Nobreza da Escócia

File:Coat of Arms of the United Kingdom in Scotland (1816-1837).svg

 

 
 
Ser membro da nobreza  significa que essa pessoa está, de alguma forma, acima do estatuto habitual. Historicamente ser um 'nobre' significa que aquela pessoa é diferente, e de um estatuto social mais elevado do que o resto. Essa é a ideia 'clássica' de nobreza, apesar de ser uma ideia incompleta, como veremos mais abaixo. Contudo, o conceito moderno de 'nobreza', mesmo em países de regime monárquico, é diferente: 'nobres' e 'plebeus' têm o mesmo conjunto de direitos e deveres civis, uma novidade em relação à nobreza "clássica". Nos países monárquicos, porém, os 'nobres' ainda têm um conjunto extra de direitos e obrigações, que têm a ver com o seu estatuto estar ligeiramente mais acima do estatuto dos "plebeus". Nos países que não são monárquicos os 'nobres' têm o mesmo estatuto público que os 'plebeus" e, apenas em privado, entre os seus pares ou iguais, os 'nobres' têm um estatuto diferente.
 
Assim, nós podemos dizer, hoje, nos países que não são monárquicos, que ser um 'nobre' ou um 'plebeu' é quase como ser um moreno, um louro, um ruivo, ou uma pessoa com cabelo cor de linho: são diferentes e, contudo, simultaneamente são iguais.
 
Agora, uma noção mais completa de 'nobreza' deve incluir a 'soberania', que é como quem diz, a 'liderança'.  E isso, na Europa, mudou completamente, mesmo nos países monárquicos. Enquanto que, no passado, os 'nobres' eram governantes militares e civis, comandaram homens no campo de batalha e proferiram sentenças, supervisionaram a vida económica das suas possessões e providenciaram segurança e paz nas povoações, hoje em dia não se espera que os nobres atuais tenham tais funções por direito de nascimento. Mais, os membros dos Parlamentos, membros dos governos, etc., são, habitualmente, 'plebeus'. Se os 'nobres' querem dispor de algum deste poder para si próprios, quer seja poder militar ou civil, têm de merecê-lo, seguindo a mesma preparação dos 'plebeus', e nas mesmas instalações, lado a lado com estes últimos, sejam universidades, academias militares, etc.
 
Se nós olharmos para os países não-monárquicos, a situação é de uma maior igualdade entre 'nobres' e 'plebeus'.
 
 
File:Royal Coat of Arms of the United Kingdom-Unicorn.svg
 
 
O sistema de nobreza das Ilhas Britânicas é diferente dos sistemas continentais da Europa porque a nobreza, mesmo a hereditária, baseia-se no título e não na linhagem. Por exemplo, Peter Phillips, neto da rainha Isabel II, não tem nenhum título e, por isso, é um plebeu, apesar de a sua mãe ser princesa e a sua avó a rainha.
 
 
 
No caso da nobreza escocesa a situação é mais complicada do que no resto da Europa. A Escócia tem três tipos diferentes de 'nobreza': uma nobreza escocesa, uma nobreza nórdica, e uma nobreza carolíngea. Vamos dar uma olhadela? Vamos começar pela nobreza carolíngea:
  
 
 
 
Carlos Magno, 742-814
 
 
 
Duque
 
O título vem do francês duc, que vem por sua vez do latim dux, 'chefe', um termo usado na Roma republicana para se referirem a um comandante militar sem posto oficial (particularmente um comandante de origem germânica ou céltica) e, mais tarde, vindo a designar o comandante militar máximo de uma província.
 
Marquês
 
 
A palavra entrou na língua portuguesa a partir do Francês Antigo marchis, 'governante de uma área fronteiriça', nos finais do século XII ou nos inícios do século XIV. A palavra francesa derivou de marche, 'fronteira', esta última descendendo do Latim Médio marca, 'fronteira'. Na Idade Média as marcas foram criadas por Carlos Magno para conter vizinhos hostis ao seu império.
 
 
Visconde
 
A palavra vem do Francês Antigo visconte, que por sua vez vem do Latim Medieval vicecomitem, acusativo de vicecomes, do latim tardio vice, "delegado" + latim comes, originalmente "companheiro". A palavra Conde veio do francês comte, este último do latim comes, em acusativo comitem, significando "companheiro", e mais tarde "companheiro do imperador ou 'delegado do imperador." Mais uma vez, foi Carlos Magno quem nobilitou os seus companheiros que o ajudaram a construir o seu império.

