Edital Concurso Público 01/2010 - Prefeitura de Ouro SC

 

 

 

 

 

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2010 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2010.

 

 

“Abre inscrições e fixa normas ao Concurso Público de provas, para provimento dos empregos atualmente vagos, dos que vagarem e forem necessários ao município de Ouro e dos que forem criados durante o prazo de validade deste Concurso.”

 

O MUNICÍPIO DE OURO, Estado de Santa Catarina, pessoa jurídica de direito público interno, neste ato representado por seu Prefeito, Sr. NERI LUIZ MIQUELOTO, no uso de suas atribuições e tendo por fundamento as Leis Municipais n.º 1.180/93, de 16 de dezembro de 1.993 e suas respectivas alterações; 1.007/92, de 20 de maio de 1.992 e suas alterações; 2.168, de 20 de março de 2008; torna pública a abertura das inscrições para a realização do Concurso Público de provas para a contratação de servidores para provimento de vagas para atuação no Município de Ouro, que se regerá pelas normas fixadas neste Edital e disposições da legislação vigente.

 

I – DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1  O Concurso Público originado por este Edital será realizado sob a responsabilidade da empresa APRENDER.COM – Cursos e Treinamentos, localizada à Rua Duque de Caxias, 844 Centro, Joaçaba (SC), e-mail: contato@cursosaprender.com.br.

 

1.2  O Concurso Público destina-se ao provimento de cargos atualmente vagos e dos que vagarem durante o prazo de validade do Concurso Público e forem necessários ao serviço público municipal, conforme cargos constantes do ANEXO I, parte integrante deste Edital, para admissão conforme necessidade e conveniência ao bom desempenho da Administração Pública Municipal.

 

II – DAS INSCRIÇÕES

2.1  As inscrições estarão abertas no período previsto no cronograma constante do ANEXO III deste Edital, na Prefeitura Municipal de Ouro, localizada na Rua Governador Jorge Lacerda, 1209, Estado de Santa Catarina.

2.2  A inscrição neste Concurso Público implicará, desde logo, no conhecimento e na aceitação, pelo candidato, das condições estabelecidas neste Edital.

2.3  A inscrição somente será efetuada pelo próprio candidato ou por procurador devidamente habilitado com poderes específicos para representá-lo.

2.4  Cada candidato poderá inscrever-se para apenas um dos cargos constantes no Anexo I deste Edital.

2.5  A inscrição será efetuada mediante o preenchimento de requerimento padronizado fornecido pelo Município, ocasião em que o candidato, sob as penas da lei, declarará:

a)      Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses com reconhecimento do gozo de direitos políticos, nos termos do § 1º do artigo 12 da Constituição Federal;

b)      Estar quite com as obrigações resultantes da legislação eleitoral e, quando do sexo masculino, estar quite também, com as obrigações do serviço militar;

c)      Ser portador de CPF válido;

d)      Gozar de boa saúde física e mental;

e)      Não ter sofrido, quando no exercício de cargo, função ou emprego público, demissão a bem do serviço público ou por justa causa, fato a ser comprovado, no ato da contratação, por meio da assinatura de regular termo de declaração;

f)        Não ter antecedentes criminais, achando-se no pleno exercício de seus direitos civis e políticos;

g)      Ter conhecimento das exigências contidas neste Edital e nas instruções específicas contidas nos comunicados e em outros avisos pertinentes ao presente Concurso Público;

h)      Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos, (podendo ser comprovada no ato da contratação).

 

2.6  Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 50,00 para os cargos de nível de formação superior e no valor de R$ 25,00 para os demais cargos.

 

OBS: O candidato deverá retirar o Documento de Arrecadação Municipal – DAM junto a Tesouraria da Prefeitura Municipal de Ouro e proceder o devido recolhimento.

 

2.7  O candidato deverá apresentar no ato da inscrição cópia do CPF e RG

2.8  Os documentos relativos à comprovação de escolaridade, formação habilitação e requisitos mínimos exigidos para o exercício do cargo / função deverão ser apresentados e comprovados quando da convocação para a contratação do candidato.

2.9  O candidato que prestar declaração falsa, inexata ou que não satisfizer a todas as condições estabelecidas neste Edital, terá sua inscrição cancelada a qualquer tempo, e, em conseqüência, serão anulados todos os atos decorrentes, mesmo que o candidato tenha sido aprovado e que o fato seja constatado posteriormente.

2.10          A inscrição não poderá ser feita pelo correio, e-mail ou fac-símile, e não será aceita inscrição condicional ou fora do prazo estabelecido.

2.11          Uma vez efetuada a inscrição, não serão aceitos pedidos de alteração da identificação do candidato inscrito.

2.12          Verificando-se mais de uma inscrição de um mesmo candidato, será considerada apenas a inscrição mais recente.

2.13           A adulteração de qualquer elemento constante da Cédula de Identidade ou a não veracidade de qualquer declaração ou documento apresentado, verificada a qualquer tempo, eliminará o candidato do Concurso Público.

2.14           A fidedignidade das informações contidas na Ficha de Inscrição, a qual estará disponível no local das inscrições, é de inteira responsabilidade do candidato ou de seu representante legal.

 

III – DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

 

3.1  Ao candidato portador de necessidades especiais é assegurado o direito de se inscrever neste Concurso Público, sendo reservado 5% (cinco por cento) das vagas constantes no ANEXO I, deste Edital.

