Edital Processo Seletivo 009/2009 Psicólogo da Prefeitura de Rio do Sul SC

 
 
 
Edital de Processo Seletivo N° 009/2009 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N° 009/2009 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE RIO DO SUL – SC, no uso de suas atribuições legais e na forma prevista no inciso IX do Art. 37 da Constituição Federal, Art. 73 da Lei Orgânica do Município de Rio do Sul, Art. 18 da Lei Complementar 098/2003, Lei Complementar 099/2003 e Lei 3.796, de 26 de junho de 2002 e suas alterações posteriores, mediante as condições estipuladas neste Edital e demais disposições legais aplicáveis, TORNA PÚBLICO a realização de PROCESSO SELETIVO, para provisão de vagas em caráter temporário e formação de cadastro reserva, conforme tabela abaixo: 1. QUADRO DE CARGOS, CARGA HORÁRIA SEMANAL, VAGAS, SALÁRIOS E HABILITAÇÃO EXIGIDA Cargo C/H/s Vagas Salário Base Habilitação/Requisitos Necessários a Serem Comprovados no Ato da Contratação Psicólogo 40 02 2.156,90 Certificado de conclusão de Curso Superior em Psicologia. Registro no respectivo órgão fiscalizador da profissão e certidão negativa de débito junto ao mesmo. 1.1 As vagas oferecidas neste edital, estão em conformidade com o item V, do Art. 2º da Lei nº 3.796 de 26/06/2002 e suas alterações posteriores. 1.2 As atribuições de cargos constam expressamente no Anexo I deste Edital. 2 – DOS REQUISITOS PARA O CARGO 2.1 Nacionalidade brasileira ou estrangeira, na forma da lei; 2.2 Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos; 2.3 Estar em dia com as obrigações militar e eleitoral; 2.4 Ter capacidade física para a função e sanidade mental; 2.5 Estar legalmente habilitado para o exercício da função, conforme item 1.1 deste edital; 2.6 Não possuir acumulação proibida de cargo ou função pública; 2.7 Não haver sofrido as penalidades previstas no art. 101, inciso II, alínea “a” e “b”, da Lei Complementar Municipal 099/2003 e suas alterações. 3 – DAS INSCRIÇÕES E PUBLICAÇÃO DO RESULTADO 3.1 As inscrições serão efetuadas pessoalmente ou por procuração (autenticada em cartório), no período de 17/07/2009 até 28/07/2009, (atenção: o edital foi retificado e o correto é 17/08 a 28/08/2009) na Secretaria Municipal de Saúde, sito a Rua Tuiuti, 154, centro, Rio do Sul - SC, sala 21, no horário das 08:00 às 12:30. 3.2 Para inscrever-se o candidato deverá apresentar: a) Fotocópia da Carteira de Identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Registro Profissional; b) Endereço e telefone para contato; c) Certificados de cursos de especialização e/ou aperfeiçoamento (original e fotocópia), nos termos do item 7 deste edital; d) Comprovantes de Experiência (original), conforme item 7 deste edital. 3.3 O candidato é responsável pelas informações prestadas na Ficha de Inscrição, responsabilizando-se pelas conseqüências de eventuais erros/e ou de não preenchimento de qualquer campo daquele documento; 3.4 Será cancelada a inscrição do candidato que prestar declarações falsas, inexatas, adulterar qualquer documento informado ou apresentado ou que não satisfazer integralmente a todas as condições estabelecidas neste edital. 17/8/2009 (Segunda-feira) DOM/SC - Edição N° 305 Página 29 www.diariomunicipal.sc.gov.br 3.5 O candidato, ao preencher a Ficha de Inscrição, declara estar ciente das exigências e normas estabelecidas para este Processo Seletivo, em plena concordância das mesmas. 3.6 A relação dos inscritos será publicada no dia 02/09/2009, no site da Prefeitura Municipal de Rio do Sul (www.riodosul.sc.gov. br), em ordem alfabética, constando o horário e o local de realização da prova escrita, tendo o candidato 02 (dois) dias úteis a contar da publicação, para efetuar pedido de reconsideração, através de requerimento encaminhado a Secretaria Municipal de Administração, devidamente instruído e protocolado no Departamento de Protocolo da Prefeitura Municipal de Rio do Sul. A Secretaria Municipal de Administração, quando for o caso, decidirá sobre o pedido de reconsideração e divulgará o resultado através dos locais já citados, no prazo máximo de 02 (dois) dias úteis. Findo o prazo de recurso, as inscrições serão consideradas homologadas, dando-se início ao processo de Seleção. 