A origem do Futebol


   Charles Miller, um paulista, filho de inglês, quando regressou na Inglaterra, onde estudava, trouxe para o Brasil todas as bolas e regras que diziam respeito ao futebol. Em poucos dias, depois de sua chegada em São Paulo, reuniu jovens associados da Companhia de Gás, da São Paulo Railway e do London Bank, quase todos ingleses, e deu início à prática do futebol no Brasil. No dia 14 de Abril de 1895, se realizou o primeiro treino, na Várzea do Gasômetro, na Chácara Dulley, situada entre os bairros da Luz e do Bom Retiro. Nesse dia, Charles Miller organizou uma partida entre o The of Team Gaz e o The S. P. Railway, vencido pelo último por 4x2.

 

 Em 1896, um grupo de ingleses fundou o São Paulo Atletic Club, e o futebol passou a ser praticado por seus associados. Como não havia outros clube, o futebol não se desenvolveu. Somente a partir do dia 13 de fevereiro de 1896, com a vinda do alemão Hans Nobbing, que tinha uma enorme paixão pelo futebol; ele ajudaria muito Charles Miller a desenvolver o novo esporte. Hans Nobbing que foi considerado o segundo incentivador do futebol no Brasil, veio de Hamburgo na Alemanha. Hans também trouxe para o Brasil uma bola e os estatutos do Deutschland S. V., da sua cidade em Hamburgo. Em 1898, os estudantes do Mackenzie College fundaram a Associação Atletica Mackenzie College. Em 1899, a colônia alemã, orientada por Hans Nobbing fundou o Germania. Esses dois clubes disputariam mais tarde os campeonatos paulistas e eram grandes forças do futebol brasileiro. 

 

 Em 1900, também regressando da Europa, vindo da Suiça, onde estudava, Oscar Cox, levou o futebol para o Rio de Janeiro. Existiam três clubes - Payssandu, Rio Cricket e Rio Team - mas nenhum praticava o novo esporte. Rio Cricket e Rio Team, praticavam ginástica, regatas e boliche. Os primeiros treinamentos foram realizados com esses clubes, mas sem nenhuma atração.

 
 O futebol, no início do século, era jogado por brancos e filhos das melhores famílias da sociedade. Dessa forma, estudantes das Faculdades e Academias começaram a ter gosto pelo novo esporte, que acabou se projetando em todo o Brasil.  

 No dia 19 de dezembro de 1901, foi fundada a Liga Paulista de Foot ball, que patrocinou o primeiro campeonato oficial no Brasil, o campeonato paulista com os clubes da capital em 1902. O campeão foi o São Paulo Atletic Clube, onde jogava Charles Miller. Na decisão, o São Paulo venceu o Paulistano por 2x1, além dos dois clubes citados, jogaram o Mackenzie, o Germania e o Internacional. O campeão recebeu a taça Antonio Cassemiro da Costa. O campeão três anos consecutivos ficaria de posse definitiva da Taça. A façanha coube ao São Paulo Atletic Clube, que ganhou os campeonatos de 1902/1903/1904. O primeiro jogo oficial pelo campeonato de 1902, foi Mackenzie 2 x Germania 1. A partida se realizou no Parque Antártica, na época, campo do Germania, no dia 3 de Maio de 1902. O Mackenzie formado por alunos do Colégio Mackenzie e o Germania formado por jogadores da colônia alemã. Os jogadores do Germania jogaram com gravatas brancas em seu uniforme. Foi nesses jogo que se tirou a primeira fotografia de um time de futebol no Brasil, com uma máquina movida a magnésio. O autor do primeiro gol oficial no Brasil foi Mário Eppingaus do Mackenzie. O artilheiro do primeiro campeonato foi Charles Miller, com dez gols. 

 

 

Associação Athletica do Mackenzie College - Os alunos e professores do Mackenzie decidiram chutar a bola de basquete, resolveram também fundar um clube dedicado especificamente ao futebol. Assim surgiu, em 1898, o primeiro clube de brasileiros e para brasileiros. Apesar de vitórias esporádicas, o Mackenzie nunca foi campeão de nada. O uniforme do time era camisa vermelha, calção e gravata brancos.

 

 O Velódromo Paulistano, foi construído em 1875, para corridas de ciclismo. Em 1902, foi reformado para ser um campo de futebol, se transformando no primeiro estádio de futebol no Brasil, sendo palco de memoráveis jogos.