3.2  Serão consideradas necessidades especiais somente aquelas conceituadas na medicina especializada, de acordo com os padrões mundialmente estabelecidos e que se enquadrem nas categorias descritas no art. 4º do Decreto Federal nº. 3.298/99.

3.3  Na sua inscrição, o portador de necessidades especiais deverá indicar no espaço apropriado, constante da Ficha de Inscrição, as condições especiais que necessitar para realizar as provas.

3.4  O candidato portador de deficiência visual que solicitar provas e o cartão-resposta com letras ampliadas receberá os mesmos com tamanho de letra correspondente à fonte 16, cabendo ao candidato sua leitura e marcação das respostas no respectivo cartão-resposta.

3.5  A declaração de necessidades especiais, para efeito de inscrição e realização das provas, não substitui, em hipótese alguma, a avaliação para fins de aferição da compatibilidade ou não da deficiência física, que julgará a aptidão física e mental necessárias para exercer as atribuições do cargo.

3.6  O candidato portador de necessidades especiais, após realizar sua inscrição, dentro do prazo legal, deverá entregar laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com o respectivo enquadramento na Classificação Internacional de Doenças (CID), bem como a provável causa da necessidade especial e o não impedimento do candidato ao exercício do cargo pretendido, pessoalmente ou por intermédio de procurador, no local das inscrições, impreterivelmente até o último dia e horário estabelecido para as inscrições.

a)      Somente serão aceitos atestados médicos cuja data de expedição seja igual ou posterior à data de publicação deste Edital.

b)      O candidato portador de necessidades especiais submeter-se-á, quando convocado, a exame perante comissão interdisciplinar credenciada pelo Município de Ouro, que verificará a existência da deficiência declarada na Ficha de Inscrição, bem como de sua compatibilidade com o exercício das atribuições do cargo.

3.7  O candidato portador de necessidades especiais participará deste Concurso Público em igualdade de condições aos demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, avaliação e critérios de aprovação, horário, data, local de aplicação e nota mínima exigida para todos os demais candidatos.

3.8   O candidato portador de necessidades especiais que necessitar de tempo adicional para realização das provas, deverá requerê-lo com justificativa, quando da sua inscrição.

3.9  A solicitação de condições diferenciadas será atendida segundo os critérios de viabilidade e de razoabilidade.

3.10           A publicação do resultado final do certame será feita em duas listas, contendo, a primeira, a pontuação de todos os candidatos, inclusive a dos portadores de deficiência e a segunda, somente a pontuação destes.

3.11           Não havendo candidatos classificados para a vaga reservada aos portadores de necessidades especiais, esta será preenchida pelos demais candidatos classificados.

 

IV – DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES

4.1  As inscrições que preencherem todas as condições deste Edital serão homologadas e deferidas pela autoridade competente no prazo previsto no cronograma constante no ANEXO III deste Edital, e estarão disponíveis no site www.ouro.sc.gov.br e no Mural da Municipalidade.

 

4.2  Somente será divulgada a relação das inscrições que forem deferidas.

 

V – DO REGIME EMPREGATÍCIO E DO REGIME PREVIDENCIÁRIO

 

5.1  Os candidatos habilitados e classificados neste Concurso Público serão regidos pelo Regime Jurídico do Estatuto dos Servidores Públicos Municipais de Ouro e serão filiados ao Regime Geral de Previdência Social – RGPS, como contribuintes obrigatórios do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS.

 

VI – DAS PROVAS

 

6.1  O Concurso Público, objeto deste Edital, constará das seguintes etapas, de acordo com as especificações e disposições deste Edital:

6.1.1        Para os cargos de Técnico em Contabilidade, Psicólogo, Pedagogo, Assistente Social, Auxiliar Administrativo, Fiscal Sanitário, Agente de Serviços Gerais e Operário Geral:

a)      Prova objetiva de conhecimentos;

 

6.1.2        Para os cargos de Operador de Máquinas, Agente de Construção Civil e Calceteiro:

a)      Prova objetiva de conhecimentos;

b)      Prova prática.

 

6.2  Todos os candidatos deverão realizar a prova no mesmo dia, horário e local, conforme dispuser o cronograma constante no Anexo III deste Edital. Não poderão as provas ser realizadas individualmente ou em data, horário ou local que não seja o especificado neste Edital e em suas alterações posteriores.

 

6.3. As provas escritas serão realizadas na Escola Estadual Prefeito Silvio Santos, localizada na Rua Julio de Castilho - Centro – Ouro – SC, dia  28 de março de 2010, com início às 08:00 horas.

 

6.3  . As provas escritas deste Concurso Público serão realizadas em etapa única de três (03) horas de duração, incluído o tempo para preenchimento do cartão-resposta, excluído o tempo necessário para as instruções gerais que serão repassadas pelos fiscais de sala.

6.4  Para a entrada nos locais de prova, os candidatos deverão apresentar a cédula de identidade original ou carteira expedida pelo órgão de classe original.

a)      Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); passaporte; certificado de reservista; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal ou estadual, valham como identidade; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação (somente o modelo novo, com foto).

b)      Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização da prova, documento de identidade original, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá apresentar documento que ateste o registro de ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, trinta (30) dias.

c)      Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo antigo), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade nem documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou   danificados.

d)      Não será aceita cópia de documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo de documento.

e)      Por ocasião da realização da prova, o candidato que não apresentar documento de identidade original, na forma definida acima, não poderá fazer a prova e será automaticamente eliminado do certame.

