Legalização das drogas, vantagens e desvantagens

 
Actualmente, a legalização das drogas é um tema muito controverso. Na opinião de alguns, a ideia da legalização da droga é algo absurdo e que a solução deveria ser o aumento do apoio proveniente do estado, de forma a poder combater eficazmente a droga, no entanto, outros acreditam que a legalização da droga, principalmente as leves, levaria ao desaparecimento do prazer da clandestinidade do consumo e por consequência à diminuição da procura.
Pretendemos aprofundar melhor esta questão e entender realmente as vantagens e desvantagens associadas a uma possível legalização das drogas.
 
 Susana
 
Legalização : Drogas leves, tabaco e álcool.
 
 
Drogas Leves
 
Começando pelas drogas leves, que são ilegais, não têm efeitos secundários graves quando comparadas ao álcool. Causam moleza, não afectam os outros, apenas o sujeito ao contrario do álcool. Por acidentes de viação por exemplo.(as drogas leves levam o sujeito a conduzir mais devagar que o normal levando há diminuição do risco de acidente). As drogas leves apenas podem causar doenças a longo prazo tal como o tabaco para além da boa sensação que dão ao seu consumidor. São pouco viciantes, causam pouca dependência.
 
Álcool
 
O álcool é o elemento dos três que mais estragos causa há pessoa e por vezes ás suas famílias. O álcool causa uma dependência física e psicológica considerável sendo bastante difícil após uma pessoa se tornar alcoólica de recuperar. Os efeitos momentâneos do álcool são muito acentuados podendo levar há morte por coma alcoólico. Para além disso cerca de 60% dos acidentes de trânsito são causados pelo álcool.
 
Tabaco
 
O tabaco é talvez a droga mais utilizada por entre a população mundial. É uma droga que não é considerada perigosa, não tendo efeitos momentâneos acentuados apesar de poder causar cancro a longo termo, tal como outros problemas a nível da circulação. Em Portugal a taxa de tabagismo é de 16.5% para maiores de 16.
 
                              Drogas Leves        Álcool         Tabaco
Idade legal               ilegal                        16                   18
 
 
Tendo em conta os feitos das três drogas referidas acima, tornam-se controversas as idades legais para a compra de Tabaco e Álcool. Tendo em conta que até o Tabaco é menos perigoso que o Álcool. Quanto a drogas leves, a marijuana, por exemplo, tem efeitos benéficos para a saúde sendo considerada medicinal em alguns países, Não seria prudente legalizar a compra de marijuana em farmácias por prescrição médica ? Será que o álcool não deveria ser considerado ilegal, visto que é das drogas mais destrutivas ? Porque é o tabaco legal (a compra) aos 18 enquanto que o álcool aos 16 ?
 
 
Luís Matos
Comments