O Projecto foca-se no desenvolvimento de uma rede nacional e internacional, em cada país parceiro, para a implementação de um processo de aprendizagem atraente e útil para pessoas desfavorecidas ou grupos de risco. Os objectivos do Projecto são: (a) transferência da metodologia F@do para formadores, consultores de recursos humanos e profissionais nas áreas da formação profissional de cada país parceiro, através de cursos de mediação F@do e de reflexões em mesas redondas. (b) promover e divulgar esta metodologia, entre peritos em formação profissional nacionais e internacionais e decisores políticos.


A metodologia F@do é uma metodologia com base no e.learning que sugere uma abordagem de formação inovadora. Esta metodologia visa aumentar a motivação, as habilidades e competências profissionais de públicos desfavorecidos, a fim de aumentar a sua empregabilidade no mercado de trabalho.


Este grupo-alvo continua a ser um dos objectivos da Formação Profissional e das Políticas de Qualificação Europeia uma vez que apenas 9,7% da força de trabalho passa por processos de formação ao longo da vida. Estima-se que esta percentagem é inferior a 1% em populações de risco, com elevadas taxas de abandono escolar e falta de motivação.

 

O projecto tem duas fases importantes:

 

O objectivo da primeira fase é a formação de formadores em metodologias de formação, ferramentas e mecanismos para motivar este grupo-alvo e mantê-los em percursos atractivos que promovam a auto-estima, a tomada de decisão (empowerment) e a criatividade;

 

O objectivo da segunda fase está centrado na divulgação e valorização da metodologia F@do no âmbito de um  contexto internacional e nacional.

 

Para alcançar estes objectivos ambiciosos planeámos o desenvolvimento de um Projecto piloto com base na metodologia F@do nos 4 países parceiros (Irlanda, República Checa, Estónia e Roménia), que permitirá avaliar diferentes indicadores nacionais relacionados com este grupo-alvo e sua utilidade para a concepção de uma orientação comum e difundir essa metodologia para outros países da UE.  

 
 

Projecto financiado com o apoio da Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação (comunicação) vincula exclusivamente o autor,

não sendo a Comissão responsável pela utilização que dela possa ser feita