EFD - Social‎ > ‎

EFD-Social: Lá Vem o Brasil Descendo...

Lá Vem o Brasil Descendo a Ladeira

Pepeu Gomes / Morais Moreira

Baby do Brasil


Quem desce do morro
Não morre no asfalto
Lá vem o Brasil descendo a ladeira
Na bola, no samba, na sola, no salto
Lá vem o Brasil descendo a ladeira
Na sua escola é a passista primeira
Lá vem o Brasil descendo a ladeira
No equilíbrio da lata não é brincadeira
Lá vem o Brasil descendo a ladeira
E toda cidade que andava quieta
Naquela madruga acordou mais cedo
Arriscando um verso, gritou o poeta
Respondeu o povo num samba sem medo
Enquanto a mulata em pleno movimento
Com tanta cadência descia a ladeira
A todos mostrava naquele momento
A força que tem a mulher brasileira

Colocando conversas em dias...

Permalink Respondida por Jorge Campos sexta-feira

Caro Daniel,

Passei férias numa cidade que nem celular pegava, quando perguntei como faziam os contadores, disseram que os escritórios ficavam na cidade vizinha. Mas, celular não pegar é bobagem, porque, no aeroporto de Viracopos não funciona, ou melhor, dentro da minha casa em Indaiatuba, também, não funciona modem e nem celular da Claro, apenas da Vivo. Então, meu caro, não precisa ir aos rincões, para ter problema de mobilidade. Por isso, eu enfatizo, não fui eu quem inventei isso, quem inventou foi quem elegeu maciçamente o Lula e dona Dilma. Só para colocar os pingos nos íiis.

abraços

  • "Lula e dona Dilma" são referencias divergentes, não cabendo comparativos "baratos" e aleatórias. Foi exatamente na gestão Lula quando foram implantados principais componentes do SPED: nf-E, EFD-Icms/Ipi, EFD Contribuições, FCONT, ECD entre outros, pois existia um atributo fundamental, essencial e necessário para implantação de tais projetos: SERIEDADE.
  • Em 2013 - maiores icones do SPED divulgaram de forma ameaçadora as "novas obrigações" do Governo Federal sem que existisse qualquer publicação em Diário Oficial, gerando lucros fantásticos para estes consultores e fabriquetas de cursos, constituídos por falsos promessas de possuir informações consolidados referente e-SOCIAL - que evidentemente não existiam - pois em nenhum momento o grupo das empresas pilotos chegou produzir qualquer documento referente e-social.  

O fracasso do eSOCIAL não será atribuído de "...quem inventou foi quem elegeu maciçamente o Lula e dona Dilma", portanto será atribuído a camanda "da incompetência" da era pos-lula, que aproveitava inconsistências visíveis do projeto para próprio aproveito da situação, levando alguns milhares de reais de troco!

Leiaute 1.1 - CEF: Aprovamos o inaprovável!

A CEF - sem existência de uma ADE competente -  através do seu circular 642, publicou a minuta do leiaute através do DOU em 07/01/2014.

A publicação ocorreu na "calada da noite", quando os ministros responsáveis pela oficialização do documento se encontravam em seu recesso parlamentar enquanto a  ECF foi instituído  (antiga EFD-IRPJ) pelo Ato Declaratório Executivo Cofis nº 098/2013.

Fatos e Noticias

CNC: Impactos do eSocial no comércio podem chegar a R$ 5,15 bilhões

Na carta enviada à presidente Dilma Rousseff, Oliveira Santos informa que, durante a reunião de diretoria da entidade, os presidentes das federações de comércio de bens, serviços e turismo de todo o País identificaram diversas inadequações encontradas no complexo manual do eSocial, composto de 207 páginas. “Discussões internas da CNC apontam várias consequências danosas, em especial para as micros e pequenas empresas do comércio, muitas das quais se encontram em localidades onde a disponibilidade da internet é inexistente, e portanto, impossibilitando-as do cumprimento das novas obrigações”, afirma Oliveira Santos. “Este será o novo e sombrio horizonte no Brasil para milhões de empresas que não terão condições de adaptação às novas regras”, complemento.

