Prática do retorno

Por V.M. Samael Aun Weor 

 

 

 

 

 

Download dos Livros 

 

Introdução 

 

Dedicatória

 

Significado dos Sonhos 

 

Agradecimentos 

 

  

II Livro do Mestre Samael 

 

 

Significado oculto dos sonhos


Sobre os sonhos


Disciplina da Yoga do Sonho


O Sonho Tântrico


Prática do Retorno


O Movimento Gnóstico

 

 

 

Quando o aspirante realizou com pleno êxito todos os exercícios Gnósticos relacionados com o esoterismo do sonho, é ostensível que então se encontra intimamente preparado para a "Prática do Retorno".

No capítulo anterior dissemos algo sobre o elemento iniciador que surge como por encanto de entre as cambiantes e amorfas expressões de seus sonhos...

Certas pessoas muito Psíquicas, refinadas e impressionáveis, possuíram sempre em si mesmas o elemento iniciador...

Tais pessoas se caracterizam pela repetição continua de um mesmo sonho; esses Psíquicos revivem periodicamente tal ou qual cena ou vêm em suas experiências oníricas de forma constante esta ou aquela criatura ou símbolo.

Cada vez que o elemento iniciador seja este símbolo, som, cor ou pessoa, etc., é recordado ao despertar do sonho normal, o aspirante, com os olhos ainda fechados, continua visualizando a imagem chave familiar e logo, intencionalmente tratará de dormir novamente prosseguindo com o mesmo sonho...

Com outras palavras diremos que o aspirante tenta voltar consciente de seu próprio sonho e por ele prossegue intencionalmente com o mesmo, mas o levando  ao estado de vigília, com plena lucidez e auto controle...

Converte-se assim em espectador e ator de um sonho, com a vantagem por certo, nada depreciável de poder abandonar a cena à vontade para se mover livremente no Mundo Astral...

Então o aspirante livre de todas as travas da carne, fora de seu corpo físico, se haverá desprendido de seu velho e familiar ambiente, penetrando num universo regido por leis distintas...

A Disciplina do Estado de Sonho dos Tantristas Budistas conduz didaticamente ao Despertar da Consciência...

O Gnóstico só pode despertar no Estado Verdadeiro de Iluminação, compreendendo e desintegrando sonhos...

As Sagradas Escrituras do Indostão afirmam solenemente que o Mundo inteiro é o Sonho de BRAHMA...

Partindo deste postulado Hindu, afirmaremos de forma enfática o seguinte: "Quando Brahma desperta o Sonho conclui..."

Em quanto o aspirante não haja logrado, todavia a dissolução radical não só dos sonhos em si mesmos, mas sim também das causas psicológicas que os originam, o Despertar Absoluto será algo mais que impossível...

O despertar definitivo da consciência só é possível mediante uma transformação radical...

Os Quatro Evangelhos Crísticos insistem na necessidade de despertar: desafortunadamente as pessoas continuam adormecidas...

QUETZALCOATL O CRISTO MEXICANO, certamente foi um Homem cem por cento desperto...

A multiplicidade de suas funções também nos indica com inteira precisão a grande antiguidade de seu culto e a profunda veneração com que se o via em toda a América Central...

Os Deuses santos de ANAHUAC são Homens perfeitos no sentido mais completo da palavra, criaturas absolutamente despertas. Seres que erradicaram de sua Psique toda a possibilidade de sonhar.

TLALOC; "o que faz brotar", Deus das chuvas e do raio, sendo um Deus é também um Homem desperto, alguém, que teve que eliminar de sua Psique não só seus sonhos, mas ademais toda a possibilidade de sonhar...

É o Indivíduo Sagrado principal da antiqüíssima cultura Olmeca, e aparece sempre com a máscara do Tigre-Serpente nas achas colossais e em diversas figuras de jade...

TEXCATLIPOCA e HUITZILOPOCHTLI Criaturas do Fogo, vivas representações da noite e do dia, são também homens despertos, seres que lograram passar mais além dos sonhos...

Fora do Corpo Físico o homem desperto pode invocar os Deuses Santos de Astecas, Maias, Zapotecas, Toltecas, etc.

Os Deuses dos Códices Borgia, Borbónico, etc., etc., etc., vêm ao chamado do homem desperto...

Mediante o auxílio dos Deuses Santos, o homem desperto pode estudar na Luz Astral, a Doutrina Secreta de ANAHUAC...

Obviamente as idéias arquetípicas que descem do Ser, devêm maravilhosas informando-nos sobre o estado Psicológico de tal ou qual Centro da Máquina, ou, sobre assuntos esotéricos muito íntimos, ou sobre possíveis êxitos ou perigos, etc., envoltas sempre entre a roupagem do simbolismo...

Abrir tal ou qual símbolo astral, tal ou qual cena ou figura, com o propósito de extrair a idéia essencial, só é possível através da "meditação do Ser lógica e confrontativa..."

Ao chegar a este estádio da disciplina do "Yoga do Sonho", se faz indispensável entrar no aspecto Tântrico da questão...

A Sabedoria Antiga ensina que "TONANTZIN" (Devi KUNDAL1NI), nossa Divina Mãe Cósmica particular, (pois cada pessoa tem a sua própria), pode adotar qualquer forma, pois é a origem de todas as formas, portanto convém que o Gnóstico medite sobre ela antes de ficar adormecido...

O aspirante deverá entrar diariamente no processo do sonho, repetindo com muita Fé a seguinte oração: "TONANTZIN, TETEOINAN", ¡ Oh, minha Mãe, vem a mim, vem a mim!

Segundo a Ciência Tântrica, se o Gnóstico insiste nesta prática, mais tarde ou mais cedo haverá de surgir como por encanto de entre as cambiantes e amorfas expressões de seus sonhos um elemento iniciador...

Até tanto não se haja identificado integramente esse iniciador, é indispensável continuar registrando seus sonhos no livrete ou caderno...

O estudo e análise profunda de cada sonho anotado resultam impostergáveis na disciplina esotérica do sonho Tântrico...

Inquestionavelmente o progresso didático haverá de nos conduzir ao descobrimento do iniciador ou elemento unificador do sonho...

Indubitavelmente o Gnóstico sincero que chega a este estado da disciplina Tântrica, se encontra por tal motivo pronto para dar o passo seguinte, o qual será tema de nosso próximo capítulo...