Avaliacao em EAD

Texto de João José Saraiva da Fonseca



Texto de João José Saraiva da Fonseca

Avaliação da Aprendizagem em EAD



Quais os instrumentos para a avaliação na educação a distância?

 

A avaliação em educação a distância combina uma variedade de instrumentos que possibilitam contemplar aspetos quantitativos e qualitativos (Russo 2001). As tarefas a desenvolver durante o curso envolvem entre outros, exercícios práticos, estudos de caso, comentários de textos, auto-avaliação e mesmo a realização de provas escritas que poderão ser respostas abertas, fechadas, mistas, etc..  A avaliação pode contemplar também a participação em bate-papos e fóruns e listas de discussão, tempo em que esteve on-line no curso. Todo esse percurso tem o acompanhamento constante do tutor, que realiza o registro do desempenho individual do aluno recorrendo a bases de dados que permitam gerenciar a informação em tempo hábil. De acordo com determinação legal especifica para a educação a distância, a avaliação do rendimento do aluno para fins de promoção, certificação ou diplomação, terá de ser realizada por meio de exames presenciais.

 

Quais os reflexos da avaliação sobre o processo de ensino aprendizagem em educação a distância?

 

A avaliação é o reflexo do processo de aprendizagem, envolvendo aspectos pedagógicos, programáticos, curriculares, educacionais e sociais. A educação a distância apresenta uma proposta de avaliação que:

- estabelece claramente o que vai ser avaliado;

- se apresenta como corretiva, oferecendo informações sobre os erros e suas eventuais causas, orientando para a resposta correta e o modo de a alcançar;

- seleciona técnicas adequadas para avaliar o que realmente se deseja avaliar;

- utiliza conscientemente um conjunto diferenciado de técnicas de avaliação, tendo em conta as suas possibilidades e limitações de aplicação;

- define a avaliação como um meio para alcançar fins e não um fim em si mesma;

- encara o erro como um elemento fundamental à produção de conhecimento pelo ser humano.




 Texto de João José Saraiva da Fonseca


Quais as dimensões da avaliação num curso de educação a distância?

 

Estudar a distância é um processo autônomo de construção da aprendizagem, requerendo estratégias e instrumentos de avaliação diferenciados da educação presencial.

 

A avaliação em educação a distância, respeita o tempo de avaliação do aluno, atendendo às suas “demandas e estratégias de aprendizagem” (Hoffmann, 2001: p. 59), quebrando o paradigma da seqüência padronizada e rígida de tarefas avaliativas.

 




Texto de João José Saraiva da Fonseca


Quais as características da avaliação dos alunos em educação a distância?

 

Atendendo à diversidade dos alunos, a educação a distância estabelece com eles mecanismos de comunicação e interação, visando o conhecimento mútuo, a motivação e o acompanhamento do processo de aprendizagem sob diferentes dimensões avaliativas.  A avaliação contempla para além da matéria aprendida pelo aluno, o desenvolvimento e mudança de atitudes, o desenvolvimento de criatividade, a capacidade para se relacionar, etc. (Gutierrez e Prieto, 1991).

A avaliação em educação a distância ganha uma dimensão mediadora, que projeta e vislumbra o futuro, subsidiando uma compreensão dos limites e possibilidades dos alunos e o permanente ajustar das estratégias pedagógicas (Hoffmann, 2001). Pensada, planejada e concretizada de forma coerente com os objetivos definidos para a aprendizagem, adquire contornos de continuidade de modo a acompanhar o processo de aprendizagem.  Permeia todo o processo educativo, constituindo mais um fator que contribui para a aprendizagem do aluno (Perrenoud, 2000). Ela é baseada em tarefas que são propostas ao aluno ao longo do curso, devendo ser efetuadas num determinado período de tempo. Registradas em portfólio e associadas a uma permanente comunicação e interação com o aluno, elas adquirem papel mais importante e fidedigno das reais aprendizagens dos alunos do que as provas presenciais.

 




Texto de João José Saraiva da Fonseca


Conforme as proposta dos cursos a avaliação dos alunos em educação a distância pode assumir diversas facetas, como se apresenta no quadro abaixo.


 

A avaliação progride rumo à individualização, respondendo rápida e eficientemente às necessidades do aluno e constituindo deste modo fator de motivação e de sucesso na aprendizagem. A educação a distância com o recurso das novas tecnologias da informação e comunicação, associa a autonomia da aprendizagem à individualização da avaliação no sentido de promover uma educação promotora de um individuo inteiro em todas as inteligências e cidadão consciente dos seus deveres e crítico dos seus direitos.

