Home


Este site vem da intenção de reunir, numa diposição ordenada, o vasto material a respeito dos primeiros séculos do Cristianismo presente na Internet, em geral disperso e fragmentado. Começou como uma extensa pesquisa de links, e tornou-se, algum tempo depois, um blog. Agora, em formato menos restritivo que o anterior, sem embaraços e efemérides típicos de blogs, julgo que o site permita que eu ponha em prática algumas inovações impedidas pelo Wordpress (e posso assegurar: não são poucas). Quase nenhuma das palavras aqui escritas, salvo raras exceções, é de minha autoria. Continuo adotando, depois de mais de dois anos, a mesma divisa com que comecei a publicar na rede: Deixarei que falem aqueles que são maiores que eu.


 

Partes do site

 

Patrística - Um panorama do período corespondente à consolidação dos dogmas católicos, sem entrar em detalhes e pormenores. Ainda em construção.


Introdução à Patrologia - Longas descrições, dessa vez detalhadas, da vida e obra dos Doutores e Escritores Eclesiásticos dos primeiros séculos. Peço atenção especial ao artigo da Catholic Encyclopedia

 

Padres da Igreja e Doutores da Igreja - Biografias e alguns escritos pertencentes aos Pais da Igreja.

 

Bibliotheca Patristica - Obras em PDF, para baixar. A maioria está em Espanhol, sem que faltem títulos importantes em nosso idioma.




Significado de "Didascalion"


Este era o nome da famosa Escola catequética de Alexandria, destinada a preparar os intelectuais cristãos contra seus adversários hereges e filósofos (entre os quais se incluíam pensadores da dimensão de Plotino). Lá floresceu e se aperfeiçoou o método de interpretação alegórica das Escrituras, levado aos cumes por Orígenes, o grande expoente da Didascalion. Segundo nos conta o site Radical Academy:


"In the beginning, the Didascalion of Alexandria was a school preparing for baptism those who were being converted to the new faith. Toward the latter half of the second century, however, and the first half of the third century, Alexandria became the seat of a lofty philosophical culture. During this period, Ammonius Saccas taught at Alexandria and Plotinus formulated the last great system of Greek philosophy. The atmosphere of speculative culture in Alexandria brought about the transformation of the primitive catechumenical school into an institute of high culture dependent on the Bishop. The continuous polemical attacks which Christianity had to sustain against the Neo-Platonists resulted in the formation of learned men who, moving on the same philosophical plane, would be capable of refuting the accusations of the adversaries. The Christians thus prepared were called Gnostics (not to be confused with the heretics of the same name) as distinct from the simple Christians who believed but did not possess the broad culture necessary for entering safely into arguments with adversaries. This transformation of the Christian school of Alexandria came about at the end of the second century. The first director of the Christian school was Pantaenus; the greatest masters of the school after him were Clement and Origen."

 

Comments