 
Como podem ver, duques, marqueses e viscondes são títulos de proveniência estrangeira.  
 
File:Royal Coat of Arms of the United Kingdom-Unicorn.svg
 
 
Agora, vejamos a nobreza nórdica. 
 
 


Rán, a deusa do mar nórdica, segurando um barco viking
 
 
 
 
 
Earl Britânico
 
 
Este título  está presente na Escócia representada pela palavra inglesa e scots Earl.  Atualmente os earls emparceiram com os condes, e muita gente lhes chama "condes", mas eles são algo diferente e devem ser chamados pelo seu verdadeiro nome, 'Earls'. Não há forma feminina de Earl, por isso as senhoras são chamadas Condessas.
 
O título de nobreza mais antigo da Escócia e, muito provavelmente de toda a Europa, é o dos Earls of Mar.
 
A palavra vem do Norueguês Antigo Jarl, um título trazido pelos Vikings (dinamarqueses e Noruegueses, sobretudo). Os Jarls eram muito mais poderosos do que os condes, governando províncias ou territórios inteiros, como os duques da Normandia, cujo primeiro título foi o título de Jarl dos Normandos, de Rollo. No caso da Normandia, tal como noutros casos, os Jarls/Earls eram, de facto, iguais aos príncipes. 
 
A palavra escocesa para Earl é Mormaer, mas este título é de origem estrangeira, também.

Contudo, quer o sistema de nobreza carolíngio quer o nórdico amalgamaram-se com as tradições escocesas.
 
File:Royal Coat of Arms of the United Kingdom-Unicorn.svg 
 
 
 
  
Agora vejamos a nobreza escocesa, os Clãs
 
Um clã é um grupo de parentes entre os escoceses. A palavra vem das formas gaélicas clann, "progenitura", ou clanna, "crianças". De acordo com um anterior Lord Lyon, Sir Thomas Innes of Learney (1893-1971, Lord Lyon Rei d'Armas da Escócia de 1945 a 1969), um clã é uma comunidade que se distingue pela heráldica e é reconhecida pelo soberano. Learney considerava que os clãs são um "corpo nobre" porque chefe de clã é um título de honra na Escócia e o chefe ou a chefe conferem o seu estatuto nobre ao próprio clã no seu todo. As armas usadas por um chefe de clã são concedidas ou reconhecidas pelo Lord Lyon enquanto oficial da Coroa conferindo, assim, reconhecimento real a todo o clã. Os clãs com chefes reconhecidos são, por isso, considerados uma comunidade nobre ao abrigo da lei escocesa, e os seus chefes formam o Conselho Permanente de Chefes Escocesas.
 
 
File:Thomas Innes of Learney.jpg
 
Sir Thomas Innes of Learney, anterior Lord Lyon Rei d'Armas da Escócia

 
 
 
 
O Conselho em frente do
Parlamento Escocês em 2009
 
 
Um grupo sem chefe reconhecido pelo soberano, através do Lord Lyon, é chamado um clã armigerous (literalmente, "brasonado"), e não tem estatuto oficial ao abrigo da lei escocesa, mas estes clãs são unidos e representados pelo Conselho dos Clãs e Famílias Brasonados Escoceses.
 

 

 
O Pariato da Escócia (em gaélico escocês Moraireachd na h-Alba, em scots Maikage o Scotland) é a divisão do Pariato Britânico para os Pares criados no Reino da Escócia antes de 1707. Com o Ato de União desse ano, o reino da Escócia e o reino de Inglaterra foram agregados no reino da Grã-Bretanha, e um novo Pariato da Grã-Bretanha foi introduzido, pelo qual os títulos subsequentes foram concedidos.
 

Depois da União, os antigos Pares escoceses elegeram 16 Pares representantes para terem assento na Casa dos Lordes. O Ato do Pariato de 1963 permitiu que todos os Pares escoceses tivessem assento na Casa dos Lordes, um direito que foi perdido depois da publicação do Ato da Casa dos Lordes de 1999. Ao contrário da maioria dos títulos de pariato, muitos títulos escoceses podem ser transmitidos através de linhas femininas e, no caso de só haver filhas, passam para a filha mais velha em vez de ficarem suspensos. Ao contrário do Pariato inglês, o Pariato escocês pode ser herdado por uma pessoa que não tenha sido um filho legítimo, desde que os seus pais se tenham casado depois.

