Processo Seletivo 1º Sem 2018

Processo de Seleção para Ingresso no Doutorado e Mestrado Acadêmico em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade

 

(1º Semestre de 2018)

 

 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade (PPG-CTS) da Unifesp torna pública a abertura das inscrições e estabelece normas relativas ao processo de seleção de candidatos para ingresso no Doutorado e Mestrado Acadêmico, para admissão no primeiro semestre de 2018.

Serão aceitas inscrições ao Curso de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade, em nível de Doutorado, dos portadores de diploma em nível de Mestrado, e para o nível de Mestrado, dos portadores de diploma de nível superior, conforme as Normas e Diretrizes do PPG-CTS (vide regimento).

O processo de seleção será conduzido por uma comissão – doravante denominada “Comissão de Ingresso ao PPG-CTS, CIPPG-CTS” – constituída por orientadores do PPG-CTS e designada pela Comissão de Ensino do PPG-CTS.

 

Calendário do processo seletivo para o 1º semestre de 2018

 

Dia 21/12/2017: Publicação do edital

Dia 08/01/2018: Início do recebimento das inscrições;

Dia 09/02/2018:   Último dia para a realização das inscrições;

A partir do dia 20/02/2018- Publicação da lista dos candidatos aprovados na avaliação dos históricos e currículo;

Dia 22.02.2018- Prova de conhecimentos em química geral (exclusivo para os candidatos que solicitarem concorrer às bolsas);

A partir do dia 28/02/2018- Publicação da lista dos candidatos aprovados no processo seletivo para classificação de bolsas;

Período para apresentação de recursos: até dois dias úteis após a divulgação do resultado;

De 05/03/2018 a 12/03/2018 - Matrícula dos candidatos aprovados no processo seletivo.

 

1. Das inscrições 

 

As inscrições deverão ser realizadas pessoalmente pelo interessado no período de 08 de janeiro a 09 de fevereiro de 2018, das 09h00 às 12h00, por meio de Ficha de Inscrição (disponível      no local de inscrição ou no sítio do Programa (http://www.unifesp.br/home_diadema/posgrad/cts/, link “Ingresso no Programa”), a qual deverá ser preenchida, assinada e entregue na secretaria de Pós-Graduação, da Unifesp – Campus Diadema – Unidade José Alencar, situada à Rua São Nicolau, 210, 5o andar, 09913-030, Centro, Diadema, SP, acompanhada dos seguintes documentos: 

 

1. Cópias do Histórico escolar da graduação e certificado de conclusão de curso, se for candidato ao mestrado, e cópia do histórico escolar da graduação e do mestrado, se for candidato ao doutorado. Caso o candidato ao mestrado esteja aguardando o certificado de conclusão de curso, este poderá ser entregue até a data de matrícula.

 

2.  Currículo Lattes do candidato. Para o preenchimento do C.V. Lattes, o candidato deve seguir o roteiro do Anexo I deste Edital.

 

3.  Carta de aceitação do orientador credenciado no programa.

 

4. Cópia da carteira de identidade (RG), ou Registro Nacional de Estrangeiros (RNE), ou Passaporte para candidatos estrangeiros; e

 

5. Cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF). Se o RG ou RNE conter o CPF, é desnecessária a cópia do CPF.

 

Os documentos entregues serão avaliados pela comissão de docentes designada para este fim. Se aprovado, o candidato terá que entregar o Projeto de Pesquisa no ato da matrícula e terá o prazo de 60 (sessenta) dias para entregar o parecer sobre o Projeto de Pesquisa emitido pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UNIFESP.

 

 Serão também aceitas inscrições por serviço expresso de encomendas com código de rastreamento e aceitos até o limite da data de inscrição (data de postagem até 09/02/2018). A inscrição só será convalidada se todos os documentos solicitados (itens (1) a (5)) e a ficha de inscrição forem enviados. Uma cópia digitalizada de toda a documentação citada acima deverá ser enviada para o email da Secretaria de Pós-Graduação (pos.secretariacts@gmail.com), juntamente com o comprovante de postagem. O recebimento da documentação dentro do prazo previsto será acusado pela Secretaria de Pós-Graduação do PPG-CTS). Para esse caso, os documentos originais devem ser apresentados no dia da realização da (prova escrita) do processo seletivo.

A inscrição no processo de seleção para ingresso no Doutorado ou Mestrado em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade poderá ser efetuada sem que o candidato tenha um orientador. Todavia, a matrícula no Curso de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade só será efetivada se acompanhada do formulário de matrícula, assim como da carta de aceitação de um orientador credenciado no PPG-CTS e apto a assumir a orientação, e do projeto de pesquisa.  O certificado de submissão do projeto ao Comitê de Ética e Pesquisa (CEP) da Unifesp deverá ser entregue até 60 dias após a matrícula.