6.5   Não serão aceitos quaisquer outros documentos ou papéis em substituição aos exigidos.

6.6   No dia de realização das provas não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação das provas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo e aos critérios de avaliação da prova.

6.7   Durante a realização das provas é vedada consulta a livros, revistas, folhetos, anotações ou qualquer outro material, bem como o uso de máquinas de calcular, relógios e aparelhos celulares, ou ainda, qualquer equipamento elétrico ou eletrônico, sob pena de eliminação do candidato no Concurso Público. Os telefones celulares e outros equipamentos eletrônicos serão entregues desligados aos fiscais da sala antes do início da prova, para serem devolvidos na saída, sob pena de eliminação do candidato.

6.8  No decurso das provas, o candidato somente poderá ausentar-se temporariamente da sala se acompanhado por um fiscal.

6.9  O candidato somente poderá retirar-se definitivamente da sala de prova após 01 (uma) hora de seu início.

6.10           O candidato, ao encerrar a prova e antes de se retirar do local de sua realização, entregará ao fiscal de prova/sala, o cartão-resposta devidamente assinado e o caderno de prova. Caso não o faça, será eliminado automaticamente do Concurso Público.

6.11           Os três últimos candidatos de cada sala somente poderão entregar as suas provas e retirar-se definitivamente do local simultaneamente.

6.12           Os candidatos poderão comparecer aos locais de prova com antecedência de trinta (30) minutos em relação ao início da mesma, sendo vedado o acesso ao local de prova ao candidato que se apresentar após o seu início.

6.13           Não haverá, em qualquer hipótese, segunda chamada para a prova, nem a realização de prova fora do horário e local estabelecidos no Edital para todos os candidatos.

 

VII – DA PROVA OBJETIVA DE CONHECIMENTOS

 

7.1  A prova objetiva de conhecimentos inclui questões língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos, conforme ementa das disciplinas constantes do Anexo II, parte integrante deste Edital.

7.2  A prova de conhecimentos será objetiva e constará de 40 (quarenta) questões, com até 5 (cinco) alternativas de respostas cada uma, sendo que apenas 01 (uma) deve ser assinalada.

7.3  A pontuação de cada disciplina será a seguinte:

 

 

Disciplina

Número de questões

Peso individual

Peso total

Língua Portuguesa

10

0,2

2,00

Matemática

05

0,2

1,00

Conhecimentos gerais

05

0,2

1,00

Conhecimentos específicos

20

0,3

6,00

Total

40

 

10,00

 

7.4  Para a realização da prova objetiva de conhecimentos, o candidato deverá utilizar caneta esferográfica, de tinta azul ou preta, sendo as questões respondidas em cartão-resposta, que não será substituído em caso de erro do candidato.

7.5  A adequada marcação do cartão-resposta é de inteira responsabilidade do candidato.

7.6  Será atribuída nota 0 (zero) às respostas de questão(ões) que contenha(m):

a)      emenda(s) e/ou rasura(s), ainda que legível(eis), no cartão-resposta;

b)      mais de uma opção de resposta assinalada no cartão-resposta;

c)      espaço não assinalado (s) no cartão-resposta;

d)      cartão-resposta preenchido fora das especificações, ou seja, preenchido com lápis ou caneta esferográfica de tinta cuja cor for diferente de azul ou preta ou, ainda, com marcação diferente da indicada no modelo previsto no cartão.

7.7   A prova objetiva de conhecimentos será avaliada na escala de 0,0 (zero) a 10,0 (dez), sendo as notas expressas com 1 (uma) decimal, sem arredondamento.

7.8   Será considerado aprovado na prova objetiva de conhecimentos o candidato que obtiver nota igual ou superior a 5,00 (cinco).

7.9   O Gabarito Oficial referente a prova objetiva de conhecimentos será divulgado no dia 29 de março de 2010, no site www.ouro.sc.gov.br e no Mural da Municipalidade.

7.10           Havendo impugnação de questões da prova objetiva de conhecimentos, o candidato poderá preencher um requerimento no momento em que estiver prestando a prova e entregar ao fiscal de sala.

a)      As respostas às eventuais impugnações de questão serão publicadas juntamente com a classificação final do Concurso Público, bem como o gabarito oficial definitivo, na ocorrência de recurso procedente.

b)      A questão anulada será computada como resposta correta para todos os candidatos.

 

VIII – DA PROVA PRÁTICA

 

8.1. Para a prova prática para o cargo de Operador de Máquinas, o candidato deverá saber operar os seguintes equipamentos: Motoniveladora (Patrola), Pá Carregadeira, Rolo Compactador, Retroescavadeira, Britador Móvel e Trator Agrícola. O equipamento no qual o candidato fará a prova prática será definido por sorteio no local da prova. Para os candidatos aos cargos de Agente de Construção Civil e Calceteiro, é necessário que os mesmos tragam suas ferramentas pessoais de trabalho, as quais serão utilizadas em suas provas práticas. Os candidatos deverão apresentar-se em data e hora estabelecida no Anexo III deste edital.

 

8.2. A prova prática para os cargos de Operador de Máquinas, Agente de Construção Civil e Calceteiro constará de um teste e um formulário com uma série de observações e requisitos feito pelo fiscal de prova contendo pesos específicos para cada observação e item analisado

 

8.3. O formulário do teste prático conterá 10 ( dez ) quesitos sendo  atribuído a cada quesito o peso individual de 1,0  para nota total máxima de 10,0 pontos.

 

IX - DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

9.1 Somente serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 5,00 (cinco) na soma das duas etapas (prova objetiva mais teste prático).