 

A avaliação em educação a distância caracteriza-se por ser “diagnóstica, formativa, permanente, somativa, contínua, processual, sistêmica, polissêmica e global/integrada. É fundamental que o avaliador conheça profundamente o trabalho de cada estudante, para tal devem ser propostas diversificadas propostas de atividades de modo a que possa atender às suas diversas características.

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca




 

Como re-significar conceitos e concepções de avaliação?

 

Avaliação educacional tem sido foco de amplo debate sobre os processos avaliativos no âmbito da educação brasileira, as questões debatidas apontam a necessidade de adequar-se às práticas de avaliação à sociedade do conhecimento. Essa adequação exige dos professores novas atitudes repensadas a partir das concepções que sustentam suas práticas.

 

Acreditamos que as novas tendências pedagógicas apontam para uma avaliação transformadora e abrangente que envolve todo processo educativo, alicerçada na reflexão, na investigação, visando promover mudanças na prática educativa, assim afirma, Hoffmann (1993,p.18):”Avaliação é a reflexão transformadora em ação. Ação, essa, que nos impulsiona a novas reflexões. Reflexão permanente do educador  sobre sua realidade, acompanhamento passo a passo, do educando na sua trajetória de construção do conhecimento”.

 

No cenário nacional existem vários estudiosos em avaliação entre eles estão:  Luckesi, Perrenoud, Estrela, Hoffomann, Vasconcelos e outros, que apontam para a superação da avaliação classificatória  uma concepção  de avaliação como um processo dinâmico, contínuo, abrangente, participativo, interativo, integral, holístico.

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca




A prática  da avaliação da aprendizagem  também deve ser alicerçada na ação-reflexão-ação, na transformação e na interdisciplinaridade além de está  articulada com  o projeto pedagógico e com novas concepções de aprendizagem.

 

Dessa forma se propõem  processo de mediação da construção do conhecimento entre  o ensinante e o aprendente,  Hoffmann (2001:114) afirma que “o processo avaliativo acompanha o caráter dinâmico e espiralado da construção do conhecimento assumindo diferentes dimensões e significados a cada etapa dessa construção”.

 

Avaliação mediadora exige  uma mudança na postura do professor, ele precisa compreender as diferentes formas de aprender do aluno e acompanhar o seu processo de aprendizagem numa atitude de investigador sobre a trajetória de cada aluno. Freire colabora com essa concepção quando   diz que: “Avaliação não é o ato pelo qual A avalia B, é o ato por meio do qual A e B avaliam juntos uma pratica (...). Daí seu caráter  dialógico. Neste sentido, em lugar de ser um instrumento de fiscalização, a avaliação é a problematização da própria ação”. (FREIRE 1977,p.26)

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca




Precisamos, então assumir uma proposta de avaliação a partir da concepção mediadora numa visão dialética do conhecimento humano, que busca compreende as possibilidades e os limites de aprendizagem do aluno e subsidiar o professor para desenvolver ações que favoreça uma evolução da aprendizagem dos educandos. Por isso é importante lembrar que as praticas avaliativas não se limita ao aspecto meramente técnico, mas sim político, que remete a explicitação pelos atores do cenário educacional (professores, gestores,) do projeto pedagógico e social que se tem por FAROL.

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca


Qual a proposta de avaliação para os cursos a distância da FGF?

 

O conceito de avaliação da aprendizagem tem tradicionalmente como núcleo julgar o desempenho do aluno, de forma objetiva, a partir do cômputo de acertos e erros apresentados em testes objetivos. Ao longo das últimas décadas esta visão tem sido lentamente redirecionada. O conceito atual de avaliação enfatiza a relação entre avaliação da aprendizagem e avaliação institucional, considerando uma relação direta entre os desempenhos do aluno e do professor e com as condições contextuais da própria Instituição. A avaliação deixa de ser um momento final do processo de ensino-aprendizagem para se transformar numa busca incessante de compreensão das dificuldades do aluno e numa dinamização de novas oportunidades de reconstrução do conhecimento de professor e aluno.

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca


A proposta assumida pela FGF/NEAD, baseia-se no desempenho do aluno ao longo de todo o seu processo de ensino aprendizagem. Visa analisar comportamentos, conhecimentos, capacidades, atitudes, hábitos e interesses, de forma a possibilitar a apreensão de informação que permita o desenvolvimento de um conjunto alargado e integrado de capacidades e competências.

