SINAIS DE AUTISMO

Suspeitas e Diagnóstico do Autismo:
 
Na maioria dos casos, os primeiros a verificar algo de errado com o desenvolvimento da criança são os pais.
Fique atento aos sinais demonstrados nestes vídeos. Quanto mais cedo o diagnóstico e consequente intervenção precoce, maiores as chances de um bom prognóstico.
 
Autismo em bebês:
 
O Dr. Walter Camargos, psiquiatra infantil mineiro, preparou este vídeo para o esclarecimento de pais e profissionais.
 
 
 
 

Vídeo do YouTube

 
 
Há também os casos de autismo regressivo e autismo súbito, onde a criança tem um desenvolvimento normal até aproximadamente 18 meses e depois começa a demonstrar sinais de autismo, perda de habilidades ou atraso no desenvolvimento.
Por isso, é de extrema importância a atenção aos marcos do desenvolvimento. Todos os marcos devem estar presentes no período estimado. Se notar algum sinal de atraso, ou perda de desenvolvimento, sinal de alerta!
 

Bebês do nascimento até 1 ano

- Exibe sorriso social;
- Gira sobre si mesmo;
- Capaz de sentar-se, sem apoio;
- Balbucia;
- Brinca de esconde-esconde;
- Erupção do primeiro dente;
- Consegue ficar em pé por si mesmo;
- Caminha apoiando-se nos móveis ou em outros suportes;
- Fala "mamãe" e "papai" empregando os termos adequadamente;
- Capaz de beber de uma xícara;
- Entende o "NÃO" e interrompe a atividade como resposta;
caminha sem apoio.
 

Aos 12 meses

- Segue um objeto que se movimenta rapidamente
- Tem controle de resposta aos sons
- Compreende várias palavras
- Pode dizer "mamãe", "papai" e pelo menos outras duas palavras
- Compreende comandos simples
- Tenta imitar os sons dos animais
- Associa nomes a objetos
- Procura objetos que estão escondidos, porém não é capaz de considerar locais alternativos
- Pode desenvolver apego por um brinquedo ou objeto
- Experimenta ansiedade pela separação e pode agarrar-se a seus pais
- Pode aventurar-se para longe dos pais em pequenas excursões exploratórias em ambientes familiares
 

Aos 18 meses

- É capaz de pronunciar 10 ou mais palavras
- Entende e consegue identificar objetos comuns apontando-os
- Imita com freqüência
- Consegue tirar algumas peças de roupa: luvas, sapatos, meias
- Começa a experimentar uma sensação de propriedade, identificando pessoas e objetos com a palavra "meu"
 

Aos 2 anos

- Visão completamente desenvolvida
- Aumento do vocabulário para aproximadamente 300 palavras
- É capaz de organizar frases com 2 ou 3 palavras
- É capaz de expressar necessidades como sede, fome, vontade de ir ao banheiro
- Aumento do período de atenção
- É capaz de se vestir sozinho com roupas simples
 

Aos 3 anos

- Aumento do vocabulário para mais de 900 palavras
- Forma orações de 3 ou 4 palavras com facilidade
- Está freqüentemente fazendo perguntas
- O ato de falar é praticamente constante sem que haja necessidade de audiência
- Consegue se vestir completamente sozinho, necessitando de ajuda somente com cordões, botões e outros fechos de difícil acesso
- O período de atenção aumenta
- Alimenta-se sozinho sem dificuldade
- É capaz de preparar comidas pouco complicadas
- Pode apresentar aumento dos temores imaginários
- Percepção de si mesmo e dos outros
- Representa situações sociais através de brincadeiras
- Tanto seu pensamento quanto seu comportamento são egocêntricos
- Começa a compreender o conceito de tempo
- Diminui a ansiedade pela separação durante curtos períodos de tempo
 
 
A Dra. Lilia Negron, psiquiatra venezuelana em uma de suas palestras que assisti, pede para ficarmos atentos aos seguintes sinais:
 
Aos 3 meses: Inicia o sorriso social, levanta a cabeça, olha para o rosto das pessoas, sorri ao ouvir a voz da mãe.

Aos 7 meses: Vira a cabeça ao chamá-lo, sorri para outras pessoas, responde ao som com sons, gosta do jogo de escondê-lo.

Com 1 ano: Diz adeus com a mão, faz sons "ma" - "pa", imita ações como aplaudir por ex., responde quando lhe dizem "não".

Aos 18 meses: Tem brincadeiras adequadas como falar ao telefone, aponta o que interessa, olha os objetos que você apontar, a Lua por ex., usa algumas palavras.

Aos 2 anos: Diz frases de 2/4 palavras; mostra interesse em outras crianças, segue ordens simples, aponta uma figura ou objeto quando é nomeado.

Aos 3 anos: Mostra afeição por companheiros, usa orações de 4/5 palavras, imita os adultos e os amiguinhos, tem brincadeiras imaginárias.
 
 
 
Também de acordo com a Dra. Lilia Negron, os seguintes sinais, que incluem sintomas físicos associados, devem ser indicação absoluta para um verificação por um profissional qualificado:
 
- Não balbucia aos 12 meses;
- Não faz gestos com a mão como apontar ou dar adeus aos 12 meses;
- Não fala palavras simples aos 16 meses;
- Não diz frases simples de 2 palavras (atenção, não é ecolalia/repetição) aos 24 meses;
- Q U A L Q U E R perda em Q U A L Q U E R linguagem ou habilidade social em Q U A L Q U E R idade.

- Intolerância ao leite de fórmulas infantis, gastrite;
- Refluxo esofágico, colite;
- Crises de diarréia e prisão de ventre, cólicas;
- Infecções respiratórias (otite, amigdalite, sinusite)ou alergias (asma, eczema, rinite);
- Flatulência;
- Seletividade com alimentos, somente querem comer um tipo de alimentos e rejeitam outros;
- Cílios longos e circulos/olheiras ao redor dos olhos;
- Palpebras inchadas e bochechas vermelhas.
Comments