 

9.2 A nota final será calculada da seguinte fórmula:

 

9.2.1        Para os cargos de Operador de Máquinas, Agente de Construção Civil e Calceteiro:

 

PO = (NaLP x 0,2) + (NaMat x 0,2) + (NaCG x 0,2) + (NaCE x 0,3)

MF = PO + PP

          

Em que: PO: Nota da Prova Objetiva; NaLP: Número de acertos em questões de Língua Portuguesa; NaMat: Número de acertos em questões de Matemática; NaCG: Número de acertos em questões de Conhecimentos Gerais; NaCE: Número de acertos em questões de Conhecimentos Específicos; MF: Média Final; PP: Prova Prática.

 

9.2.2.Para os cargos de Técnico em Contabilidade, Psicólogo, Pedagogo, Assistente Social, Fiscal Sanitário, Auxiliar Administrativo, Agente de Serviços Gerais e Operário Geral:

 

PO = (NaLP x 0,2) + (NaMat x 0,2) + (NaCG x 0,2) + (NaCE x 0,3)

MF = PO

         

Em que: PO: Nota da Prova Objetiva; NaLP: Número de acertos em questões de Língua Portuguesa; NaMat: Número de acertos em questões de Matemática; NaCG: Número de acertos em questões de Conhecimentos Gerais; NaCE: Número de acertos em questões de Conhecimentos Específicos; MF: Média Final.

 

A classificação final dos candidatos obedecerá à ordem decrescente da nota final.

9.3  Ocorrendo empate na classificação, serão usados, sucessivamente, os seguintes critérios para desempate:

a)      maior nota na prova de conhecimentos específicos;

b)      maior nota na prova de conhecimentos Língua Português;

c)      maior nota na prova de conhecimentos gerais;

d)      maior nota na prova de conhecimentos em matemática

e)      menor idade.

9.4  A data da divulgação da classificação final é a constante no cronograma previsto no ANEXO III deste Edital e será divulgada primeiramente no site www.ouro.sc.gov.br e no Mural Público da Municipalidade e, posteriormente, nos meios oficiais de publicação a critério da Administração Pública Municipal.

9.5  A listagem a que se refere o item acima conterá somente os candidatos aprovados, em ordem de classificação, com as notas detalhadas de acordo com o peso de cada disciplina.

9.6  Os candidatos que não lograrem aprovação e desejarem saber suas notas, poderão enviar solicitação das mesmas através do e-mail:.contato@cursosaprender.com.br

9.6.1        A solicitação de que trata o item acima deverá conter: nome, CPF e data de nascimento do candidato interessado.

 

 

 

 

 

 

XI – DOS RECURSOS

 

11.1 Será admitido recurso para cada uma das fases do Concurso Público, que deverá ser interposto, exclusivamente, pelo candidato, desde que devidamente fundamentado e apresentado nos seguintes prazos máximos contados após a data da divulgação no site www.ouro.sc.gov.br :

a)      homologação das inscrições: 01 dia útil;

b)      publicação do gabarito provisório da prova objetiva de conhecimentos: 01 dia útil;

c)      divulgação do resultado final do Concurso Público: 02 dias úteis.

11.2 O recurso deverá obedecer aos seguintes requisitos:

a)      ser datilografado ou digitado, em duas vias, assinadas;

b)      ser fundamentado, com argumentação lógica e consistente;

c)      ser apresentado em folhas separadas, para questões diferentes.

11.3 Os recursos e os pedidos de impugnação e revisão de nota deverão ser entregues e protocolados pessoalmente pelo candidato ou por seu procurador, na Prefeitura Municipal de Ouro, dentro do seu horário de funcionamento, cabendo à Comissão Especial do Concurso Público a apreciação juntamente com a equipe técnica da Aprender.Com – Cursos e Treinamentos, empresa contratada para realização do Concurso Público.

11.4 O candidato que desejar obter o teor das provas após a realização do Concurso Público, poderá fazê-lo através do e-mail georgeoalm@hotmail.com

11.4..1 A solicitação de que trata o item acima deverá conter: nome, CPF e data de nascimento do candidato interessado.

11.5  Os recursos que não estiverem de acordo com o disposto nos subitens acima serão liminarmente indeferidos.

11.6  Não serão aceitos recursos interpostos por fac-símile, Internet ou qualquer meio postal, sendo que os intempestivos serão desconsiderados e indeferidos.

11.7   As decisões dos recursos serão dadas a conhecer, coletivamente.

11.8   Os pontos relativos às questões eventualmente anuladas serão atribuídos a todos os candidatos que realizaram a prova objetiva de conhecimentos.

11.9   Os candidatos poderão solicitar revisão da nota das provas, sendo que a nota poderá ser mantida, aumentada ou diminuída, conforme se verifique ou não erros na conferência.

a)      Não serão admitidos pedidos de revisão de nota de prova de outros candidatos, ou seja, o candidato poderá requerer revisão apenas da sua nota.

b)      As decisões dos pedidos de revisão da nota das provas serão dadas a conhecer, coletivamente.

11.10       A Comissão Especial do Concurso Público constitui-se em última instância para recurso ou revisão, sendo soberana em suas decisões. Não caberão, recursos ou revisões adicionais na esfera administrativa.

 

XII – DA HOMOLOGAÇÃO

12.1  O resultado final do Concurso Público objeto deste Edital será homologado pela autoridade competente e publicado no site www.ouro.sc.gov.br, no Mural Público da Prefeitura Municipal de Ouro e no órgão de publicação oficial do Município de Ouro.

