Dengue

Aedes Aegypti. Um mosquito. Milhões de mortes.

CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA: 

Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Diptera
Subordem: Nematocera
Família: Culicidae
Subfamília: Culicinae
Gênero: Aedes
Subgênero: Stegomyia
Espécie: Ae. aegypti

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

·       dengue e febre amarela urbana.

·       Estes insetos são típicos de regiões urbanas de clima tropical e subtropical (com presença de calor e chuvas) Não conseguem viver em regiões frias.

·       É de tamanho pequeno, possuindo, em média, 0,5 cm de comprimento.

·       Possui cor preta com manchas (riscos) brancos no dorso, pernas e cabeça.

·       O ruído deste mosquito é muito baixo, sendo que o ser humano não consegue ouvir.

·       O mosquito macho alimenta-se de frutas ou outros vegetais adocicados. Porém, a fêmea alimenta-se de sangue animal (principalmente humano). No momento que está retirando o sangue, a fêmea contaminada transmite o vírus da dengue para o ser humano. Na picada, ela aplica uma substância anestésica, fazendo com que não haja dor na picada.

·       As fêmeas costumam picar o ser humano na parte do começo da manhã ou no final da tarde. Picam nas regiões dos pés, tornozelos e pernas. Isto ocorre, pois costumam voar a uma altura máxima de meio metro do solo.

·       A fêmea deposita seus ovos em locais com água parada (limpa ou pouco poluída). Por isso, é importante não deixar objetos com água parada dentro de casa ou no quintal. Sem este ambiente favorável, o aedes aegypti não consegue se reproduzir.

·       As larvas são brancas quando nascem, mas tornam-se negras depois de algumas horas.

·       Pode ser encontrado em várias regiões da África e América do Sul, inclusive no Brasil. Em nosso país, tem transmitido a dengue a uma grande quantidade de pessoas. A dengue, se não tratada corretamente, pode levar o indivíduo a morte.

 Covert Front