Os títulos do Pariato escocês são Duque, Marquês, Conde/Earl, Visconde, Lorde do Parlamento (lorde barão). Os viscondes escoceses diferem dos outros Pariatos (de Inglaterra, da Grã-Bretanha, Irlanda e do Reino Unido) por usarem de no seu título, como em Visconde de Oxfuird. Embora seja esta a forma teórica, a maioria dos viscondes ignoram o "de". O visconde Arbuthnott e, em menor grau, o visconde de Oxfuird ainda usam o de.

Os Barões escoceses vêm abaixo dos Lordes do Parlamento e, sendo nobres, não são considerados títulos do Pariato; ao contrário de outros barões na Europa, o título pode ser comprado e vendido.

 
File:Royal Coat of Arms of the United Kingdom-Unicorn.svg
 
 
 
 
O site da ElectricScotland publicou o livro The Scots Peerage (O Pariato Escocês), editado por Sir James Balfour Paul, Lord Lyon Rei d'Armas, em 1904. Neste site podem seguir um link e descarregar todo o livro. Podem encontrar a página em http://www.electricscotland.com/books/pdf/scots_peerage.htm.
 
Bletherskite, o blog da ScotClans, tem uma página interessante sobre a nobreza escocesa: http://www.bletherskite.net/2012/06/16/the-scottish-nobility/.
 
 
 
Abaixo está uma lista de todos os títulos de nobreza da Escócia, duques, marqueses, condes/earls, e viscondes. Os títulos estão dispostos pelo ano de criação, e não é feita nenhuma distinção entre as origens carolíngeas ou nórdicas.
 
Todo o conjunto de títulos de nobreza, num país monárquico, é chamado o Pariato, da palavra latina pares, "pares", significando que as pessoas assim consideradas são pares do rei que, de acordo com a tradição carolíngia, é primus inter pares, "o primeiro entre os seus pares".
 
Na lista que eu disponibilizo a designação 'Reino Unido da Inglterra e ds Escócia' é substituída pela sigla "RU', tal como, nos países anglófonos, a expressão 'United Kingdom [of England and Scotland]' é substituída pela sigla 'UK'.
 
 
 
File:Royal Coat of Arms of the United Kingdom-Unicorn.svg
 
 
 
PARIATO DA ESCÓCIA 
Duques
TítuloCriação

      

       Outros títulos

 

Duque de Rothesay1398       Desde 1603, habitualmente Príncipe de Gales enquanto herdeiro do trono de Inglaterra
       Duque da Cornualha no Pariato de Inglaterra
Duque de Hamilton1643       Duque de Brandon no Pariato da Grã-Bretanha
Duque de Buccleuch e Queensberry1663 1684       Earl de Doncaster no Pariato de Inglaterra
Duque de Lennox1675       Duque de Richmond no Pariato de Inglaterra
       Duque de Gordon no Pariato do RU
Duque de Argyll1701       Lord Sundridge e Hamilton no Pariato da Grã-Bretanha
       Duque de Argyll no Pariato do RU
Duque de Atholl1703
Duque de Montrose1707       Earl Graham no Pariato da Grã-Bretanha
Duque de Roxburghe1707       Earl Innes no Pariato do RU

 

Marqueses

TítuloCriação

                            Outros títulos

 

Marquês de Huntly1599                            Lord Meldrum no Pariato do RU
Marquês de Queensberry1682
Marquês de Tweeddale1694                            Lord Tweeddale no Pariato do RU
Marquês de Lothian1701

                            Lord Ker no Pariato do RU 

 

   

 

Earls

 

TítuloCriação        Outros títulos

Earl/Condessa de  Mar

Earl/Condessa de Sutherland

1114

 