 

A informação é recolhida com base nas aprendizagens realizadas pelo aluno em atividades que respeitam as suas necessidades e anseios e recolhida através de um conjunto diversificado de instrumentos de avaliação. Ao realizar as tarefas propostas, o aluno evidencia os seus conhecimentos e competências, fornecendo elementos para a sua avaliação. Respeita-se deste modo o ritmo e o estilo individual de aprendizagem de cada aluno, atendendo-se à diversidade (capacidades, necessidades e interesses individuais), de modo a possibilitar a igualdade de oportunidades de aprendizagem a todo o aluno, independentemente da sua proveniência sócio-cultural.

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca


A avaliação do aluno visa  também promover a união entre a teoria e a prática, a promoção da inclusão e abrir espaço para uma reflexão da práxis coletiva, desmistificando o erro, repensado enquanto ponto de partida para novas aprendizagens significativas de forma individual ou orientada.

 

A avaliação utilizada como instrumento de reflexão para uma constante tomada de decisão, buscando superar a fragmentação do fazer pedagógico, é encarada como um processo contínuo, partindo da auto-avaliação do aluno enquanto reflexão do educando tomada de consciência individual sobre aprendizagem e condutas, atravessando a avaliação formativa na dialogia entre a provisoriedade e complementaridade e terminando na avaliação somativa onde o erro é encarado com ponto de partida para um novo ciclo de aprendizagem, num processo permeado pela permanente atenção à avaliação qualitiativa e quantitativa da interação coletiva que permeia todo o processo de ensino e aprendizagem.

 

Enquanto professor autor, você deverá entender claramente as diferenças entre as formas de avaliação utilizadas no curso: auto-avaliação, avaliação formativa e  somativa (sentido de resumo).

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca




Auto-avaliação

Motiva a participação do aluno no ato consciente de aprender. Além disso possibilita refletir sobre os pontos fracos e fortes do seu processo de aprendizagem. Promove o senso de responsabilidade e o senso crítico sobre os seus próprios conhecimentos. Por outro lado, desenvolve uma postura crítica face a si mesmo e às atitudes e hábitos adotados durante o curso, contribuindo para um reajuste pessoal e social. A auto-avaliação é apresentada ao final de cada tema e remete para conteúdos abordados nesse tema.


 Texto de João José Saraiva da Fonseca




Avaliação Formativa

Acompanha o processo de ensinar com a finalidade de identificar e verificar se o aluno está alcançando os objetivos previstos de aprendizagem ou se será necessária uma intervenção que possibilite a superação dos seus limites no seu processo de aprendizagem. A avaliação formativa possibilita um reajuste permanente das estratégias de ensino e avaliação adotadas.

A avaliação formativa no curso para o qual você está produzindo material didática, será realizada ao longo do módulo.

 

O tutor será responsável pelo comentários às atividade de auto-avaliação e de avaliação formativa postadas pelos alunos no portfólio.

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca




Avaliação somativa

Realiza-se ao final de cada módulo. Faz um balanço final de tudo que foi conseguido. A intenção é "certificar", ou seja, constatar se a aprendizagem planejada aconteceu ou não e classificar os resultados ao final do processo.

A avaliação somativa por obrigação legal terá caráter presencial com questões fechadas.

 

Texto de João José Saraiva da Fonseca




Quais os âmbitos da avaliação num curso de educação a distância?

 

A avaliação em educação a distância englobará a avaliação da aprendizagem, mas também contemplará a avaliação do material didático, dos domínios administrativo e pedagógico, avaliação da tutoria, possibilitando a recolha integrada de uma rede de informações que possibilitem uma avaliação concreta do curso.

 

A avaliação em educação a distância engloba também a vertente institucional nas suas dinâmicas internas e externas. Caracterizada pela continuidade e variedade de instrumentos aplicados, os dados coletados facilitarão a retificação e redirecionamento das estruturas organizativa e pedagógica. A avaliação institucional interna é imediata. A externa se processa a médio e curto prazo atendendo entre outros aspetos:

“- ao desempenho profissional dos egressos em face dos perfis de recrutamento, condições de mercado de trabalho, capacidade de adaptação no emprego e de ascensão na carreira;

- ao potencial de utilização  dos recursos disponíveis e à capacidade de integração e interação da instituição com as necessidades de desenvolvimento local ou regional;

- a outras dimensões de qualidade e de desempenho que venham a ser consideradas” (Niskier,1999: 70).




Texto de João José Saraiva da Fonseca


Para compreender o conceito de avaliação da aprendizagem em educação a distância, propomos que assista ao slide show e leia o texto disponível abaixo.





Comments