Setembro  de 1977 a  24 de Maio de  1986

 

 

 

The Love Boat

 

The Love Boat (simplesmente Love Boat, na sua última temporada) é uma série televisiva americana (American television series) desenvolvida em um navio de cruzeiro (cruise ship), que foi ao ar pela  ABC Television Network em 24 de setembro de 1977 até 24 de maio, 1986. O espetáculo estrelado por Gavin MacLeod como o capitão do navio, que encoraja seus passageiros a encontrar romance. Era parte da noite da ABC, sábado. Juntamente com a Ilha da Fantasia (Fantasy Island), até o último episódio em 1984.

O filme original de 1976 feito para TV (1976 made-for-TV movie) em que o show foi feito, também intitulado The Love Boat, foi baseado no livro de não-ficção The Boats Love por Jeraldine Saunders, na vida real de um diretor de cruzeiro. Mais dois filmes de TV (intitulado The Love Boat II e The New Love Boat, respectivamente), iria ao ar antes que a série começou a ser apresentada.

O produtor executivo da série foi Aaron Spelling, que produziu várias séries de sucesso para o ABC de 1960 a 1980 (1960s to the 1980s).

O seriado era rodado geralmente a bordo de um navio de cruzeiros chamado Pacific Princess, cujos passageiros e a tripulação tiveram aventuras românticas e engraçadas a cada semana. Outros navios utilizados foram irmão gêmeo Island Princess, o Stella Solaris (para um cruzeiro no  Mediterraneo), Pearl of Scandinavia (para um cruzeiro chinês), o Royal Viking Sky  (para cruzeiros na Europa) e do Royal Princess (para um cruzeiro pelo Caribe) (Caribbean cruise). Em 1981, a P & O Cruises 'MV Princess Sea também foi utilizado para um episódio especial de longa metragem chamado "Julie's Wedding', em conjunto e em torno da Austrália estrelado por Lloyd Bridges, Katherine Helmond, Henry Morgan, Patrick Duffy e Anthony Andrews, entre outros.

Os atores de séries MacLeod, Bernie Kopell, e Ted Lange são os únicos  do elenco que  aparecem em cada episódio da série regular, incluindo três últimos  filmes de 2 horas feito para televisão, e permaneceram durante toda apresentação da série. MacLeod não foi o capitão nos dois primeiros filmes para a TV. Somos informados em Love Boat II, que Gopher, Doc, Isaque, e o capitão serviram juntos no Vietnã, mas nenhuma referência a isso foi feita novamente. No entanto, quando o personagem de McLeod foi introduzido, não houve menção de ele ser "o novo capitão." Embora a Grandy foi dada uma aparição em cada episódio e permaneceu durante o funcionamento inteiro, ele perdeu o último dos três filmes de duas horas feito para televisão (made-for-TV movies)

A longa série de TV finalmente foi cancelada em 1986 (com exceção dos três últimos filmes feitos para TV (made-for-TV movies)), não só por causa da baixa audiência, mas devido ao fato de que o ator Grandy queria deixar a série para trabalhar como um Congressista do Partido Republicano (Congressman for the Republican Party), em sua Iowa natal, que ele ganhou com sucesso e serviu quatro mandatos para o Congresso, apenas um ano após o cancelamento do show. Após o cancelamento do show, o espetáculo tornou-se imensamente popular nas reapresentações, tanto na venda de direitos e na Tv a Cabo (TV Land).

Elenco

• Gavin MacLeod - Captain Merrill Stubing, "Your Captain" - também teve pai Capitão Stubing, sob o nome de OD      Warbux, em 2 episódios, assim como o irmão Capitão Stubing, sob o nome Sonny Wilde
• Bernie Kopell - Dr. Adam "Doc" Bricker, "doutor do seu navio"
• Fred Grandy - Burl "Gopher" Smith, "Seu Caixa” “Secretário do Tesouro”
• Ted Lange - Bartender Isaac Washington, "Seu Barman"
• Lauren Tewes - Cruise Director Julie McCoy, "Seu Diretor de Cruzeiro" (1977-84)
• Jill Whelan - Vicki Stubing, filha do Capitão (1979-86)
• Ted McGinley - Ashley "Ace" Covington Evans "Fotógrafo do seu navio" (1984-86)
• Pat Klous - Judy McCoy, irmã de Julie e sua sucessora como diretora de cruzeiro (1984-86)