4 – DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO 4.1 Os candidatos serão selecionados por meio de prova escrita (10 pontos), prova de títulos (07 pontos) e entrevista (03 pontos), sendo que o total geral de pontos do candidato será obtido pela soma dos pontos a ele atribuídos em cada uma das etapas de seleção, podendo-se chegar ao final, com no máximo de 20 pontos. 5 - DA PROVA ESCRITA 5.1 A prova Escrita será realizada no dia 10/09/2009, das 9h às 12h da manhã, na Universidade para Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí – UNIDAVI, situada na Rua Guilherme Gemballa, bairro Jardim América, Rio do Sul - SC. O número da sala de cada candidato será divulgado no dia 02/09/2009 com a publicação da relação dos inscritos. No dia da prova, estará afixado no hall de entrada da UNIDAVI, Bloco E, o nome e o número da sala de cada candidato. A prova escrita terá pontuação de 0 a 10 (cada questão valendo 0,5 pontos), sendo automaticamente reprovados os candidatos que obtiverem nota inferior a 6,0 (seis). 5.2 O candidato deverá comparecer ao local de prova com antecedência mínima de quinze minutos do horário fixado para o seu início, munido do comprovante de inscrição e de documento de identidade válido e com foto, ficha de inscrição e caneta esferográfica com tinta azul ou preta. 5.3- Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização da prova o documento de identidade original, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá apresentar documento que ateste o registro de ocorrência em órgão policial, expedido há no máximo, trinta dias, ou outro documento oficial com foto. 5.4 Será vedado o acesso dos candidatos que chegarem com atraso, não havendo qualquer tolerância, sob qualquer alegação ou justificativa. 5.5 A prova escrita será composta de 20 questões de Conhecimentos Específico, sendo: Psicologia do Desenvolvimento, psicopatologia, Teorias e Técnicas Psicoterápicas, Avaliação Psicológica, Teorias da Personalidade, Psicodiagnóstico e Saúde Pública (SUS, NASF), de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas e uma única resposta correta. 5.6 Para a realização da prova, o candidato lerá as questões contidas no caderno de questões e marcará suas respostas na Folha de Respostas, com caneta esferográfica de tinta azul ou preta. A Folha de Respostas é o único documento valido para correção. 5.7 Durante a realização das provas não será permitida consulta a livros, revistas, folhetos ou anotações, bem como porte e/ou uso de bonés, chapéus ou qualquer outra cobertura, óculos escuros, máquinas de calcular, relógios analógicos e ou digitais, telefones celulares, pager, computadores pessoais ou qualquer equipamento elétrico ou eletrônico. 5.7 Em nenhuma hipótese haverá substituição da folha de respostas, por erro do candidato. 5.8 A constatação, por qualquer meio, de que o candidato não obedeceu ao disposto no item 6.7 deste edital, verificada a qualquer momento, mesmo que a prova já tenha sido entregue, implicará na anulação da prova e inscrição do candidato, sem qualquer outro aviso ou comunicação. 5.9 Os três últimos candidatos da sala somente poderão entregar a prova e retirar-se, simultaneamente. 5.10 Na hipótese de anulação de qualquer questão da prova, a mesma será considerada correta para todos os candidatos presentes. 5.11 O gabarito das provas estarão disponibilizados no site da Prefeitura Municipal de Rio do Sul, no dia 11/09/2009. 