Artigos‎ > ‎

Medições TA-GT

 MEDIÇÕES  TA-GT  por  TC NO SERVIÇO DE RADIOLOGIA H.C.C.  

Por:  Manuela Caroço e Anabela Baptista 

 

Estas medições permitem verificar se existe torção da tíbia em relação ao fémur.

 Para a execução destas medições, o paciente é posicionado para realizar um TC aos joelhos em que os mesmos são colocados em extensão completa ( 0 graus ) ou com uma flexão de 30 graus. A espessura de corte e o incremento utilizados na realização deste TC são de 4mm.

 Realização das medições  TA – GT (TA - tuberosidade anterior da tíbia  GT - garganta da troclea )

 

  1º) Escolher duas imagens adquiridas no TC realizado anteriormente

Imagem do terço proximal da tíbia

Imagem do terço distal do fémur                                                                      

(  deve visualizar-se bem os dois condilos femorais e  definir-se bem a GT )        ( deve visualizar-se bem a TA)

 

2ª ) Somar as imagens (sobrepor as imagens)  
 
 
                   
Seleccionar a primeira imagem e salvar no LOCAL;

Seleccionar a segunda imagem e salvar no LOCAL;

 No LOCAL, seleccionar as duas imagens;

  No COMBINE IMAGES, somar as duas imagens e salvar para o LOCAL a imagem final;

    
3º) Desenhar as rectas que permitem medir TA-GT

 

-Traçar uma recta que passe tangencialmente p/ bordos posteriores dos dois condilos femorais - (1)

-Traçar uma recta perpendicular à anterior que passe pela  GT -  (2)

-Traçar uma recta perpendicular à anterior que vai unir à TA -  (3)

 

O valor obtido em (3) é a distância entre TA e GT que só é considerado como patológico se for superior a 20mm com os joelhos em extensão completa (0 graus) e inferior a 4mm ou superior a 14mm com os joelhos flectidos a 30 graus.

 

 

Comments