Seja bem vindo ao meu site!


  João Paulo Saraiva Amaral da Encarnação      

 CT1-EBZ / DUKE / pmr339 / Comando 1

 

As minhas frequências preferidas:

  •  
  • 145.5125mHz FM tom 74.4Hz
  • 435.5125mHz FM tom 74.4Hz
  • 26.975 mHz FM (canal 2 CB)
  • 27.185 mHz AM (Canal 19 CB)
  • 28.550 mHz USB
  • 446.01875 (canal 2 pmr 446)
  • Repetidor de Sintra da RESCUE
  • Possuo ainda uma rede privativa na faixa dos 40mHz

 O que penso do estado da emergência pré-hospitalar em portugal?

A maioria dos corpos de Bombeiros e unidades da Cruz Vermelha, deveriam ser impedidos de fazer serviço de emergência até que reunam condições minimas de qualidade para o efeito.

Em caso de Emergência, fique tranquilo o Ministério da Saúde garante que existe um centro de emergência a 45 minutos de sí. Mantenha a calma, não morra já!

Vivemos em Portugal, onde tudo é normal, e ninguem leva a mal!

O que penso da Autoridade Nacional de Protecção Civil?

Penso que autoridade mas pouca, e que não é mais de que uma casa para os compadrios do bombeiral da moda onde se arranjam uns taxos e uns restos para os compadres de vermelho.

 

Nasci em São Sebastião da Pedreira em Lisboa, em 26 de Outubro de 1969.

Iniciei-me na banda do cidadão em 1979, somente com 10 anos de idade, depressa despertei para a vertente técnica das rádiocomunicações.
Em 1987 enveredei pela área da emergência pré-hospitalar, tendo desde então mantido lado a lado a nível profissional mas também como ocupação de tempos livres as radiocomunicações, a emergência médica bem como outras áreas a que vim a dedicar-me mais tarde como o resgate vertical, formação e treino em operação e gestão de catástrofe, bem como o montanhismo, fruto de uma precoce paixão pelo meio natural montanhoso.

Ao longo destas quase 4 dezenas de anos de vida, fui militar, bombeiro, técnico de emergência médica, técnico de electrónica e rádiocomunicações MOTOROLA , resgatador. Hoje sou tudo isto e ainda empresário independente, pai e marido. Tenho uma familia de que muito me orgulho e que muitas alegrias me proporciona.

Actualmente dedico o meu tempo a minha pequena empresa e à familia. Nos curtos tempos livres que me restam dedico-me a associação de proteção civil que fundei e que batizei de "Socorristas Unidos SEm Fronteiras", desenvolvendo sistemas de resposta às emergências de excepção.

Sou ainda com muito orgulho associado da REP - Rede dos Emissores Portugueses, apesar de não me restar tempo para dar algum contributo a esta meritória associação.

 

 

Numero Europeu para Comunicar  o Desaparecimento de Crianças

O Governo atribuiu ao Instituto de Apoio à Criança (IAC) a responsabilidade pelo número único europeu destinado a participar o desaparecimento de crianças.

Uma directiva europeia datada de Fevereiro de 2007 determinou que todos os países da
União Europeia deviam ter a funcionar o número 116 000 até ao fim do mês de Agosto de 2007, tendo Portugal implementado esta determinação.

Por despacho do
Ministério da Administração Interna, este número foi atribuido ao IAC, uma instituição privada de solidariedade social, considerada idónea para o efeito, que irá gerir o sistema que permite o aviso rápido e gratuito quando se verfique o desaparecimento de crianças.

Este é mais um número que convém memorizar, mas é igualmente necessário que as autoridades policiais mudem de postura e não esperem 24 horas para considerar alguém como desaparecido e iniciarem as operações de busca.


Vivemos em Portugal, onde tudo é normal e ninguem leva a mal.

Acreditar em Portugal é importante, mas dificil.

Acreditar na Politica de Portugal é fácil, mas impossivel.