 

XIII – DA NOMEAÇÃO

13.1 Previamente à nomeação, mediante convocação, serão exigidos dos candidatos classificados, os seguintes documentos:

a)      Comprovante de regularidade com as obrigações militares (em caso de candidato do sexo masculino);

b)      Comprovante de regularidade com as obrigações eleitorais;

c)      Certificado ou diploma de conclusão de curso conforme habilitação mínima exigida para o cargo no ANEXO I deste Edital;

d)      Declaração de não ter sofrido, no exercício de função pública, as penalidades previstas no art. 137 e seu parágrafo único, da Lei Federal nº 8.112/90 e na legislação correspondente dos estados e municípios;

e)      Declaração de bens;

f)        Declaração de não acumulação de cargo público ou de condições de acumulação amparada pela Constituição;

g)      Laudo médico de saúde física e mental, a ser realizado por órgão credenciado pela Prefeitura Municipal;

h)      Outros documentos poderão ser exigidos, conforme dispuser a legislação municipal.

13.2 Os documentos comprobatórios de atendimento aos requisitos acima serão exigidos apenas dos candidatos classificados e convocados para a contratação.

13.3 O não-cumprimento dos requisitos necessários impede a contratação do candidato, o que acarretará a sua eliminação da lista de classificados.

 

VIX – DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIA

 

14.1 Delega-se competência à APRENDER.COM – Cursos e Treinamentos,  para:

a)      elaborar, aplicar, julgar, corrigir e avaliar todas as provas;

b)      apreciar todos os recursos administrativos previstos neste Edital;

c)      emitir relatórios de classificação dos candidatos;

d)      prestar informações sobre o Concurso Público;

e)      definir normas para aplicação das provas;

f)        constituir comissão interna do Concurso Público e designar bancas examinadoras, conforme a necessidade.

 

XV – DO FORO JUDICIAL

 

15.1 O foro para dirimir qualquer questão relacionada ao Concurso Público de que trata este Edital é o da Comarca de Capinzal.

 

XVI – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

 

16.1 As cláusulas deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser respeito.

16.2 O resultado do presente Concurso Público terá validade um ano, podendo ser prorrogado uma única vez por período igual.

16.3 Os candidatos aprovados e classificados neste certame serão contratados pela ordem de classificação, respeitado o número de vagas, a necessidade, a conveniência e oportunidade e o limite prudencial e total de gastos com pessoal, ditados pela Lei Complementar federal nº 101, de 04 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal).

16.4 A classificação no Concurso Público não assegura ao candidato o direito à contratação automática.

16.5 O candidato classificado quando for convocado para assumir a vaga, se, por qualquer motivo, optar pela desistência desta, não fará mais parte da lista de classificados do referido certame.

16.6 Será excluído do certame, por ato da Aprender.Com – Cursos e Treinamentos, o candidato que:

a)      tornar-se culpado por agressões ou descortesias para com qualquer membro da equipe encarregada de realização das provas;

b)      for surpreendido, durante a aplicação das provas, em comunicação com outro candidato, verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma;

c)      for flagrado, utilizando-se de qualquer meio, visando burlar a prova, ou que apresentar falsa identificação pessoal;

d)      ausentar-se da sala de prova durante a sua realização, sem estar acompanhado de um fiscal.

16.7 A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das condições estabelecidas neste Edital.

16.8 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas, além de solicitar o atendimento especial para esse fim, deverá levar um (a) acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança; caso contrário, ficará impossibilitada de realizar as provas.

16.9  Os casos não previstos neste Edital serão resolvidos, conjuntamente, pela APRENDER.COM – Cursos e Treinamentos e pela Comissão Especial do Concurso Público do Município de Ouro.

16.10      São partes integrantes deste Edital os seguintes anexos:

a)      ANEXO I – Dos Cargos, Salários, Habilitações Mínimas e Vagas;

b)      ANEXO II – Do Conteúdo Programático Sugerido;

c)      ANEXO III – Do Cronograma Previsto.

16.11      Será publicado um extrato do presente Edital para fins de publicidade, sendo que este Edital completo estará disponível no site www.ouro.sc.gov.br e no Mural Público do Município de Ouro a partir do dia 12/02/2010

 

 

Ouro, SC, 10 Fevereiro de 2010

 

 

NERI LUIZ MIQUEOOTO.

Prefeito Municipal


ANEXO I

 

CARGO

CARGA HORÁRIA

SEMANAL

VENCIMENTO

HABILITAÇÃO MÍNIMA

Técnico em Contabilidade

40

1.745,38

Ensino Médio com especialização na área de Técnico em Contabilidade e Registro no CRC.

Psicólogo

40

1.481,42

Ensino superior com habilitação em Psicologia Clínica e registro no CRP

Pedagogo

40

1.198,33

Ensino Superior em Pedagogia

Assistente Social

40

1.805,79

Ensino Superior, com habilitação em Assistência Social e registro no CRESS

Auxiliar Administrativo

40

625,25

Ensino Médio

Fiscal Sanitário

40

902,57

Ensino Médio

Operário Geral

40

565,61

Alfabetizado

Calceteiro

40

661,21

Ensino Fundamental – Séries Iniciais

Agente de Const. Civil

40

714,63

Ensino Fundamental – Séries Iniciais, com aptidões para o desenvolvimento de suas funções.