A atração da série 'estava no elenco de atores bem conhecidos nos papéis de convidados especiais, com muitas estrelas de cinema famosos do passado fazendo raras aparições na televisão. Embora não tenha sido a primeira série a usar o formato antológico de Cast de grandes estrelas - (Love, American Style),  utilizou o mesmo dispositivo sete anos antes - Love Boat aperfeiçoou o gênero e mostra no futuro um estilo semelhante (Supertrain e Masquerade para citar duas) que foram inevitavelmente comparados a Love Boat.
Outras informações: Lista das estrelas convidadas Love Boat (
List of The Love Boat guest stars)

Tema musical

A música-tema The Love Boat era cantada por Jack Jones (exceto para a temporada passada, onde uma versão cover (cover version) de Dionne Warwick foi utilizada). A letra foi escrita por Paul Williams, com música de Charles Fox. A canção já foi gravada e lançada comercialmente por Charo em 1978 e Amanda Lear, em 2001. Dave Grohl e Chris Moyles cantaram uma versão cômica da música tema da apresentação de Dave Grohl em 2009 no The Chris Moyles Show.

Som de risos de platéia

A série também foi distinguida como sendo uma das poucas longas de série já feitos para a televisão norte-americana que usou uma faixa de risos (Eight is Enough, comédia na mesma rede e produzida ao mesmo tempo, sendo mais um exemplo).

Formato do programa

Outro aspecto original de The Love Boat foi seu formato. Cada episódio continha várias histórias simultâneas, cada uma escrita por um conjunto diferente de escritores. Cada conjunto de escritores trabalhou em um grupo de estrelas convidadas e suas histórias da semana. Como resultado disto, episódios acabaram com títulos deselegantes como "Disco Baby / Alias, Poor Dwyer / Depois da Guerra / Bilhete de viajem / Itsy Bitsy: Part 1". Isto também levou a erros de continuidade notória, principalmente em equipamentos de Julie durante o embarque e desembarque, que eram muitas vezes incompatíveis entre as linhas de história.

Havia geralmente três histórias. Não havia um padrão para as três histórias: uma história centrada em torno de um membro da tripulação, um segundo enredo que muitas vezes se concentrava em um membro da tripulação de interagir com um passageiro, e a terceira história era mais centrada em torno de um passageiro (ou um grupo de passageiros). Além disso, as três histórias geralmente seguiam um padrão temático semelhante: Uma história (normalmente um da tripulação) estava sempre a frente da comédia. A segunda iria seguir normalmente mais de um formato de comédia romântica (com apenas ocasionais elementos dramáticos). O terceiro argumento normalmente seria o mais dramático dos três, muitas vezes oferecendo poucos (se houvesse) risos e um tom muito mais grave.

O Show dividia muito o mesmo tipo de  premissa do sucesso dos anos 1956-60 The Gale Storm Show (também conhecido como Oh! Susanna).

Sequências e programas derivados

• Um filme de TV, The Love Boat: A Valentine Voyage, seguido em 1990  na rede CBS, quatro anos após o show foi cancelado.
• Uma segunda série de TV,
The Love Boat: The Next Wave exibido em rede da antiga UPN  (actual rede The CW) de 1998 a 1999. Foi estrelado por Robert Urich como Capitão Jim Kennedy, um oficial aposentado da Marinha  (U.S. Navy) como o diretor de cruzeiro. Vários membros convidados do show original foram reunidos em um  episódio temático, onde foi revelado que Julie e Doc tinham estado juntos o tempo todo.
• Na Alemanha, a série de TV
Das Traumschiff começou em 1981  como uma versão alemã do The Love Boat. Foi ao ar como um especial de  90 minutos em vez de uma base semanal, tradicionalmente com um episódio transmitido a cada 26 de dezembro (Boxing Day)  e Dia de Ano Novo na rede ZDF. Em 2005, o episódio 50º foi ao ar. Ao contrário da série original americana, todos os episódios de Das Traumschiff foram inteiramente rodados em locação, a bordo de navios e dos portos de escalas dos navios. Nenhuma cena nunca foi filmada em um estúdio de televisão. Devido a este estilo de produção abundante, cada temporada é constituída por apenas quatro a seis episódios. Os navios utilizados para a série foram Vistafjord MS (1 ª temporada: 1981/1982), MS Astor (2 temporada: 1983/1984), MS Berlim (3a temporada de 10: 1986 - 1998) e MS Deutschland temporada (11 º até o presente, 1999).
• Um episódio de outra série 1979 Aaron Spelling,
Charlie's Angels, teve personagens que mostravam a tentativa de recuperar uma estátua roubada enquanto a bordo do Pacific Princess em um Cruzeiro pelo Caribe. Todos os frequentadores do Love Boat tiveram aparições no episódio do cruzeiro.
• O episódio em duas partes de 1997 da comédia
Martin  tinha os principais personagens indo em um Cruzeiro ao  encontro de Isaac, Julie, DOC e Vicki

Outras apresentações

A ABC também exibiu reprises do show em sua programação diurna das 11:00 ao meio-dia (10-11 Central) de 30 de junho de 1980 a 24 de junho de 1983 (com excepção de 15 de junho de 1981 a 11 de setembro de 1981 quando uma série de reprises “sem intervalos” de Three's Company foi exibido em seu lugar).