5.12 O não comparecimento à prova escrita, por qualquer que seja o motivo, caracterizará desistência e resultará na eliminação do candidato deste Processo Seletivo. 6 - DA PROVA DE TÍTULOS 6.1 A prova de títulos, de caráter classificatório, tem por objetivo avaliar os conhecimentos adquiridos, através da conclusão de cursos com estreita relação com as atribuições do cargo a ser exercido pelo candidato, conforme Anexo I deste Edital. 6.2 Os títulos deverão ser entregues, impreterivelmente no ato de inscrição, não sendo aceito títulos entregues em outra data. Os candidatos que não apresentarem títulos, não serão desclassificados do processo. Serão considerados como títulos: o tempo de experiência comprovada mediante certidão circunstanciada expedida pelo órgão competente de atuação; cursos a nível de pós-graduação e cursos de aperfeiçoamento, comprovados através da apresentação de certificados de conclusão de cursos. Sendo os certificados de cursos de aperfeiçoamento válidos a partir de 01/01/2005. A avaliação dos referidos títulos obedecerá ao seguinte critério: a) Curso de Especialização na área da saúde = 2,0 pontos. b) Participação em cursos de aperfeiçoamento na área da saúde com carga horária até 40 horas = 0,5 ponto; c) Participação em cursos de aperfeiçoamento com carga horária superior a 40 horas = 2,0 pontos d) Experiência profissional na área da saúde de 6 à 12 meses = 1,0 ponto; e) Experiência Profissional superior a 12 meses = 3,0 pontos 7 - DA ENTREVISTA 7.1 A entrevista, de caráter meramente classificatório e não eliminatório, será gravada e terá pontuação de 0 a 3, e tem por objetivo identificar se o candidato apresenta perfil compatível com as atitudes necessárias ao trabalho relacionado com as atividades desenvolvidas no local de trabalho. 7.2 Na classificação dos candidatos aprovados na prova escrita, que será publicada no site da Prefeitura Municipal de Rio do Sul (www.riodosul.sc.gov.br) no dia 14/09/2009, constará a data, horário e local da realização da entrevista, devendo o candidato comparecer no local, munido de documento de identidade e comprovante da inscrição. 7.3 No desenvolvimento da Entrevista, os candidatos serão avaliados, nos mesmos critérios, através de itens constantes em uma ficha de avaliação elaborada para esta finalidade. 7.4 Em nenhuma hipótese haverá segunda chamada para a realização da entrevista, nem será feito entrevista fora do dia, horário e local designados por este Edital. 17/8/2009 (Segunda-feira) DOM/SC - Edição N° 305 Página 30 www.diariomunicipal.sc.gov.br 8 – DA PUBLICAÇÃO DOS RESULTADOS E DO PRAZO PARA RECURSO 8.1 A classificação dos candidatos aprovados na prova escrita será publicada no site da Prefeitura Municipal de Rio do Sul (www. riodosul.sc.gov.br), no dia 14/09/2009, constando a data, horário e local da entrevista. 8.2 Os candidatos terão 02 (dois) dias úteis a contar da publicação do resultado para solicitar recurso, devidamente fundamentado, por escrito, endereçado a Secretaria Municipal de Administração. Esta, quando for o caso, decidirá sobre o pedido de reconsideração e divulgará o resultado através dos locais já citados, no prazo máximo de 02 (dois) dias úteis. Findo o prazo de recurso, o resultado da prova escrita será considerada homologada, dando-se continuidade ao processo de seleção. 8.3 A classificação final dos candidatos será publicada no Diário Oficial dos Municípios (www.diariomunicipal.sc.gov.br) e no site da Prefeitura Municipal de Rio do Sul (www.riodosul.sc.gov.br) no dia 28/09/2009. 8.5 Os candidatos terão 03 (três) dias úteis a contar da data da publicação do resultado, para solicitar recurso, devidamente fundamentado, por escrito, endereçado a Secretaria Municipal de Administração. Esta, quando for o caso, decidirá sobre o pedido de reconsideração e divulgará o resultado através dos locais já citados, no prazo máximo de 02 (dois) dias úteis. 