A Importância do CREA Para os Técnicos em Manutenção

O CREA é o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia e é ele quem regula as atividades profissionais dessas áreas, tanto em nível superior quanto em nível técnico. Toda a empresa de manutenção de equipamentos eletrônicos (inclusive empresas de manutenção de computadores) necessita que exista um técnico em eletrônica cadastrado como responsável técnico pela empresa. A prefeitura (pelo menos as das grandes cidades) só libera o alvará das empresas de manutenção caso seja apresentada a documentação comprobatória de que há um técnico em eletrônica assinando como responsável técnico pela empresa. Esse documento chama-se ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) e é obtido no CREA. Obviamente somente técnicos registrados no CREA podem obter esse documento.

Para registrar-se no CREA é necessário cursar um curso técnico em eletrônica reconhecido pelo MEC e pelo CREA. Após terminar o curso, basta apresentar o diploma ao CREA para o devido registro.

A importância de ser um profissional registrado no CREA é enorme, pois comprova que você freqüentou um curso técnico reconhecido e está apto a exercer legalmente a sua profissão de técnico. Pessoas que exercem a profissão sem terem feito um curso técnico reconhecido - como parece ser o seu caso - estão exercendo a profissão ilegalmente e podem ter complicações legais no futuro caso haja denúncia ou caso você se envolva em algum problema envolvendo a sua profissão. Por exemplo, imagine que um monitor de vídeo exploda na casa de um cliente e a casa dele pegue fogo. Além de ser processado por danos materiais, caso você seja um técnico sem ter registro no CREA, você pode ser processado por exercício ilegal da profissão, o que é um agravante seríssimo.

Além disso, ter sua empresa registrada no CREA e ser um técnico igualmente registrado são características que podem diferenciá-lo no mercado de trabalho junto aos seus clientes. Infelizmente todos nós sabemos que a maioria dos "técnicos" em manutenção existentes não freqüentaram qualquer tipo de curso. Ter o registro profissional é um diferencial que, se bem trabalhado em termos de marketing, poderá fazê-lo crescer enormemente no mercado.

Muitos pensam, equivocadamente, que a profissão de técnico em manutenção de micros não é regulamentada. Legalmente, somente técnicos em eletrônica podem exercer essa profissão, pois envolve eletrônica (hardware). Somente ainda não estão totalmente regulamentadas as profissões da área de informática que envolva sistema (software), como os cursos superiores de análise de sistemas e informática e os cursos técnicos correlatos, como programação (Leia o editorial sobre a Criação do CONIN, CONFREI e CREI).

Comments