Diac e Triac


DIAC
Diac

Um diac é um comutador de onda completa ou bidireccional que dispara nos dois sentidos e ambas as polaridades. Diac significa (diode AC switch – diodo comutador AC). O diac é usado normalmente para activar um Triac ou um Tiristor. É composto por três camadas (PNP), a sua construção assemelha-se a de um transístor bipolar, porém difere na dopagem do cristal N. O circuito equivalente de um diac é um par de díodos de quatro camadas em paralelo. O diac é colocado tipicamente em série com a porta (GATE) de um TRIAC. Os Diacs são usados frequentemente em conjunto com TRIAC porque estes dispositivos não disparam simetricamente em consequência das ligeiras diferenças entre as duas partes do dispositivo.

Funcionamento:

Para passar do estado de bloqueio para o estado de condução, é preciso ultrapassar a tensão de ruptura (VR), rompendo assim, a junção polarizada inversamente, podendo a corrente fluir em ambos sentidos. Para voltar ao estado de bloqueio, basta remover a tensão por alguns instantes. Para interromper a condução de um diac, reduz-se a corrente para um valor abaixo do valor de manutenção, especifico do componente.

Aplicação Diac

Uma das aplicações do diac são os circuitos Dimmer(regulação de intensidade luminosa Aplicação diac - regulador intensidade luminosa

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Tiristor - Triac 

Triac


TriacO TRIAC (TRIode for Alternating Current) é um componente formado por dois SCRs (Silicon Controled Rectifier)  internos ligados em paralelo, um ao contrário do outro. Tem três terminais: 
MT1 (anodo 1) 
MT2 (anodo 2) 
Gate (G)

No seu funcionamento básico, o triac ao receber uma tensão na GATE, permite condução entre o MT1 e MT2 de Corrente Alterna.


Tiristor (SCR)

Tiristor

Funciona de forma semelhante ao TRIAC mas apenas conduzindo num sentido.

Funcionamento do TRIAC

O TRIAC é utilizado para comutar(chavear) corrente alternada . O TRIAC pode ser disparado tanto por uma tensão positiva quanto negativa aplicada no eletrodo de disparo (gate). Uma vez activado, continua a conduzir até que a corrente eléctrica caia abaixo do valor de corte.

Utilização do triac

é utilizado para controlar dispositivos de corrente alterna, permitindo um controle de activação de potências elevadas a partir de correntes na ordem dos miliamperes. Substitui com grandes vantagens os relés na maior parte dos casos. O TRIAC de baixa potência é utilizado em diversas aplicações como controlo de potência para lâmpadas “dimmers”, controlo de velocidade para ventiladores, interruptor de comando de dispositivos de AC, entre outros. Quando usado com cargas indutivas, como motores eléctricos, tem de se assegurar que o TRIAC desligue correctamente no final de cada semi-ciclo de alimentação eléctrica.

Exemplos de utilização:

Controle de luminosidade para lâmpadas incandescentes

Controle iluminação triac

A comutação do triac varia a potência recebida pela lâmpada variando a sua luminosidade

Interruptor de potência com triac

Controle iluminação triac

Pode ser utilizado para ligar potências maiores em relação ao interruptor de comando, onde, neste caso, circulam apenas alguns miliampéres.

Sequenciador de luzes

sequencial utilizando triac

Neste caso o triac ao receber um sinal do transistor acende ou não acende uma lâmpada.

Controle Triac

controle triac

Um exemplo típico de controle de um triac a partir de um transistor BC548.