LaTeX UERJ

Motivação

Quando o assunto é usar o LaTeX para formatar a monografia, dissertação e tese, todo mundo se depara com uma montanha de problemas. Por isso, resolvi elaborar uma classe e um estilo baseado em pacotes livres para minimizar o problema.


Base para as normas de editoração

As normas de editoração de teses e dissertações da UERJ podem ser acessadas através do endereço eletrônico: http://www.bdtd.uerj.br/. As normas estão em segunda edição, publicada no dia 15 de maio de 2013. A segunda edição aprimora e atualiza uma série de aspectos que já estavam presentes na primeira edição e inserem novas recomendações.


Modelo e pacote repUERJ no Overleaf



Modelo e pacote repUERJ na área de download
 
O pacote atual disponível para download (repUERJ.cls, repUERJformat.sty e repUERJpseudocode.sty) já implementa a segunda edição do roteiro para elaboração de trabalhos acadêmicos da UERJ.

Na área de downloads abaixo, você encontrará um arquivo chamado modelo.tex. Use este modelo como base para a elaboração do seu trabalho. A bibliografia está no sistema autor-data e utiliza o BibTeX. Para auxiliá-lo na elaboração da bibliografia, está disponível um arquivo chamado exemplos.bib. Estou disponibilizando também um Guia de Uso do Pacote repUERJ para guia-lo(a) na aplicação do pacote.

Para começar o seu trabalho, faça o download dos seguintes arquivos:
  • modelo.tex
  • abnt-options4.bib
  • bibliografia.bib
  • exemplos.bib
  • logo_uerj_cinza.png
  • marcadagua_uerj_cinza.png
  • logo_uerj_cor.jpg
  • repUERJ.cls
  • repUERJformat.sty
  • repUERJpseudocode.sty
As figuras logo_uerj_cinza.png e marcadagua_uerj_cinza.png são imprescindíveis, pois compõem a capa e a folha de rosto do documento final. A figura logo_uerj_cor.png só é utilizada no corpo do modelo para exemplificar como inserir uma figura no texto seguindo as normas da UERJ para elaboração de trabalhos acadêmicos.


Observações, recomendações e requisitos

É importante que o interessado em utilizar o pacote repUERJ verifique se a instalação do LaTeX é o mais atualizado. Sugiro a versão 2.9 do MikTeX e a versão do TeXLive disponibilizado a partir do repositório do Ubuntu 13.04. O MikTeX versão 2.8 roda o pacote, mas é necessário atualizar alguns pacotes necessários e requisitados pelo repUERJ. Idem para a versão do TeXLive a partir do Ubuntu 12.04.

Os pacotes requeridos pelo pacote repUERJ são:
  • ifthen
  • ulem
  • caption
  • pdfpages
  • setspace
  • enumitem
  • calc
  • pifont
  • keyval
  • geometry
  • eso-pic


Breve histórico

A primeira solução foi usar o pacote abnTEX disponibilizado pelo grupo CodigoLivre (coordenado por Gerald Weber e equipe) que desenvolveu uma classe para refletir as normas da ABNT.

A partir de 2009, o Centro de Pesquisa em Arquitetura da Informação (CPAI) da UnB assumiu o projeto oferecendo como resultado o pacote
abnTEX2. Este pacote não parte da recodificação/manutenção do pacote anterior, mas da aplicação de uma nova metodologia de trabalho. O novo grupo de desenvolvimento (CPAI) partiu do pacote memoir e inseriu as devidas modificações para refletir as normas da ABNT, seguindo o mesmo compromisso inicial do grupo CodigoLivre.

Este histórico pode ser encontrado, para maiores detalhes, no sítio http://code.google.com/p/abntex2/.

Dadas as experiências na adaptação dos pacotes no padrão ABNT acima, adotei como ponto de partida para meu estudo o pacote inicial abnTEX. Em função das normas estabelecidas pelo roteiro de elaboração de teses e dissertações da UERJ, a solução oferecida pelo abnTEX2 acabou sendo descartada por conta da complexidade na manutenção do pacote memoir e da dificuldade na elaboração/implementação dos elementos pretextuais, textuais e postextuais segundo as normas da UERJ.

Comecei a implementação da classe repUERJ.cls a partir da classe report.cls (o mesmo que o
abnTEX usou) que é um dos pacotes padrão do LaTeX e integrante dos aplicativos TeXLive e MikTeX. O resultado é uma classe que traz as modificações necessárias para alterar o layout do documento final corretamente e as codificações dos elementos pré-textuais ficaram no estilo repUERJformat.sty.

Para resolver o problema da referências, no entanto, eu recomendo a instalação do pacote
abnTEX2 que traz as codificações para uso do BibTeX corretamente (ABNT).


Atenciosamente, Luís Fernando.
 
Rio de Janeiro, 27 de abril de 2017.

Ċ
Luís Fernando De Oliveira,
31 de jan de 2016 14:36
ċ
abnt-options4.bib
(0k)
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ċ
bibliografia.bib
(0k)
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ċ
exemplos.bib
(36k)
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ċ
guia-de-uso.zip
(1316k)
Luís Fernando De Oliveira,
8 de abr de 2016 19:35
ą
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ą
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ą
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ċ
modelo-trabalho-academico.tex
(128k)
Luís Fernando De Oliveira,
6 de dez de 2015 14:48
ċ
modelo.tex
(17k)
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ċ
modelos_bibtex.bib
(19k)
Luís Fernando De Oliveira,
16 de dez de 2015 09:04
ċ
repUERJ.cls
(31k)
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ċ
repUERJformat.sty
(26k)
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42
ċ
repUERJpseudocode.sty
(15k)
Luís Fernando De Oliveira,
27 de abr de 2017 04:42