Enquanto o governo federal alega não possuir verbas para o desenvolvimento de um PVA da e-social, podendo ser utilizado por todos os contribuintes abrangidos pela obrigatoriedade ainda a ser instituída por portaria conjunta, futuramente...

Assim contabilizamos que a  maior obra da Copa em Cuiabá só ficará pronta em dezembro, conforme fontes governamentais.

O governo do estado de Mato Grosso admitiu que a principal obra da Copa do Mundo em Cuiabá, a instalação do metrô de superfície Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), só será concluída em dezembro deste ano, ao menos seis meses após a última partida do torneio na capital e nove meses após o prazo original do contrato de R$ 1,477 bilhão. A informação partiu do titular da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa), Maurício Guimarães, em entrevista à TV Centro América nesta segunda-feira (6/1/2014).

MTE empreita operação de salvação "minutos antes da queda"

e-Social: governo firma acordo para acelerar cooperação técnica

O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, assinou na tarde dessa segunda-feira (06/01/2014), em Brasília, o Acordo de Cooperação Técnica de instituição do Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (e-Social).


Leiaute publicado em 27/12/2013 prova Incompetência Técnica da equipe de Daniel Belmiro (Tecnocracia do eSocial):

Considerando, que a versão 1.1 do leiaute deveria representar apenas um ajuste do documento publicado em 17/07/2013, o novo documento produziu apenas um novo efeito de "lixo eletrônico", visto que todo projeto de desenvolvimento necessariamente deverá ser revisado e ajustado - i.e. após 6 meses de engavetamento do projeto mais abrangente do SPED - conforme resumo a seguir:

Registros Retirados: 4

Registros Com Campos Alterados: 18

Registros Novos: 5

Tabelas Alteradas: 12

Tabelas Novas: 2

Mesmo assim, vários erros e inconsistências foram constatados na nova versão, impossibilitando a conclusão do projeto nestes termos, necessitando mais uma nova versão.

Assim, as alterações ora publicadas não poderão ser inseridas utilizando apenas CRTL-C e CTRL-V, exigindo um novo prazo, devido procedimento de desajuste e novas implementações a serem desenvolvidas, ainda sujeitas a uma outra atualização quando publicado o leiaute 1.2, 1.x, 2.y, 3.z, ...


Contra o Projeto do eSocial proposto pelo Governo. Assine os baixo-assinandos! Assine Já, tirando o eSocial da Berlinda do SPED!

"Não" - a indústria das multas!

"Sim" ao crescimento consciente e sustentável


Empresários alcançados pela nova obrigação, o eSOCIAL, tem o direito ser tratados com seriedade e dignidade, devendo representar o principal elencado da implantação.

Para: Sr. Secretário da Receita Federal do Brasil

A RFB representado por seu secretario Sr. Carlos Alberto Freitas Barreto, ainda por esta petição publica, ora em curso, esta convidado a tomar as providencias cabíveis necessárias, tornando claro e transparente este projeto - que hoje nada além de um projeto representa - disponibilizando elementos relevantes para sua implantação, respeitando sobretudo particularidades e condições operacionais do Brasil: leia mais

A melhor forma de o fazer é informar os seus amigos que ela existe. O poder da Internet está nas suas mãos! Todos devemos ajudar a promover o Abaixo-Assinado. Agora é a sua vez.

Permalink Respondida por Daniel Tibúrcio 

Amigos,

Eu acabei de criar minha própria petição e espero que possam assiná-la. Ela se chama: Empresas e entidades envolvidas no projeto piloto do e-Social: Refaçam o projeto do e-Social.

"Eu realmente me preocupo sobre este assunto e juntos nós podemos fazer algo a respeito disso! "

Cada pessoa que assina nos ajuda a chegarmos mais próximo do nosso objetivo de 100 assinaturas -- será que você pode nos ajudar assinando a petição?

Clique aqui para ler mais a respeito e assine:
http://www.avaaz.org/po/petition/Empresas_e_entidades_envolvidas_no...

Campanhas como esta sempre começam pequenas, mas elas crescem quando pessoas como nós se envolvem -- por favor reserve um segundo agora mesmo para nos ajudar assinando e passando esta petição adiante


Será que o Brasil de tanta grandeza mereceria o reprise da letra de  Pepeu Gomes / Morais Moreira???

Comments