Operador de Máquinas

40

867,62

Ensino Fundamental – séries iniciais,com Carteira Nacional de Habilitação na categoria “C”, e experiência comprovada de 2 anos

Agente de Serviços Gerais

40

512,20

Ensino Fundamental – séries iniciais.

 

Observação:

* A contratação será realizada de conformidade com a disponibilidade de vagas existentes e as necessidades da Administração Pública Municipal.


ANEXO II

 

DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO SUGERIDO

 

1. Conteúdos Programáticos para as Provas - Conteúdos comuns a todos os Cargos

DISCIPLINA

CONTEÚDOS

Língua

Portuguesa

Linguagem Escrita: Vocabulário; Ortografia; Pontuação; Sílabas; Acentuação gráfica; Classes gramaticais; Conjugação de verbos usuais; Regência; Concordância Verbal e Nominal, Fonética, Formação de Palavras, Linguagem Figurada, Discurso Direto e Indireto, Análise Sintática; Emprego de pronomes; Formas de tratamento; Interpretação de textos.

Matemática

Número e suas operações. Sistemas de Medidas: comprimento, área, volume, capacidade, massa, ângulo, tempo; Regra de Três e proporções. Cálculos algébricos: produtos notáveis, fatoração de expressões algébricas; equações, inequações e sistemas polinomiais de 1º e 2º graus. Estudo de Funções: 1° e 2° Graus, logarítmica, exponencial, trigonométricas. Geometria Plana e espacial. Seqüências e progressões. Matrizes e Determinantes. Sistemas Lineares. Análise Combinatória. Matemática Financeira: Juros simples e compostos, juros e funções. Trigonometria: no triângulo retângulo e triângulos quaisquer. Geometria Analítica: ponto e reta, circunferência, secções cônicas. Estatística: termos de uma pesquisa estatística, Representação Gráfica, medidas de tendência central, medidas de dispersão, testes de significância. Polinômios e Equações Algébricas.  Noções de limites, derivadas e integral

Conhecimentos Gerais

Aspectos históricos e geográficos do Brasil, do Estado de Santa Catarina e do município de Ouro; Aspectos econômicos Brasil, do Estado de Santa Catarina e do município de Ouro; Atualidades relativas ao Brasil, ao Estado de Santa Catarina e ao município de Ouro.

OBS: A complexidade das perguntas levará em conta o grau de formação dos candidatos, quando os Conteúdos coincidirem para Graus de Formação diferenciados.

 

 

CARGO

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TÉCNICO EM CONTABILIDADE

Origem e história da Contabilidade.Situações Líquidas patrimoniais. Contabilidade de custos; Legislação e ética profissional do contabilista; Princípios fundamentais de contabilidade e Normas brasileiras de contabilidade. Contabilidade Pública.Teoria da Contabilidade. Contabilidade Geral – Conceito, objetivos, campo de atuação. Patrimônio: formação, composição. Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido, Equação Fundamental do Patrimônio, Variações Patrimoniais: receita e despesa. Escrituração: Mecanismo de Débito e Crédito, as Contas: Função e funcionamento. Plano de Contas, Sistema de Escrituração. Demonstrações Contábeis: Balanço Patrimonial (Etapas do levantamento, regularização de contas,). Depreciação, Amortização e Exaustão. Provisões e Reservas. Demonstração do Resultado do Exercício. Contabilidade Pública - Conceitos. Escrituração: Funcionamento das contas nos sistemas orçamentário, financeiro e patrimonial. Registro de Operações típicas: Receita efetiva e por mutações patrimoniais. Despesa efetiva e por mutações patrimoniais. Restos a pagar processados e não-processados. Encerramento do exercício: Operações de encerramento no Sistema Orçamentário, Financeiro e Patrimonial. Orçamento Público; proposta orçamentária e lei de orçamento; a receita e a despesa pública; Dotações Orçamentárias, PPA, LDO, LOA. Execução orçamentária: receita, despesa, adiantamentos, créditos adicionais; receita e despesa extra-orçamentária. Tributos e impostos, Noções básicas da Lei Orgânica Municipal.

PSICÓLOGO

Histórico da Psicologia; Métodos da Psicologia; O Arco reflexo; A Inteligência; A Motivação e a Aprendizagem; O processo de aprendizagem segundo Piaget; A Personalidade; A sensação e a percepção; A Psicanálise; O Gestalt – Terapia; O Behaviorismo; Os testes psicológicos; Etiologia das Deficiências Mentais; Desordens da Personalidade; Deficiências Mentais; Orientação de Pais; Conhecimentos em Psicomotricidade; Psicoterapia de grupo; Desenvolvimento infantil; Psicoterapia Breve; Orientação Familiar. Noções de LDB e Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA.

 

 

 

ASSISTENTE SOCIAL

SUS – Sistema Único de Saúde: Lei Orgânica de Saúde 8.080/90; NOB-SUS/96 – Norma Operacional Básica do SUS; Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990; O Serviço Social e Interdisciplinaridade; Legislação; Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS); Lei de Criação dos Conselhos de Assistência Social e dos Direitos da Criança e do Adolescente; Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O Serviço Social: História, Objetivo, Grupos Sociais; O Papel do Assistente Social; A prática do Serviço Social: referência teórica – prática; Políticas de Gestão de Assistência Social: Planejamento, Plano, Programa, Projeto; Trabalho com comunidades; Atendimento Familiar e Individual. O Serviço Social junto aos Estabelecimentos de Ensino e no Conselho Tutelar.Noções de LDB e Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

