Fissura Labiopalatal

VOLTAR

FACULDADES INTEGRADAS ESPÍRITA - FIES

INSTITUTO DE AERONÁUTICA E ESPAÇO - IAE

CAMPUS DE PESQUISAS GEOFÍSICAS MAJOR EDSEL DE FREITAS COUTINHO

Convênio 2006-2012

Pesquisas realizadas por prof. MSc. Oneide José Pereira e prof. BScAngelo Antônio Leithold - 04/2007


Lábios Leporinos

(c)py5aalÉ sabido que o ambiente, em todos os sentidos, pode causar diversas anomalias biológicas. Dentre estas, alterações genéticas deter-minam a ocorrência de inúmeros efeitos nos seres vivos. Deformidades congênitas durante o período embrionário podem ser causadas por efeitos químicos ou físicos. Os primeiros através de contaminações de metais pesados e/ou produtos químicos prejudiciais ao desenvolvimento, a Talidomida seria um exemplo, os segundos, por exposição às radiações ionizantes e não ionizantes, acidentes nucleares seriam outro exemplo. 

(c)py5aalUm efeito facilmente observável é a simetria dos organismos bilatérios, cuja estrutura do eixo corporal são espelhadas bilateralmente e orien-tadas pela interseção do plano ortogonal bilateral dorsal-ventral e ante-rior-posterior.  No caso de alterações genéticas, podem ocorrer certas anomalias, dentre estas, as fissuras, deformidades das mais diversas. 

(c)py5aalOs "Lábios Leporinos" ou "Goela de Lobo", como chamados popularmente, são as deformidades mais conhecidas da face. Estas são malformações congênitas caracterizadas por aberturas ou descontinuidade das estruturas do lábio ou palato, cuja localização e extensão são variáveis. 

(c)py5aalAs flutuações das características de simetria, deformidades morfológicas, mal-formações antropogênicas podem ser indicativos de dois efeitos, o primeiro genético, herdado e o segundo por alterações genéticas causadas pelo ambiente.

(c)py5aalO método epidemiológico para o mapeamento das deformida-des genéticas, visa analisar a partir da leitura da distribuição populacio-nal a incidência e prevalência das anomalias observadas. As ferramen-tas utilizadas podem ser a Genética, Biologia Molecular, Estatística e as Ciências Sociais, além do mapeamento físico-químico ambiental.

(c)py5aal No Brasil,  o investimento em pesquisas para mapeamento e atualização de dados é escasso. Entre 1975 e e 1994, foram regis-trados no Brasil 16853 casos de de fissura oral. A Região Sudeste foi a que mais contribuiu para estes números. Se deve salientar que no restante do país podem ter ocorrido casos não relatados, pois muitos óbitos ocorrem anteriormente à prestação de assistência médica devido a não acessibilidade das comunidades mais carentes. O  preconceito e ignorância da própria família do portador de fissura oral também é relevante, principalmente em regiões de acesso precário à saúde pública.

A fissura oral pode  pode ocorrer de forma isolada  ou pela síndrome de Roberts. Apesar de várias pesquisas realizadas, a etnologia das fissuras lábio-palatais isoladas continua indefinida. As possíveis causas etnológicas podem ser divididas em fatores ambientais e genéticos. Andersen em 1942 verificou que descendentes de portadores de fis-sura lábio-palatina apresentavam maior ocorrência da anomalia. 
(c)py5aal Os fatores genéticos, evidenciados pelas histórias familiares,  demonstram que a maioria dos casos têm padrão de herança multifatorial, estando a minoria relacionada a um gene mutante específico, aberração cromossômica  ou agentes ambientais específicos. Se pode, desta forma afirmar que uma boa parcela da fissura lábio-palatal  pode estar associada à herança multifatorial, onde a predisposição à fissura depende da integração de fatores genéticos de natureza poligênica e modulada levemente por fatores ambientais.(Loffredo, L. de C. M. et al 1994)
(c)py5aal A hereditariedade da ocorrência da fissura labial ou lábio-palatina é consenso entre as pesquisas , contudo, a susceptibilidade genética para agentes ambientais na exposição em período crítico poderia levar a um efeito teratogênico. Podem ser de importância 
du-rante o primeiro trimestre gestacional os fatores ambientais no seu aparecimento, ou seja, fatores de risco como o uso de álcool, drogas, Raios-x  abdominal, radiação ambiental, ingestão de medicamentos, como anti-convulsivantes ou corticóide, deficiências nutricionais, infec-ções.

Grupos para o problema de fissurados. 

(c)py5aal Estética da Face - O mais agressivo dos problemas. A deformidade no rosto, se não resolvida, pode abalar toda a vida da criança e sua família. Em casos mais sérios o fissurado chega a viver escondido, isolado de qualquer contato social.

(c)py5aal Fala - O paciente pode apresentar dificuldades na alimentação, alterações na fala e voz hipernasal. Ajustar tais fatores é de responsabilidade do fonoaudiólogo .

(c)py5aal Audição - Em função de diversos desarranjos das vias aéreas, há a possibilidade de perda auditiva. Se o tratamento for realizado a tempo com a equipe de otorrinolaringologista, esse risco diminui consideravelmente.

(c)py5aal Articulação Dentária - A falta do osso na maxila resulta numa irregularidade da posição dos dentes da arcada dentária. Milhares de pessoas sofrem com os problemas causados pela Fissura Lábio-Palatal e não somente as crianças. No Brasil, existem muitos adultos que sofrem com o drama da malformação dos lábios. Isto porque eles não sabem que este problema pode ser tratado.