Atmosfera e sua importância

INTRODUÇÃO 
            

Este site é uma atividade do Curso de Formação de Professor Formador/Conteudista promovido pela Educação a Distância da Universidade Federal da Grande Dourados (EaD/UFGD).

Foi criado para desenvolver uma página de ensino, onde alunos do ensino fundamental poderão entender melhor o que é Atmosfera e sua importância na manutenção da vida na Terra.

 

OBJETIVOS
 

O que você poderá aprender com esta aula:

1) Conhecer as camadas e a composição da atmosfera.

2) Compreender o que é o efeito estufa, buraco na camada de ozônio e aquecimento  global.

3) Entender a importância da atmosfera para os seres vivos.

4) Entender as causas dos desequilíbrios que estão ocorrendo na atmosfera.

5) Sensibilizar-se quanto aos prejuízos que tais desequilíbrios podem trazer para todo o planeta.

 

CONTEÚDO

 

            Para que possamos entender a importância da atmosfera para os seres vivos primeiramente precisamos saber o que é e de que se constitui a Atmosfera.    

            A atmosfera é a camada de gases e poeira que envolve nosso Planeta atraída pela força da gravidade. E essa camada de gases inclui o ar que respiramos!    

            A Figura abaixo ilustra essa camada que possui aproximadamente 800 Km de espessura.

 

Figura 1. Ilustração da atmosfera.

A atmosfera é constituída de cinco camadas: troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera. O ar se torna mais rarefeito quanto mais a gente sobe, e é por isso que os alpinistas normalmente levam oxigênio com eles quando escalam altas montanhas. A troposfera é a única camada em que os seres vivos podem respirar normalmente.

 

Troposfera

É a camada da atmosfera em que vivemos e respiramos. Ela vai do nível do mar até 12 km de altura. É nesta camada que ocorrem os fenômenos climáticos (chuvas, formação de nuvens, relâmpagos). É também na troposfera que ocorre a poluição do ar. Os aviões de transporte de cargas e passageiros voam nesta camada.As temperaturas nesta camada podem variar de 40°C até –60°C. Quanto maior a altitude menor a temperatura.

 

Estratosfera

Esta camada ocupa uma faixa que vai do fim da troposfera (12 km de altura) até 50 km acima do solo. As temperaturas variam de –5°C a –70°C. Na estratosfera localiza-se a camada de ozônio, que funciona como uma espécie de filtro natural do planeta Terra, protegendo-a dos raios ultravioletas do Sol. Aviões supersônicos e balões de medição climática podem atingir esta camada.

 

Mesosfera

Esta camada tem início no final da estratosfera e vai até 80 km acima do solo. A temperatura na mesosfera varia entre –10°C até –100°C . A temperatura é extremamente fria, pois não há gases ou nuvens capazes de absorver a energia solar. Nesta camada ocorre o fenômeno da aeroluminescência.

 

Termosfera

Tem início no final da mesosfera e vai até 500 km do solo. É a camada atmosférica mais extensa. É uma camada que atinge altas temperaturas, pois nela há oxigênio atômico, gás que absorve a energia solar em grande quantidade. As temperaturas na termosfera podem atingir os 1.000°C.

 

Exosfera

É a camada que antecede o espaço sideral. Vai do final da termosfera até 800 km do solo. Nesta camada as partículas se desprendem da gravidade do planeta Terra. As temperaturas podem atingir 1.000°C. É formada basicamente por metade de gás hélio e metade de hidrogênio. Na exosfera ocorre o fenômeno da aurora boreal e também permanecem os satélites de transmissão de informações e também telescópios espaciais.


Figura 2. Camadas da atmosfera

 

Composição da atmosfera terrestre e sua importância na manutenção da vida

 

Gás nitrogênio ( N2)

É o gás presente em maior quantidade na atmosfera terrestre (78%). É uma substância fundamental para a vida na Terra, pois o nitrogênio entra na composição das proteínas, principal componente dos organismos vivos.

 

Gás Oxigênio (O2)

É o gás de fundamental importância para os processos vitais de nosso planeta. O oxigênio é utilizado na respiração da maioria dos seres vivos. Pela respiração os seres vivos produzem a energia necessária para manter os seus sistemas vitais. Há ainda o gás hidrogênio (H2) e outros gases ditos nobres.

 

Na atmosfera há ainda, em pequena quantidade: argônio, neônio, hélio, metano, criptônio, óxido nitroso, hidrogênio, ozônio, xenônio, gás carbônico e vapor de água.

 

Gás carbônico (CO2)

 

Este está presente no ar atmosférico em proporção muito pequena, mas imprescindível para a vida no planeta. O gás carbônico é utilizado pelas plantas e algas microscópicas (seres clorofilados) no processo da fotossíntese, quando parte da energia solar (luminosa) é transformada em energia química que circulará por todos os ambientes nas cadeias alimentares.

 

Vapor da água

 

Juntamente com o gás carbônico, o vapor da água é importante para manter a temperatura do planeta. Eles evitam que o calor escape todo para o espaço. O vapor da água também condensa formando as nuvens de onde caem as chuvas.

 

Devido todas essas características, a atmosfera torna-se imprescindível na manutenção da vida. Além da camada de gases manter a temperatura na Terra através do Efeito Estufa ela também proporciona proteção contra os raios ultravioleta pela Camada de  Ozônio.

 

Para saber mais, assista os vídeos abaixo:

 

Efeito Estufa: 
 
 
 
Buraco na Camada de Ozônio: 
  
 O aumento das indústrias, crescimento urbano e aumento da poluição tem causado sérios problemas que afetam diretamente nossa atmosfera causando alterações que provocam uma série de desquilíbrios como o aquecimento global:

 

 

Vídeo do YouTube

  
 
Vamos cuidar do nosso planeta então?
 
Veja a animação que fala sobre o aquecimento global e as atitudes que podem tomar para minimizar seus efeitos:
 

 

 ATIVIDADE
 
 
Após a leitura dessa aula e consulta dos vídeos disponibilizados vamos refletir e responder as seguintes questões?!
 







Comments