 

2. Do processo de seleção

 

A Análise Curricular consiste da avaliação do Curriculum Vitae Lattes e do histórico escolar de graduação para candidatos ao Mestrado, e histórico de graduação e do mestrado para candidatos ao Doutorado.

A aprovação do candidato na fase de análise dos documentos terá validade de 6 (seis) meses. Neste período, o candidato poderá fazer sua matrícula desde que o orientador indicado pelo candidato esteja credenciado no programa.

Serão feitas provas escritas duas vezes ao ano para estabelecer a ordem de classificação para obtenção de bolsas de estudo. A ordem de classificação terá validade até a próxima prova escrita do semestre subsequente. As provas abordarão conteúdos gerais em nível de graduação na área de Química, relacionado à Química Geral (veja bibliografia abaixo). Em caso de empate, haverá análise dos históricos escolares de graduação, da pós-graduação, e do Currículo Lattes para critério de desempate. Os critérios serão estabelecidos pela Comissão de Ensino e Pós-Graduação.

 

Bibliografia sugerida para estudo:

1)   Kotz, John C. e Treichel Jr., Paul M. , Química Geral e reações químicas vol 2. (Tradução técnica da 5ª ed. Norte-americana por Flávio Maron Vichi). São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005. ISBN: 852210462-X, ISBN13: 9788522104628.

 

2)   Russell, John B., Química geral (coordenação Maria Elizabeth Brotto; tradução e revisão Márcia Guekezian et al.), 2ª. ed.. vol 1. São Paulo: Makron Books, 2004. ISBN-10: 8534601925.

3)   P. Atkins e L. Jones, Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio ambiente (tradução: Ricardo Bicca de Alencastro), 5ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2012. ISBN: 9788540700383.

4)   T. L. Brown, H. E. LeMay, Jr; B. E. Bursten, J. R. Burdge, Química A Ciência Central. (tradução da 9a ed por Robson Mendes Matos). São Paulo: Pearson, 2005. ISBN: 8587918427.

 

3. Da Divulgação dos Resultados

 

Os resultados do processo seletivo serão divulgados no sítio do Programa (http://www.unifesp.br/home_diadema/posgrad/cts/) e na secretaria de Pós-Graduação, localizada na Unidade José Alencar – Unifesp Campus Diadema, situada à Rua São Nicolau, 210, 5o andar, Centro, CEP: 09913-030, Diadema, SP. 

 

4. Dos aprovados no ingresso no PPG-CTS

 

O ingresso no PPG-CTS depende do número de vagas, que são 15 (quinze) para o Doutorado e 35 (trinta e cinco) para o Mestrado. A lista dos candidatos aprovados será divulgada até o dia 20 de fevereiro de 2018, no sítio do Programa (http://www.unifesp.br/home_diadema/posgrad/cts/) e na secretaria de Pós-Graduação.

 

5. Da solicitação de revisão das notas

 

Os candidatos poderão solicitar a revisão de nota da prova escrita e/ou aprovação, através de requerimento devidamente assinado dirigido à Comissão de Ensino do PPG-CTS, em até 2 dias úteis. O requerimento deverá ser entregue à secretaria de pós-graduação e a revisão de nota e/ou aprovação será feita pela Comissão de Ingresso no prazo máximo de 5 dias úteis, contados a partir da data da entrega do requerimento a secretaria, em dia e horário previamente agendado.

 6. Da matrícula 

 

As matrículas dos candidatos aprovados deverão ser efetuadas preferencialmente no período de 05 a 12 de março de 2018 das 09h30 às 12h00 e das 13h30 às 16h00, na Secretaria de Pós-Graduação, da Unifesp – Campus Diadema. A matrícula neste período é mandatória para os alunos que quiserem concorrer para classificação de bolsas se estas estiverem disponíveis. O processo seletivo terá validade para efeito de efetivação de matrícula até a abertura do próximo processo seletivo. No ato da matrícula, o candidato já deve ter o orientador estabelecido, e deve entregar fotocópias dos seguintes documentos:

 

a)      Ficha de inscrição (gerada pelo sistema) preenchida e assinada pelo aluno, orientador e coordenador do Programa, com identificação de todos os nomes.