1230

Earl de Crawford e Balcarres1398; 1651

        Lord Wigan no Pariato do RU

        Lord Balniel no Pariato do RU

Earl de Erroll1452
Earl de Rothes1457
Earl de Morton1458
Earl de Buchan1469        Lord Erskine no Pariato do RU
Earl de Eglinton1507        Earl de Winton no Pariato do RU
Earl de Cassilis1509        Marquês de Ailsa no Pariato do RU
Earl de Caithness1455
Earl de Mar e Kellie1565; 1619        Lord Erskine de Alloa Tower no Pariato do RU
Earl de Moray1562        Lord Stuart no Pariato da Grã-Bretanha
Earl de Home1605        Lord Douglas no Pariato do RU
Earl de Perth1605
Earl de Abercorn1606        Duque de Abercorn no Pariato da Irlanda
        Marquês de Abercorn no Pariato da Grã-Bretanha
Earl de Strathmore e Kinghorne1606        Earl de Strathmore e Kinghorne no Pariato do RUI
Earl de Haddington1619
Earl de Galloway1623        Lord Stewart no Pariato da Grã-Bretanha
Earl de Lauderdale1624
Earl de Lindsay1633
Earl de Loudoun1633
Earl de Kinnoull1633        Lord Hay no Pariato da Grã-Bretanha
Earl de Dumfries e Bute1633; 1703        Marquês de Bute no Pariato da Grã-Bretanha
Earl de Elgin e Kincardine1633; 1647        Lord Elgin no Pariato do RU
Earl de Southesk1633        Duque de  Fife no Pariato do RU
Earl de Wemyss e March1633; 1697        Lord Wemyss no Pariato do RU
Earl de Dalhousie1633        Lord Ramsay no Pariato do RU
Earl de Airlie1639
Earl de Leven de Melville1641; 1690
Earl de Dysart1643
Earl de Selkirk1646         Lord Selkirk de Douglas no Pariato do RU
Earl de Northesk1647
Earl de Dundee1660
Earl de Newburgh1660
Earl de Annandale e Hartfell1662
Earl de Dundonald1669
Earl de Kintore1677        Visconde Stonehaven no Pariato do RU
Earl deAberdeen1682

        Visconde Gordon no Pariato do RU

        Marquês de Aberdeen e Temair no Pariato do RU

Earl de Dunmore1686
Earl de Orkney1696
Earl de Seafield1701
Earl de Stair1703        Lord Oxenfoord no Pariato do RU
Earl de Rosebery1703        Earl de Midlothian no Pariato do RU
Earl de Glasgow1703        Lord Fairlie no Pariato do RU
Earl de Hopetoun1703

        Marquês de Linlithgow no Pariato do RU

 

 
A Right Honorable Condessa de Mar e Lady Gariocht,
Margaret Alison of Mar, 31.ª Condessa de Mar,
membro hereditário da Casa dos Lordes de Inglaterra desde
 1975, chefiando o mais antigo título de nobreza da Grã-Bretanha e, até, da Europa,
os Earls of Mar
 
 
 
 

 

Viscondes

Título

 

Criação                    Outros títulos
Visconde (de) Falkland1620
Visconde (de) Stormont1621                    Earl de Mansfield no Pariato da Grã-Bretanha
Visconde de Arbuthnott1641
Visconde de Oxfuird1651
 
 
 
 
 
 

Lordes e Damas do Parlamento

(em Inglaterra o equivalente são os Barões, que usam a mesma coroa)

 

Lorde Forbes                                              1442

Lorde Gray                                                  1445

Dama Saltoun                                            1445

Lorde Sinclair                                            1449

Lorde Borthwick                                       1452

Lorde Cathcart                                         1452                         Earl Cathcart no Pariato do RU

Lorde Lovat                                                1464                         Lorde Lovat no Pariato do RU

Lorde Sempill                                             1488

Dama Herries                                            1490

Lorde Elphinstone                                    1510                          Lorde Elphinstone no Pariato do RU

Lorde Torphichen                                     1564

Dama Kinloss                                             1602

Lorde Colville de Culross                        1604                         Visconde Colville de Culross no Pariato do RU

Lorde Balfour de Burleigh                     1607

Lorde Dingwall                                          1609                         Lord Lucas no Pariato de Inglaterra

Lorde Napier                                             1627                          Lord Ettrick no Pariato do RU

Lorde Fairfax de Cameron                    1627

Lorde Reay                                                 1628

Lorde Forrester                                        1633                          Lorde Verulam no Pariato da Grã-Bretanha
                                                                                                               Visconde Grimston no Pariato da Irlanda
                                                                                                               Earl de Verulam no Pariato do Reino Unido

Lorde Elibank                                            1643

Lorde Belhaven e Stenton                     1647

Lorde Rollo                                                 1651                           Lord Dunning no Pariato do RU

Lorde Ruthven de Freeland                   1651                           Earl de Carlisle no Pariato da Inglaterra

Lorde Nairne                                             1681                           Visconde Mersey no Pariato do RU

Lorde Polwarth                                         1690

 

File:Royal Coat of Arms of the United Kingdom-Unicorn.svg

 

 

Comments