Lançamentos DVD
CBS DVD (distribuído pela Paramount) lançou as Temporadas 1 e 2 do The Love Boat em quatro conjuntos de volumes.

DVD - Nome

Ep

Data de lançamento

Informações adicionais

Temporada 1, Volume 1

12

4  de Março, 2008

  • Sem bônus

Temporada 1, Volume 2

12

12 de Agosto, 2008

  • The New Love Boat (filme de TV piloto)

Temporada 2, Volume 1

13

27 de Janeiro, 2009

  • Sem bônus

Temporada 2, Volume 2

12

4 de Agosto, 2009

  • Sem bônus

 

Internacional

 

País

Título

Transmissão

Redes

Notas

Finland

Lemmenlaiva
(Ship of love)

Legendado

MTV3

 

Sweden

Kärlek ombord
(Love on board)

Legendado

TV4

 

France

La croisière s'amuse
(the cruise is having fun)

Dubbed

FR3

A trilha de riso foi omitida na sincronização do francês que fez essa novela romântica parecer como uma série ao invés de uma comédia.

Germany

Love Boat

Dubbed

Sat.1
Tele 5
9Live
Premiere (pay television network) and Anixe

O show foi exibido originalmente no Sat.1 e posteriormente no Tele 5, 9Live, Premiere (pay television network) and Anixe.
Também a trilha do riso foi omitida.

Italy

Love Boat

Dublado

Canale 5

Também a trilha do riso foi omitida.

Netherlands

The Love Boat

Legendado

VARA

 

Poland

Statek miłości
(The Love Boat)

Dublado

TVP2

 

Portugal

Barco do Amor
(The Love Boat)

Legendado

RTP 1 (primeira apresentação) nos anos  1980
RTP 2 (reapresentação) nos anos  1980
e mais tarde nos anos  1990 com possibilidade de escolha dos programas por votação por telefone Agora Escolha
Sic Gold (reapresentações)
Sic Comédia (reapresentações)

 

Spain

Vacaciones en el mar
(Sea Holidays)

Dublado

Televisión Española (primeira apresentação)
Telecinco (reapresentações)

* Na América Latina foi conhecido como "El Crucero del Amor", dublado

Turkey

Aşk Gemisi
(The Love Boat)

Dublado

TRT 1 (primeira apresentação)
Show TV (reapresentações)

 

Cyprus

To ploio tis agapis
(The Ship of love)

Legendado

CyBC

 

South Africa

Die Plesierboot
(The Pleasure boat)

Dublado em Afrikaans

TV2

 

Israel

ספינת האהבה
(The Love Boat)

 

 

 

 
Pacific em Fernando de Noronha - Brasil - Temporada 2007/2008
 

MS Pacific é um navio de cruzeiro (cruise ship) de propriedade e operado pela Viagens CVC baseada no Brasil (Brazil). Ele foi construído em 1971 por Nordseewerke, Emden, Germany, na Alemanha como Sea Venture para Flagship Cruises. A empresa operou cruzeiros entre o E.U.A. e Bermuda, tendo sido estabelecida pelos sucessores do original Sea Venture. Entre 1975 e 2002, ele navegou para a Princess Cruises como Pacific Princess, famosa por aparecer na comédia romântica The Love Boat.
Entre abril e outubro de 2008 o Pacific foi afretado a Quail Cruises empresa recém-criada para operar os cruzeiros de Valencia, Spain.

História

O navio começou a operar em 1971 com a Flagship Cruises, sob o nome de Sea Venture. Em abril de 1975 ele foi vendido para a P&O Princess Cruises recém-adquirida junto com navio irmão Island Venture. Os dois foram renomeados Pacific Princess e Island Princess, este último agora operando como o Discovery.

Princess Cruises concordaram em ter seus navios de cruzeiros como destaque na comédia romântica de televisão (television) The Love Boat, que estreou em 1977. O navio manchete em quase todos os episódios da série (que foi filmado principalmente em cenários em um estúdio de produção) foi Pacific Princess, embora outros navios também apareceram, inclusive Island Princess. O termo "Love Boat" foi amplamente utilizado pela Princess Cruises em sua comercialização, e tornou-se sinônimo do Pacific Princess. O sucesso do otimista programa de televisão, que permaneceu no ar até 1986, é largamente creditado ao aumento na popularidade das viagens de navios de cruzeiros (cruise ship) na América do Norte North America.

