DOCUMENTÁRIOS


*´¨)
¸..´¸..*´) ¸..*¨)
(¸..´¨ (¸..` ¤ Dorothy Bluyus Rodrigues Matias - PCOP/História*
 
DE - SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
 

A LENDÁRIA ROTA DA SEDA

AS SETE MARAVILHAS DO MUNDO ANTIGO

BIOGRAFIAS

CAMPANHAS E HISTÓRIA

CURIOSIDADES SOBRE O CALENDÁRIO

DEBATENDO

EGITO ANTIGO

HISTÓRIA DAS COISAS

HISTÓRIA EM QUADRINHOS NA HISTÓRIA

HISTÓRIA  

ILUMINISMO

O PODER DA ARGUMENTAÇÃO

OS VALES FÉRTEIS

PASSADO REGISTRADO

PASSADO REGISTRADO 2

REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932

SOBRE O IRAQUE

SUGESTÃO DE LEITURA

TEMPO CRONOLÓGICO 

UMA BREVE HISTÓRIA DO TEMPO

 

INFANTICÍDIO

 

Filme de Hakani, Edson Suzuki. Ele e sua mulher, Mônica, são lingüistas que trabalham desde 1986 dentro da tribo na análise da língua da etnia suruwaha e conviveram com várias histórias de infanticídio na tribo ao longo desses 22 anos denuncia tribos que matam crianças

 

Diretor adota menina sobrevivente e é acusado pela Funai e por antropólogos de “interferir na cultura do povo indígena”

Hakani é um documentário de pouco mais de meia hora que chama a atenção para uma triste realidade ainda vivida por 13 etnias indígenas no Brasil: o assassinato de crianças. Crianças são condenadas à morte por serem portadoras de deficiências físicas ou mentais, por serem gêmeas ou filhas de mãe solteira. O filme conta a história da primeira menina a sobreviver à prática e traz ainda o depoimento de indígenas que são contra essa tradição. Hakani é o nome da menina que abriu os olhos dos índios suruwahas no Sudoeste do Amazonas para o fato de que deficiências, sejam físicas ou mentais, não significam uma maldição.

LEI

O projeto de lei apresentado pelo deputado Henrique Afonso (PT-AC), batizado de Lei Muwaji em homenagem a Muwaji Suruwaha, que se negou a sacrificar sua filha, nascida com paralisia cerebral, quer garantir direitos das crianças indígenas. Elas seriam protegidas com prioridade absoluta, de acordo com a Constituição, com o Estatuto da Criança e do Adolescente e com os acordos internacionais de Direitos Humanos, dos quais o Brasil é signatário. O projeto aguarda parecer da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

 

Para assistir ao documentário Hakani, acesse www.hakani.org.

 

Infância em risco

Há exemplos de crueldade contra crianças em culturas primitivas e civilizações clássicas.

No mundo atual

África Central e Ocidental

Recém-nascidos com alguma espécie de deficiência física se tornam um fardo. Nesses casos, a família diminui seu nível de cuidado e o bebê morre.

Índia

A preferência por meninos faz com mulheres grávidas abortem assim que elas descobrem que estão grávidas de meninas.

Camarões, Gabão, Nigéria e Libéria

Crianças sensíveis ou sonhadoras correm riscos. Elas são identificadas como detentoras de poderes demoníacos, culpadas por acidentes e levadas para centros de reabilitação.

Antigüidade

Grécia

A cultura grega, baseada na ideologia guerreira, valorizava o indivíduo forte, saudável e corajoso e incentivava os pais a matarem seus próprios filhos, caso estes não nascessem de acordo com o padrão de beleza e saúde vinculados na cultura da época.

Roma

Em certos períodos da história romana era prática corrente um recém-nascido ser levado perante o Patriarca da Família, que decidiria se a criança deveria ser criada ou morta.

Egito

Segundo a Bíblia, quando a população de hebreus se tornou muito numerosa, o Faraó ordenou que todos os recém-nascidos hebreus fossem jogados no Rio Nilo.

Fonte: www.hakani.org e wikipedia.