 

 

Imagem de 1902 - Campo do Velódromo, na Rua da Consolação - São Paulo

Antonio Casemiro da Costa, foi outro brasileiro, que vindo da Suiça, ajudou Charles Miller e Hans Nobbing a desenvolver o futebol no Brasil. Radicado em São Paulo, Casemiro fundou a primeira Liga - A Liga Paulista de Foot Ball.Tornou-se, ainda, o primeiro grande capitão de um time, o Sport Club Internacional, e foi o idealizador de entregar aos clubes campeões uma Taça. Fora do campo foi um grande defensor da disciplina, das leis e regulamentos, dentro do campo, um atleta leal e respeitador. A primeira Liga nasceu de sua inspiração, no dia 14 de dezembro de 1901, na Rua São Bento, n° 03, sala 1, em São Paulo. Cinco dias depois da primeira reunião, foi fundada a Liga. Por aclamação, Casemiro seria seu primeiro presidente. Ficou acertado que a Liga iria sobreviver com parte dos lucros dos ingressos vendidos para os jogos, cujos preços ficou assim acertado, para arquibancada dois mil réis, para geral mil réis. 50% seria para a Liga e os outros 50% para os clubes que disputarem a partida.

 

  No Rio de Janeiro, por iniciativa de Oscar Cox, foi realizada a primeira partida entre brasileiros e membros da colônia inglesa. Jogo realizado o dia 01 de Agosto de 1901, no campo do Rio Cricket e teve a presença de apenas quinze pessoas. A partir deste jogo, Oscar Cox, ficou entusiasmado e passou a se corresponder com Renê Vanorden do Internacional de São Paulo, além deCharles Miller e Cassemiro Costa, para a realização do primeiro jogo entre cariocas e paulistas. Este jogou veio a acontecer no dia 19 de Outubro de 1901, no campo de São Paulo Atletic. Na véspera do jogo, os cariocas viajaram de trem para São Paulo e cada jogador pagou sua passagem. Dois dias antes do embarque, Oscar Cox consultou os dirigentes da Estrada de Ferro Central do Brasil sob a possibilidade da delegação carioca viajar de cortesia, ou, pelo menos, merecer um abatimento no preço das passagens. A resposta foi a seguinte “A Estrada de Ferro não foi feita para passeios de malandros e desocupados”.  A partida terminou em 1x1 e os times foram assim: Cariocas com jaquetas brancas e calções pretos - Shubach. M, Frias e L. Nobrega, Oscar Cox,  Wright e Mc. Collock, F. Walter, Hoaracio Santos, Julio Moraes, E. Moraes e Felix Frias; Os paulistas, com jaquetas azuis e pretas, calções pretos foram com Holland, Belfort Duarte e Hans Nobilling, Vanorden, Jeffery e Muss, Ibãnez Sales, Boyes, Cassemiro da Costa, Charles Miller e Alicio de carvalho. O árbítro foi o senhor Lamont. No dia seguinte, um novo jogo aconteceu e novamente outro empate: 2x2. Os mesmos jogadores e o mesmo juiz. Conforme estava programado, depois do jogo, os paulistas ofereceram um grande banquete a delegação carioca, no Rotisserie Sport, com distribuição de brindes e inflamados discursos pelo grande feito, tendo como oradores Oscar Cox e Charles Miller. Assim começou o intercâmbio entre cariocas e paulistas.

 

 Surgem as primeiras notícias nos jornais. A respeito desse acontecimento, o Jornal do Brasil, de 21 de Outubro de 1901, anunciava: “O match de foot-ball ficou empatado novamente, sem que nenhum dos lados fizesse ponto algum “. O jornal “O Comercio”, do dia 17 de Outubro, publicou o seguinte: “Foot Ball. No sábado a tarde, 19, e no domingo de manhã, se realizarão dois matchs nesta cidade, entre rapazes dos clubes daqui e os do Rio, que para esse fim vieram a esta capital especialmente.