Em 1998, o Pacific Princess foi apreendido pela polícia em Piraeus, na Grécia (Greece), depois de 25 kg de heroína (heroin) ter sido encontrado a bordo, contrabandeados por dois homens da tripulação filipina (Filipino). De acordo com fontes policiais citadas (police) na reportagem da BBC  na época, não havia provas de que o navio havia se tornado uma ferramenta importante para traficantes de drogas (drug smugglers) na região do Mediterrâneo (Mediterranean).

O Pacific Princess foi vendido em 2001, mas foi retro-alugado e continuou a funcionar como parte da frota da Princess até 2002, quando o antigo Renaissance Cruises R3 substituiu e tomou o nome dele. O Pacific Princess fez a sua última viagem com a Princess Cruises em Outubro / Novembro de 2002, partindo de New York City para Rome, Italy. Ela então começou a operar para a Pullmantur Cruises da Espanha (Spain) como Pacific, navegando no Caribe (Caribbean). Pacific é atualmente operado pela CVC no Brasil (Brazil) durante o verão do Hemisfério Sul e por Quail Cruises em Espanha (Spain) durante o verão do Hemisfério Norte. Segundo o blog da indústria de navios de cruzeiro Pacific MaritimeMatters o Pacific Princess foi apreendido pela Guarda Costeira italiana por causa de um projeto de reparos devidos ao Estaleiro San Giorgio di Porto. A dívida é muito menor do que o relatado, no entanto, e não tem nada a ver com os atuais proprietários do navio.

Estatísticas

O Pacifc tem 168.8m de comprimento e 24.7M de largura e foi construída pela Nordseewerke, Germany. Ele é propulsionado por quatro motores diesel de média velocidade Fiat diesel engines, com uma potência combinada de 18.000 cavalos de potência (horsepower). Os motores tem engates (clutched) individuais e são colocados em pares para cada um dos dois eixos que levam hélices (propellers) de passo controlável. Isso permite que um ou mais motores seja engrenado ou desengrenado conforme necessário. O Pacific Princess tem 20.636 toneladas GRT  de arqueação bruta e leva 646 passageiros a uma velocidade máxima de 21,5 nós, e 20 nós de cruzeiro. No Pacific, sua capacidade foi aumentada para 780 passageiros e velocidade de cruzeiro reduzida para 18 nós. O País de registro é Bahamas.

Carreira

 

Nome:

1971—1975: Sea Venture
1975—2002: Pacific Princess
2002—present: Pacific

Proprietários:

1971—1975: Flagship Cruises
1975—2002: Princess Cruises
2002—present: Viagens CVC

Operadores:

1971—1975: Flagship Cruises
1975—2002: Princess Cruises
2002—2008: Pullmantur Cruises/Viagens CVC
2008: Quail Cruises

Porto de registro:

1971—1975: Oslo, Norway
1975—2002:
London, United Kingdom
2002—present:
Nassau, Bahamas

Estaleiro:

Nordseewerke, Emden, Germany

Custo:

$25 million

Área:

411

Laçado:

9 de Maio de 1970

Batizado:

14 de Maio de 1971

Adquirido:

14 de Maio de 1971

Viagem inaugural:

8 de Maio de 1971[1]

Em serviço:

Junho de 1971[1]

Identificação:

IMO 7018563

Status:

Em serviço

Características Gerais (quando construído)

Classe:

Navio de Passageiros transoceânico (cruise ship)

Tonelagem:

19,903 GRT

Deslocamento:

3390 DWT

Comprimento:

167.74 m (550 ft 4 in)

Largura:

24.59 m (80 ft 8 in)

Calado:

7.40 m (24 ft 3 in)

Potência:

4 motores diesel × Fiat C420,10SS
combinado: 13240 kW

Propulsores:

2 Hérlices

Velocidade:

20 kn (nós) (37.04 km/h) (velocidade de serviço)[3]
21.5 kn (39.82 km/h) (velocidade máxima)

Capacidade:

626 passengers

Características Gerais  (como Pacific)[2]

Classe:

Navio de Passageiros transoceânico (cruise ship)

Tonelagem:

20,636 GT

Andares:

8

Capacidade:

640 passageiros (beliches inferiores)
750 (todos os beliches)

Tripulação:

350

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Comments