b)      Para ingressantes no Mestrado, cópia (frente e verso) de Diploma de Graduação (curso reconhecido pelo MEC). Na falta do diploma, é aceito certificado de conclusão de curso em até 6 meses contados da data de conclusão;

c)      Para ingressantes no Doutorado, cópia do Diploma do Mestrado. Na falta do diploma, é aceita ata de defesa em até 6 meses contados da data defesa;

d)      Para ingressantes no Mestrado, histórico Escolar da Graduação;

e)      Para ingressantes no Doutorado, histórico escolar da Graduação, e histórico escolar de Mestrado;

f)       Certidão de Nascimento ou Casamento;

g)      Cópia do CPF, RG, Título de Eleitor e Certificado de Alistamento Militar (para candidatos do sexo masculino acima de 18 anos);

h)      Cópia das páginas iniciais do Curriculum Vitae Lattes (Identificação e

Escolaridade);

i)        Duas fotos 3 x 4 coloridas; 

j)        Carta de aceitação do orientador credenciado no PPG-CTS;

k)      Projeto de Pesquisa

 

Todas as fotocópias deverão ser acompanhadas dos respectivos documentos originais para conferência, inclusive para a inscrição (item a). Caso alguma cópia dos documentos supracitados tenha sido entregue no ato da inscrição, não é necessário entregá-la novamente, mas a apresentação do correspondente original segue sendo obrigatória. A aprovação no processo de seleção não garante automaticamente a matrícula, devendo o candidato aprovado providenciar toda a documentação prevista no edital em tempo hábil.

 

7. Das bolsas de estudo 

 

O Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade dispõe de uma cota de Bolsas de Estudo da CAPES. A atribuição das bolsas respeitará a classificação dos candidatos, como regida pela Tabela 1 do Anexo III. Terão prioridade na atribuição das bolsas do Programa os candidatos aprovados que efetuarem a matrícula no período compreendido entre 05 a 12 de março de 2018. A atribuição de bolsas, quando disponíveis, para os matriculados após este período obedecerá a precedência da efetivação da matrícula. Todos os bolsistas deverão estar de acordo com o regulamento da bolsa institucional (http://www.unifesp.br/reitoria/propgpq/index.php/pos-graduacao/strictosensu /bolsas/ bolsas-no-pais).

 O recebimento de bolsas de outras agências de fomento (FAPESP ou outras Instituições) dependerá de solicitação direta do orientador/aluno à agência financiadora. É altamente recomendável tais solicitações, especialmente para alunos e orientadores que se enquadrem dentro dos critérios exigidos pela FAPESP. Informações adicionais sobre bolsas podem ser acessadas no sítio da Pró-Reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da Unifesp.

 

8. Do ingresso e permanência no PPG-CTS

 

Com relação ao ingresso e permanência no PPG-CTS, o candidato aprovado deverá cumprir os créditos exigidos nas disciplinas propostas pelo Programa e desenvolver um projeto de pesquisa inédito dentro de uma das linhas de pesquisas do Programa. Ambos apresentam forte conteúdo de ciências básicas, especialmente nas áreas de ciências exatas e biológicas. Dessa forma, a Comissão de Ensino desse Programa sugere que os candidatos inscritos devam possuir formação em áreas afins ao Programa para o acompanhamento pleno nas disciplinas e execução adequada do projeto de pesquisa.

 

 

9. Das considerações finais

 

Não haverá segunda chamada para qualquer etapa do exame de seleção para ingresso no Mestrado ou Doutorado em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade. O candidato, portador de necessidades especiais ou limitação física temporária, que necessitar de qualquer tipo de recurso ou condição especial para a realização das provas, deverá requerê-lo encaminhando ofício à Comissão de Ensino do PPG-CTS, via Secretaria de Pós-Graduação, contendo justificativa circunstanciado referente à solicitação. O atendimento à solicitação de recursos especiais ficará vinculado à análise de viabilidade e de razoabilidade por parte da Unifesp.

A Unifesp não se responsabilizará por problemas ocorridos nos computadores dos interessados, falha de comunicação e congestionamento das linhas de comunicação no período regulamentar.



Roteiro para o preenchimento do Curriculum Vitae Lattes (http://lattes.cnpq.br)

 

1)  Formação Acadêmica: Incluir cursos de graduação, cursos técnicos, cursos de especialização, mestrado e doutorado, finalizados ou em andamento.

 

2)  Formação Complementar: Informar cursos extracurriculares realizados que sejam de curta duração. Informar, por exemplo, dados sobre cursos realizados em Congressos, Instituições de Ensino, etc.

 

3)  Atuação Profissional: Indicar nome da instituição e período onde foi desenvolvido o vínculo institucional. Informar no campo “Outras informações” carga horária e atividades principais desenvolvidas. Neste campo indicar experiência em Iniciação Científica, Monitoria e Estágios. Se já foi Bolsista, no campo Outras Informações, indicar a agência de fomento correspondente (exemplo: CNPq, FAPESP, etc.).