 
 

 
 

ShootFussball e Dupont. Estas eram as marcas das primeiras bolas que chegaram no Brasil. Seus donos eram rapazes de fino trato que haviam estudado na Europa, onde aprenderam a jogar o futebol. As pioneiras, Shoot vieram da Inglaterra, trazidas pelo brasileiro de ascendência inglesa Charles Miller, no ano de 1894 - cinco (05) anos após a Proclamação da República e seis (06) depois da Princesa Isabel ter promulgado a Lei Áurea -. Já a Fussball foi trazida da Alemanha por Hans Nobiling. Finalmente aDupont encomendada por Oscar Cox a um amigo que viajou à Suíça.
 Todas eram muito parecidas entre si, mas bem diferentes das bolas de hoje. Tinham uma abertura por onde entrava uma câmara inflável de borracha. O principal problema surgia na hora de cabecear, quando o cadarço que amarrava a fenda podia machucar as cabeças menos protegidas, Daí o hábito de muitos jogadores usarem uma touquinha.
 No inicio do futebol brasileiro, para suprir a demanda cada vez maior, a saída foi importar pelotas inglesas.A mais procurada era a McGregor. Mas não tardou para que um artesão chamado Caetano começasse a fabricar as primeiras bolas nacionais na sua sapataria da Rua Ipiranga, em São Paulo. Logo, outros sapateiros entraram no ramo promissor e o Brasil passou de importador a exportador de bolas, principalmente para a Argentina e Uruguai. Mesmo assim a redonda era um artigo de luxo e a criançada brincava mesmo era com bolas de meia recheadas com palha ou papel. A maior parte dos nossos craques começou assim
.

 

Na década de 40, a bola que imperava nos gramados brasileiros tinha uma costura interna, sem a abertura e o cordão. Mas o seu couro marron continuava a encharcar nos dias de chuva ou nos campos cheios de lama. "Ficava tão pesada que eu tinha que jogar de esparadrapo nas mãos e os homens de linha tinham de enfaixar os pés".

A partir da Copa de 62, a bola passou a ser fabricada com dezoito (18) gomos, ganhando uma forma mais perfeita e estável. A cor branca que sempre foi usada nos jogos noturnos, se tornou também a preferida nos diurnos depois da Copa de 70.
 Hoje as bolas são filhas da tecnologia - pelo menos no exterior. Como referência, o modelo da bola utilizada na Copa de 94, foi desenvolvida com diversas camadas de material sintético que potencializa os chutes e apresenta alta durabilidade e resistência.
 De acordo com as normas Internacionais do Futebol, a bola deve ser esférica, com o invólucro exterior de couro ou em outro material apropriado. Não poderá ser empregado em sua confecção nenhum material que possa representar perigo aos jogadores.
 A bola deverá ter uma circunferência de 70 cm no máximo e 68 cm no mínimo. Seu peso, no início da partida, deverá ser de 450 g no máximo e de 410 g no mínimo. A pressão deverá ser igual a 0,6 - 1,1 atmosferas (600 - 1.100 g/cm²) ao nível do mar.

 
 

 Os juízes eram escolhidos pelos clubes que, por sua vez  indicavam bandeirinhas, um associado de cada time participante. Os juízes usavam calças compridas e sapatos tênis, sempre brancos, e as camisas era de malhas de lã, tipo suéter, com mangas compridas; isto a partir de 1902, porque até essa data, eles usavam aprumadíssimos ternos, com colarinho e gravata, sapatos com lustre e chapéu de côco.

 

 

 A primeira manifestação popular ocorreu em 1905, quando o Paulistano ganhou o campeonato paulista, acabando com a hegemonia do São Paulo Atletic e conquistando seu primeiro titulo. Na noite dos festejos, após o banquete, os jogadores foram convidados para ir ao Teatro Politheama; ao chegarem ao Teatro, os atores já estavam em cena, representando o primeiro ato. Os campeões entraram silenciosamente na platéia, mas foram reconhecidos, e os aplausos foram tantos e tão demorados que as luzes se acenderam, o pano do palco baixou o espetáculo foi interrompido e os aplausos perduraram por vários minutos, dele participando todo os  componentes da Cia Teatral.Os jogadores vieram ao palco, com os atores aplaudindo e as atrizes atirando beijos. Essa foi a primeira manifestação de caráter popular ocorrida no Brasil, saudando um time campeão. O Paulistano foi o primeiro clube a ser campeão, com todos os jogadores brasileiros. O paulistano desbancou o São Paulo Atletic Clube, que era tri-campeão paulista nos anos de 1902/03/04. No São Paulo todos os jogadores eram ingleses.

 

" E assim o Futebol tornou-se uma Paixão no Brasil e no Mundo "


Comments