 Constituição: Conceito. Espécies de Constituição. Poder Constituinte. Poder Constituinte Estadual. Leis Orgânicas Municipais. Reforma. Revisão. Norma Constitucional: a) classificação, b) supremacia. Hermenêutica Constitucional. Disposições Constitucionais Transitórias. Eficácia e Aplicabilidade das Normas Constitucionais. Controle de Constitucionalidade. Ação direta de inconstitucionalidade de lei municipal, argüição de descumprimento de preceito fundamental. Figura do “amicus curiae”. Ação declaratória de constitucionalidade. Inconstitucionalidade por omissão. Federação: características. Divisão de competências. Soberania e autonomia do Estado Federado. Distrito Federal e Território. Estado-membro: competência e autonomia. União: competência. Município: criação, competência, autonomia e intervenção estadual. Organização do Governo Federal. Poder Legislativo: organização; atribuições; processo legislativo e fiscalização contábil, financeira e orçamentária. Poder Executivo: Presidencialismo e Parlamentarismo. Presidente da República: atribuições, responsabilidade. Poder Judiciário: composição, distribuição de competência e organização. Poder Regulamentar. Estados membros: Organização dos Estados-membros; autonomia dos Estados; limites do poder constituinte estadual; princípios limitadores da atuação do constituinte estadual. Organização do governo estadual: poder executivo, legislativo e judiciário. Administração Pública: princípios constitucionais. Tributação, Orçamento e Fiscalização:o sistema tributário nacional: as bases dos sistema tributário nacional; as limitações constitucionais do poder de tributar; a discriminação constitucional das rendas tributárias; a repartição da receita tributária. O sistema orçamentário: a estrutura integrada das leis orçamentárias – lei do plano plurianual, lei de diretrizes orçamentárias e lei do orçamento anual; os princípios constitucionais dos orçamentos públicos: a Lei Orçamentária. A fiscalização contábil, financeira e orçamentária; controle da execução financeira, contábil e orçamentária: sistemas de controle interno e externo. Tribunais de Contas. Direito de Nacionalidade: modos de aquisição de nacionalidade brasileira. Condição jurídica do brasileiro nato. Condição jurídica do brasileiro naturalizado. Perda e reaquisição da nacionalidade brasileira. Condição jurídica do estrangeiro no Brasil. Direitos Políticos: regime político. Tipos e formas de democracia. Fontes do poder e soberania popular. Direitos políticos: a) conceito e abrangência; b) sufrágio, voto, plebiscito, referendo e iniciativa popular; c) sistemas eleitorais; d) inelegibilidades. Partidos políticos. Justiça Eleitoral. Imunidade e incompatibilidade parlamentar. Suspensão, perda e reaquisição dos direitos políticos. Direitos e Deveres Individuais e Coletivos: princípio da isonomia. Princípios da legalidade. Direito adquirido, ato jurídico perfeito e coisa julgada. Direito de propriedade e sua função social. Mandado de Segurança. Mandado de Segurança Coletivo. “Hábeas-Corpus”. “Hábeas-Data”. Mandado de Injunção. Direitos Sociais e sua Efetivação: normas constitucionais programáticas. Regime Jurídico dos servidores públicos civis. Ordem Econômica e Financeira: os princípios gerais da atividade econômica. A política Urbana. Ordem Social: a seguridade social. Sistema único de saúde. Previdência social. Assistência Social. Educação: os princípios básicos da educação. O regime de colaboração nos sistemas de ensino. Aplicação de receitas para o desenvolvimento do ensino.

 

 

FISCAL SANITÁRIO

 

 

 

 

 Doenças Transmissíveis por alimentos; Noções sobre Intoxicação por Agrotóxicos; Alimento: manipulação, armazenamento e transporte; saúde do trabalhador; NORMAS FEDERAIS: CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA DE 1988; Título I; Título II; Título III; Cap. VII, Seção I e II; Título VIII; Cap. II, Seção II e Cap. VI; LEI 8.080/90; LEI 9.782/99 e MED. PROV. 2.19034 de 23 de agosto de 2001. NORMAS ESTADUAIS: LEI 6.320/83; Decreto 24.622/84; Decreto 31.455/87; Decreto e Decreto 23.663/84. NORMAS MUNICIPAIS: Lei Orgânica.

 

 

 

OPERADOR DE MÁQUINAS

Legislação e Sinalização de Trânsito; Normas gerais de circulação e conduta; Sinalização de Trânsito; Direção defensiva; Primeiros Socorros; Proteção ao Meio Ambiente; Cidadania; Noções de mecânica básica de autos; Código de Trânsito Brasileiro e seus Anexos, Decreto nº 62.127 de 16/01/68 e Decreto nº 2.327 de 23/09/97. Condução de veículos da espécie; Manobras; Conhecimentos sobre os instrumentos do painel de comando; Manutenção do veículo; Direção e operação veicular de máquinas leves e pesadas motorizadas e não motorizadas.

 

 

 

 

 

AGENTE DE SERVIÇOS GERAIS

Noções de limpeza e higiene; Destinação do lixo; Produtos  apropriados  para  limpeza de:  pisos, paredes, vasos sanitários, azulejos,  etc.; Conhecimentos e uso dos utensílios de trabalho braçal; Noções de Hierarquia; Preparo e distribuição de café, chá, suco, etc..; Pequenos reparos em instalações, mobiliários e utensílios; Limpeza interna e externa de prédios, banheiros, laboratórios, escolas, bem como de móveis e utensílios. Varrição de superfícies diversas; Conhecimento e uso de ferramentas: enxada, foice, pé de cabra, pá, lima, vassoura, escovão, outros; Carregamento e descarregamento de terra, areia e entulhos em caminhões; Conservação de ferramentas diversas; Carregamento e empilhamento de tijolos, blocos, telhas; Uso de carriolas e similares; Abertura de valas com utilização de ferramentas manuais; Limpeza de veículos e máquinas; Carregamento e descarregamento de objetos como: madeiras, móveis, maquinários; Conhecimentos básicos de hidráulica e eletricidade.