8.6 Findo o prazo do recurso, o resultado será homologado e os candidatos serão convocados, por ordem de classificação, conforme disponibilidade das vagas. 8.7 Não serão reconhecidos os recursos interpostos fora dos prazos previstos neste edital. 9 – CRITÉRIOS DE DESEMPATE 9.1 Maior nota na prova de escrita; 9.2 Maior pontuação de títulos;. 9.3 Maior nº dependentes; 9.4 Maior idade. 10 – DA CONVOCAÇÃO E ADMISSÃO 10.1 O candidato aprovado será convocado na medida em que surgir a necessidade de preenchimento das vagas, primeiramente através do número de telefone informado na ficha de inscrição, caso não encontrado, através do endereço e/ou e-mail informados na ficha de inscrição ou ainda, através do site oficial do município (www.riodosul.sc.gov.br e do Diário Oficial dos Municípios (www.diariomunicipal.sc.gov.br). 10.2 Será de inteira responsabilidade do candidato a atualização de seu endereço, junto a Prefeitura Municipal de Rio do Sul, quando houver alteração do endereço informado na ficha de inscrição. 10.3 Quando da convocação o candidato deverá, obrigatoriamente, apresentar os documentos abaixo relacionados: Fotocópia legível: a) Cadastro de Pessoa Física b) Carteira de Identidade c) Carteira de reservista (se homem) d) Comprovante Inscrição PIS/PASEP e) Certidão nascimento ou casamento f) Certidão nascimento filhos (menores de 21 anos) g) Título eleitoral e comprovante de quitação com as obrigações eleitorais h) 01 foto 3x4 atualizada i) Endereço completo e telefone para contato j) Declaração Acúmulo Cargo (preenchida no RH) l) Comprovante de Escolaridade exigida para o cargo m)Comprovante Inscrição junto ao Conselho Regional da Classe e negativa de débito junto ao mesmo n) Nº de conta Bradesco (autorização para abertura fornecida pelo RH) o) Carteira comprovando grupo sanguíneo (se tiver). p) Apresentar resultado dos exames abaixo relacionados: - Hemograma - Glicemia de Jejum - RX do tórax - VDRL - Parcial de Urina 10.4 No ato da convocação, o Departamento de Recursos Humanos agendará o Exame Médico Admissional e fornecerá autorização para abertura de conta no Banco Bradesco. 10.5 Ao ser convocado, o candidato deverá comparecer no Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Rio do Sul, no prazo máximo de 02 (dois) dias úteis, munido de documento de identidade. 10.6 O candidato que deixar de comparecer no prazo previstos no item anterior, perderá automaticamente a vaga, sendo convocado o candidato seguinte, na ordem de classificação. 10.7 As contratações serão efetuadas com base no regime jurídico previsto no Artigo 1°, da Lei n° 3.796/02, sendo assegurado aos contratados os direitos estabelecidos no Art. 11 da lei supra citada. 10.8 A contribuição previdenciária dos contratados por este processo seletivo, será vinculada ao regime geral de Previdência Social (INSS). 11 – CRONOGRAMA DO PROCESSO SELETIVO PERÍODO INSCRIÇÃO 17/08/2009 até 28/08/2009 PUBLICAÇÃO INSCRIÇÕES 02/09/2009 RECURSO INSCRIÇÕES 02 e 03/09/2009 PERÍODO RESPOSTA RECURSO 04 e 08/09/2009 PROVA ESCRITA 10/09/2009 PUBLICAÇÃO RESULTADO PROVA ESCRITA 14/09/2009 RECURSO RESULTADO PROVA ESCRITA 14 e 15/09/2009 PERÍODO RESPOSTA RECURSO 16 e 17/09/2009 PUBLICAÇÃO RESULTADO FINAL 28/09/2009 RECURSO RESULTADO FINAL 28, 29 e 30/09/2009 PERÍODO RESPOSTA RECURSO 31 e 01/10/2009 HOMOLOGAÇÃO FINAL PROCESSO SELETIVO 02/10/2009 12 – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 12.1O prazo de validade deste processo seletivo será de 01 (um) ano, contado a partir da data de publicação da homologação de seu resultado final. 12.2 A contratação será em caráter temporário, pelo período de até doze meses, sem possibilidade de prorrogação. 12.3 Para o candidato que não aceitar a vaga apresentada ou dela desistir, não será apresentada outra. 12.4 A aprovação do candidato todavia, não gera direito de contratação, visto que esta será realizada de acordo com a necessidade de vagas, seguindo rigorosamente a ordem de classificação. 