NOTÍCIAS‎ > ‎

CONSEG em todos os municípios

8/08/2010 - 10:30
META CUMPRIDA
Todos os municípios de Mato Grosso já contam com Conselhos Comunitários de Segurança
 
 
LIDIANA CUIABANO
Assessoria/Sejusp-MT
 
Rondolândia, MT - Com características peculiares de um município com pouco mais de quatro mil habitantes, Rondolândia é uma cidade pacata, de um povo humilde e trabalhador. Foi nesse município, distante 1.600 quilômetros de Cuiabá, localizado na divisa entre Mato Grosso e Rondônia, que a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) concluiu, na terça-feira (17.08), a meta de implantar o Conselho Comunitário de Segurança Pública em todos os 141 municípios de Mato Grosso. 

O cumprimento do objetivo, previsto no Plano de Ações da Segurança Pública (PAS), é um marco histórico na pasta da Segurança do Estado, confirmando que o trabalho integrado entre polícia e comunidade pode e vem dando certo em Mato Grosso. "A Sejusp tem orgulho disso. É um legado muito positivo que vamos deixar à população mato-grossense. O Conseg é um elo da sociedade com a segurança pública. É um dos grandes projetos do Governo na participação democrática da comunidade na segurança. Cumprimos com nosso compromisso e vamos continuar dessa forma", disse o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Diógenes Curado Filho. 

O Conseg é uma entidade que mobiliza lideranças comunitárias na discussão de problemas locais de segurança pública, e, para o prefeito de Rondolândia, Bertilho Buss, uma nova ferramenta que será utilizada em prol de melhor qualidade de vida aos poucos mais de quatro mil habitantes do município.
"Por meio do Conseg nossa população vai poder entender um pouco mais sobre a segurança pública. Essa é uma data histórica para o município. Plantamos a semente do trabalho integrado da polícia com a comunidade que no futuro deverá render bons frutos para os moradores de Rondolândia", destacou o parlamentar. 

A instalação dos Conselhos Comunitários de Segurança em todos os municípios e distritos de Mato Grosso é a meta de número 13 do PAS, e é um dos projetos que também visa mitigar os focos e fatores de risco de violência e enfrentamento da criminalidade em Mato Grosso. 

"Hoje nossa obrigação vai muito além de prender aquele que está na prática do crime. Estamos atuando principalmente na prevenção, e uma das funções do Conseg é essa, fazer com que a comunidade se aproxime e conheça os policiais para que em comum acordo possam buscar soluções para os problemas na área da segurança pública na localidade", falou o comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel PM Osmar Lino Farias, durante a posse do Conseg de Rondolândia. 
Na última segunda-feira (16.08), Colniza e Cotriguaçu foram os outros dois municípios contemplados com a instalação do Conseg. A posse dos membros do Conselho das duas cidades mato-grossenses ocorreu na sede da Câmara Municipal de Colniza. 

O Conseg é um dos segmentos da Polícia Comunitária, filosofia esta que já é uma tendência mundial, partindo do pensamento de que a comunidade, em razão do aumento dos índices de violência no mundo, vem buscando segurança por meio de alternativas que integram ações entre polícia e sociedade.
Estratégia organizacional que proporciona uma nova parceria entre a população e a polícia, a filosofia de Polícia Comunitária baseia-se na premissa de que tanto a polícia quanto a comunidade devem trabalhar juntas para identificar e resolver os problemas relacionados à segurança pública, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida na comunidade. 

Os Consegs foram instituídos em Mato Grosso no ano de 2002, com o objetivo de aproximar a população dos órgãos de segurança pública, bem como mobilizar e envolver lideranças comunitárias na discussão de problemas locais ligados à segurança.
Os presidentes dos Consegs são cidadãos civis indicados pela comunidade. Cabe a eles, junto às autoridades policiais e as de outros órgãos públicos direta ou indiretamente ligados à segurança pública, a discussão e adoção de medidas práticas que resultem na melhoria da qualidade de vida das comunidades, especialmente aquelas que apresentem maior exposição a fatores de risco que interfiram na dignidade humana.
 
 
Outras informações na Coordenadoria de Policia Comunitária/SEJUSP ou através dos email:cpc@seguranca.mt.gov.brjonasaraujo@seguranca.mt.gov.br e pelos telefones (65) 3613 5554, 3613 5538, (65) 9987 0369 e (65) 9971 3676 e no site:www.seguranca.mt.gov.br/policiacomunitaria.
 
Comments