Horizonte

RECANTO DAS EMOÇÕES

Momentos de emoções vividas no horizonte vida
 
*"Volley" => Um breve relato da emoções vividas no volley (anexo Brasil3)

 
*"1º Peddy-Paper de Chãs de Tavares "mens sana in corpore sano" realizado no âmbito da Saúde Mental em Chãs de Tavares" (anexo "Peddy") 
 
*"Quem sou eu?"

Alguém que...:
 ...busca a perfeição, mas é o mais imperfeito dos seres humanos.
... acredita que, quando duas pessoas se amam, verdadeiramente, são transportadas para o paraíso, nas asas dos anjos, onde participam numa sinfonia universal tocada pelo coro celestial e iluminada pelo sorriso do próprio amor, Deus
... acredita no amor incondicional.
... acredita que o amor faz com que as pessoas flutuem ao invés de caminharem, que desperta o melhor que existe dentro de nós e que dá um colorido especial à vida;
... acredita no valor da amizade.
 preza a sinceridade, a justiça, a lealdade, honestidade e a pontualidade, é responsável.
... é"certinho" num mundo incerto
... acredita que promessa é dívida, portanto para ser cumprida e cobrada;
... acredita que existe sempre o momento certo de acontecer e que tudo acontece por uma razão, embora nem sempre compreendemos qual seja.
... gosta da natureza, que tem como amigos o sol e o mar e deles recebe ensinamentos de vida;
Alguém que acha o ser humano fantástico, uma obra de arte inacabada que o rumo da vida se encarregará de acabar;
... um dia considerou a medicina sagrada;
... antes vivia como o ditado brasileiro "eu dou um boi para não entrar numa briga, mas depois que entro eu dou uma boiada para não sair dela", embora hoje em dia acha que talvez seja melhor dar uma boiada para não entrar numa briga porque a vida é tão fugaz...;
... no voley utiliza a expressão "ajoelhou... tem que rezar!";
... lutou pela realização de um sonho superando todos os obstáculos, embora demorando metade da vida para realizá-lo;
... acredita que o mais importante não é a vitória e sim os passos dados na conquista da mesma;
... considera a vida como um jogo de Voley há a entrada de rede(nascimento), há o sac/serviço (o trabalho que fazemos/desenvolvimento) há uma recepção (o que a vida nos apresenta, os obstáculos) há o ataque (a nosa reação diante da vida/obstáculos) e há a saída de rede (morte);
... a vida pode ser resumida numa sucessão de "abrir caminhos", "tapar buracos", "cair, levantar e sacudir a poeira"; 
... gosta de compartilhar com os outros o pouco que sabe";
... fica feliz quando faz alguém sorrrir e/ou quando consegue ajudar alguém que precise";
... sofre quando presencia uma injustiça;
... crê que Deus está sempre conosco e quando pensamos que Ele nos abandonou nos momentos mais difíceis estamos enganados, fomos nós que o afastamos da nossa vida nesses momentos críticos.

Profissão: Alívio do Sofrimento
Ideal de vida: Construção do Recanto da  Saúde
Sonho ainda não realizado: Dar a volta ao mundo de navio

  *"apresentações em PPT recebidas"

1-Anexo voo447
2-Anexo "24-Companhia_do_Amor"
3- "A arte de não adoecer"
4- "O que há depois da vida"

 
*Outros.

 


Subpáginas (1) Bálsamo espiritual
ć
Maria do Céu de Moura Lourenço,
17/06/2009, 12:55
ć
Maria do Céu de Moura Lourenço,
17/06/2009, 13:47
ć
Maria do Céu de Moura Lourenço,
26/06/2009, 15:26
ć
BRASIL3.ppt
(1211k)
Maria do Céu de Moura Lourenço,
29/01/2009, 12:24
ć
Maria do Céu de Moura Lourenço,
27/06/2009, 14:01
ć
peddy.ppt
(4497k)
Maria do Céu de Moura Lourenço,
17/06/2009, 13:42
Comments