12.5 Os casos omissos serão resolvidos pela Secretaria Municipal de Administração. 12.6 Este edital entra em vigor na data de sua publicação. Rio do Sul (SC), 07 de agosto de 2009. 17/8/2009 (Segunda-feira) DOM/SC - Edição N° 305 Página 31 www.diariomunicipal.sc.gov.br PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO SUL ANEXO I do Edital nº 009/2009 DAS ATRIBUIÇÕES DO CARGO PSICÓLOGO DESCRIÇÃO SUMÁRIA: Procede ao estudo e à analise dos processos intra e interpessoais e nos mecanismos do comportamento humano, elaborando e ampliando técnicas psicológicas, como teste para determinação de características efetivas, intelectuais, sensoriais ou motoras, técnicas psicoterápicas e outros métodos de verificação, para possibilitar a orientação, seleção e treinamento no campo profissional, no diagnóstico e na identificação e interferência nos fatores determinantes na ação do indivíduo, em sua história pessoal, familiar, educacional e social. DESCRIÇÃO DETALHADA: Procede à formulação de hipóteses e à sua comprovação experimental, observando a realidade e efetivando experiências de laboratórios e de outra natureza, para obter elementos relevantes ao estudo dos processos de desenvolvimento, inteligência, aprendizagem, personalidade e outros aspectos do comportamento humano e animal; analisa a influência dos fatores hereditários, ambientais e psicossociais e de outras espécies que atuam sobre o indivíduo, entrevistando o paciente, consultando a sua ficha de atendimento, aplicando testes, elaborando psicodiagnóstico e outros métodos de verificação para orientar-se no diagnóstico e tratamento psicológico de certos distúrbios comportamentais e de personalidades; promove a saúde na prevenção, no tratamento e reabilitação de distúrbios psíquicos, estudando características individuais e aplicando técnicas adequadas, para restabelecer os padrões normais de comportamento e relacionamento humano; elabora e aplica técnicas de exame psicológico, utilizando seu conhecimento e prática metodológica específicos, para determinar os traços e as condições de desenvolvimento da personalidade, dos processos intrapsíquicos e interpessoais, nível de inteligência, habilidades, aptidões e possíveis desajustamentos ao social ou de trabalho ou outros problemas de ordem psíquica e recomendar a terapia adequada; participa na elaboração de análises ocupacionais, observando as condições de trabalho e as funções e tarefas típicas de cada ocupação, para identificar as aptidões, conhecimento de traços de personalidade compatíveis com as exigências da ocupação e estabelecer um processo de seleção e orientação no campo profissional; efetua o recrutamento, seleção, treinamento, acompanhamento e avaliação de desempenho de pessoal e a orientação profissional, promovendo entrevistas, elaborando e aplicando testes, provas e outras verificações, a fim de fornecer dados a serem utilizados nos serviços de emprego, administração de pessoal e orientação individual; atua no campo educacional, estudando a importância da motivação do ensino, novos métodos de ensino e treinamento, a fim de contribuir para o estabelecimento de currículos escolares e técnicas de ensino adequados e determinação de características especiais necessárias ao professor, reúne informações a respeito do paciente, transcrevendo os dados psicopatológicos obtidos em testes e exames, para elaborar subsídios indispensáveis ao diagnóstico e tratamento das respectivas enfermidades; diagnostica a existência de possíveis problemas na área de distúrbios psíquicos, aplicando e interpretando provas e outros reativos psicológicos, para aconselhar o tratamento ou a forma de resolver as dificuldades momentâneas; executa outras tarefas previstas no sistema a critério da chefia imediata.
Comments