 

 

 

OPERÁRIO GERAL

Conhecimentos elementares sobre as funções inerentes ao cargo, especialmente voltadas à limpeza e conservação de ambientes internos e externos; Serviços de manutenção de logradouros e vias públicas, Jardinagem; Limpeza pública; Relacionamento pessoal com as autoridades municipais, com os servidores públicos e com os munícipes; Noções de segurança e higiene do trabalho.

 

 

CALCETEIRO

Conhecimentos elementares na área de atuação; Ética profissional; Noções básicas de Administração Pública e Direitos e deveres do servidor público municipal do município de Ouro – SC.

 

 

AGENTE DE CONSTRUÇÃO CIVIL

Conhecimentos das ferramentas; Conhecimentos da Função; Normas de segurança; Conhecimentos do sistema de metragem linear; Cubicagem; Conhecimentos dos materiais; Concretagem; Preparação de massas; Noções de assentamento de tijolos, cerâmicas e utilização de EPI’s. Noções de segurança e higiene do trabalho.

 

 

 

 

 

PEDAGOGO

Tendências e concepções pedagógicas; A educação e suas relações sócio-econômico-político e culturais; As relações entre educação, trabalho e cidadania; Inclusão educacional e diversidade; Função social da escola; Estrutura educacional brasileira; Sistema educacional brasileiro: níveis e modalidades de ensino; Legislação: Lei nº 9394/96 LDBEN, Lei nº 8.069/90 ECA, Lei nº 10639/03; Pressupostos teóricos e orientações educacionais. História da Educação Brasileira e as relações entre escola, estado e sociedade. Políticas públicas da Educação no Brasil. Gestão e instâncias colegiadas na unidade escolar: estrutura, funcionamento e organização. Pressupostos teóricos e práticas necessárias à construção do Projeto Político-Pedagógico. Concepções e teorias curriculares. Organização do trabalho pedagógico na escola. Formação do pedagogo no Brasil.  As Diretrizes Curriculares Nacionais e Estadual para a educação básica; Elementos da prática pedagógica; Organização da escola e instâncias colegiadas; Saberes escolares, método didático, avaliação escolar, recursos didáticos e o uso de novas tecnologias da informação e comunicação na educação; Projeto Político-Pedagógico da escola; Gestão Democrática.

 

 

 

DAS ATRIBUIÇÕES A TODOS OS CARGOS:

 

São atribuições funcionais obrigatórias a todos os cargos: ser responsável, assíduo, flexível e comprometer-se com a proposta da instituição que escolheu; cumprir o horário estipulado pelo responsável pelo estabelecimento; comunicar com antecedência às faltas que porventura esteja sujeito; avisar a instituição com antecedência se precisar se ausentar do serviço e apresentar atestado médico no prazo de 24 horas; zelar pela conservação dos equipamentos e materiais da instituição primando pela economia; respeitar a hierarquia da repartição; zelar pelo nome do estabelecimento dentro e fora dele; comunicar ao chefe imediato qualquer ocorrência considerada anormal (psicológica, moral e física); manter um bom clima de trabalho e colaboração com toda a equipe tratando a todos com respeito; apresentar-se utilizando vestimenta adequada à sua função e quando for o caso utilizar uniforme solicitado; participar e auxiliar na realização de atividades, promoções e festividades previstas e organizadas pelo respectivo setor e também o que estiver previsto em calendário e/ou estatuto dos Servidores Públicos; não fazer uso de celulares para tratar de questões pessoais em horário de trabalho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANEXO III

 

CRONOGRAMA PREVISTO – SUJEITO A ALTERAÇÕES

 

ATO

DATA PREVISTA

1. PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DO EDITAL

12/02/2010

 

2. DISPONIBILIZAÇÃO DO EDITAL COMPLETO

12/02/2010

 

1.         PERÍODO DE INSCRIÇÕES

(no horário das 08 às 12 horas e das 14 às 17 horas)

15/02/2010 á 17/03/2010

4. DIVULGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES DEFERIDAS

18/03/2010

 

5. HOMOLOGAÇÃO FINAL DAS INSCRIÇÕES

22/03/2010

 

6. REALIZAÇÃO DA PROVA ESCRITA

    (Escola Estadual Prefeito Silvio Santos)

    REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA

    (Garagem Municipal da Prefeitura de Ouro – 13:30 hrs)

28/03/2010

 

29/03/2010

 

7. GABARITO PROVISÓRIO

29/03/2010

 

8. RECURSO QUANTO AO GABARITO

30/03/2010 a 31/03/2010

9. DIVULGAÇÃO DA CLASSIFICAÇÃO

01/04/2010

10. RECURSO QUANTO À CLASSIFICAÇÃO

01/04/2010 a

05/04/2010

11. HOMOLOGAÇÃO FINAL DO CONCURSO PÚBLICO NO CASO DE NÃO HAVER RECURSOS QUANTO À CLASSIFICAÇÃO

08/04/2010

 

Comments