 

4)  Área de Atuação: Indicar a área de atuação em que tem experiência científica.

 

5)  Produção Científica e Tecnológica: Indicar a produção bibliográfica e técnica. Neste campo informar: artigos científicos publicados; resumos publicados em eventos científicos e apresentações de trabalhos em Reuniões Científicas/Congressos. Indicar o título da produção, nome dos autores, local do evento e a data. Ainda neste campo, é possível acrescentar dados sobre produção técnica, como por exemplo, Trabalho de Conclusão de Curso.

 

6)  Eventos: Neste campo informar dados sobre a Participação em Eventos e Organização de Eventos. Acrescentar dados sobre a Participação de Congresso, Semana Científica, Seminários, etc.



Critérios de distribuição, manutenção e cancelamento de bolsas institucionais.

 

- Critério de distribuição

 

1)   A distribuição de bolsas Institucionais (CAPES) de Pós-Graduação é de competência da Comissão de Ensino do PPG-CTS.

 

(a)   As bolsas serão concedidas para alunos sem vínculo empregatício e que não possuam bolsa de outra agência de fomento. 

(b)   As bolsas institucionais serão distribuídas para ingressantes nos Curso de Doutorado ou Mestrado, após efetivação da matricula.

 

2) As bolsas de Doutorado ou Mestrado serão distribuídas aos alunos ingressantes, de acordo com a ordem de classificação como divulgada na Tabela 1. A duração máxima permitida pelas agências é de quarenta e oito (48) meses para o Doutorado e de vinte e quatro (24) meses para o Mestrado.

 

Tabela 1 – Grupo classificatório segundo as faixas de notas:


Faixa de notas

Grupo

nota ≥ 7,50

1

5,00 ≤ nota < 7,50

2

 

(c)    O grupo 1 será formado pelos candidatos classificados exclusivamente com nota obtida no exame de ingresso. 

(d)   A classificação do grupo 2 será formada considerando-se a situação do orientador e da nota obtida no exame. Em caso de empate, terá prioridade o candidato que obtiver a melhor nota na prova escrita.

 

Situação do orientador:

 

Ordem de prioridade = [Nº bolsistas institucionais – Nº bolsistas de outras fontes (FAPESP, CNPq, empresas)], ou seja:

 

≤ 1: prioridade 1;

= 2: prioridade 2;

= 3: prioridade 3;

= 4: prioridade 4; e assim sucessivamente.


Caso o orientador tenha alguma pendência junto ao programa CTS, como atraso em emissão de pareceres de qualquer natureza, será considerada a ordem de prioridade 4. Sanadas as pendências até data de atribuição das bolsas, seguirá a ordem de prioridade conforme equação acima.

 

 OBS 1: Alunos regularmente matriculados e ingressantes em semestres anteriores poderão concorrer à bolsa até completar um ano no programa de Doutorado. Se a bolsa for atribuída pela Comissão de Ensino do PPG-CTS, sua duração será determinada pelo tempo complementar ao Prazo estipulado pela CAPES para cada categoria, descontando, portanto, o período entre a matrícula e atribuição de bolsa. 

 

OBS 2: O orientador deve enviar à Comissão de Ensino do PPG-CTS o termo de outorga vigente da concessão de bolsas obtidas de outras fontes.

 

Manutenção e Cancelamento:


A concessão de bolsa institucional poderá ser cancelada nos seguintes casos:

(a) O aluno não entregar o relatório de atividade no prazo, sem justificativa formal conforme estabelecido no Regimento do Programa;

(b) O relatório de atividades é reprovado e o aluno não entrega o relatório corrigido no prazo de 30 dias;

(c)  O prazo para efetuar o exame de qualificação não é atendido;

(d) O aluno obtiver mais que 2 (dois) conceitos igual ou inferior a C em disciplinas da pós-graduação, tanto obrigatória como eletivas.

 

OBS 3: A solicitação para a prorrogação da entrega de relatório contendo as justificativas e assinadas pelo orientador será avaliada pela Comissão de Ensino do PPG-CTS caso a caso. É de responsabilidade de o orientador zelar pelo cumprimento dos prazos máximos estipulados pela CAPES para a conclusão do Doutorado (48 meses) e Mestrado (24 meses).

 

Casos especiais ou omissos serão resolvidos pela Comissão de Ensino do PPG-CTS. 


Para mais informações consultar o Edital disponível abaixo. 


Ċ
Dario Santos Junior,
20 de dez de 2017 14:55