Bastardos inglórios

ESTRANHOS E ADMIRADOS

 
 
 Apesar de ser conhecido pelo filmes como  "Pulp Fiction" e "Kill Bill", Quentin Tarantino anda dividindo a crítica com seu novo trabalho. Debochado, desta vez ele voltou seu olhar para a Segunda Guerra Mundial e fez de Hitler, dos americanos e do próprio conflito uma sangrenta piada. Apesar de não ser um grande filme porém tem sua qualidades e aqui vamos mostrar as qualidades do que os defeitos.
 Um outro olhar para a Segunda Guerra Mundial: acontecimento mais marcante do século 20, o conflito é desdobrado no roteiro de Tarantino para mostrar que a maldade é relativa. Alemães, americanos e até judeus podem cometer atrocidades. Ninguém é herói. 
Atuações: Diane Kruger prova que melhorou bastante sua atuação desde "Tróia", de 2004, quando coincidentemente também contracenou com Brad Pitt. Em "Bastardos Inglórios" ela convence como a atriz alemã que vira agente dupla para ajudar os americanos. Já Christoph Waltz, que vive o cruel Hans Landa, mostra porque ganhou um prêmio em Cannes, este ano, pelo papel.
A mudança de tom no enredo: o começo tenso, com cenas fortes de violência como o fuzilamento de uma família inteira de judeus escondidos sob o assoalho de uma casa, vai se transformando para um desfecho rocambolesco que remete diretamente aos bangue-bangues italianos. Preste atenção na trilha sonora, ela colabora para isso.
Os diálogos de Tarantino continuam sendo um dos pontos fortes de seu trabalho. Em uma das cenas, a atriz alemã Bridget von Hammersmark (Kruger) pergunta aos americanos se eles, por acaso, sabem falar algum outro idioma além do inglês. Pura tiração de sarro.
Brad Pitt, claro: ele vive um caipirão que comanda a tropa de agentes conhecida como "The Basterds". Eles saem barbarizando com quem vem pela frente e Aldo Raine, seu personagem, costuma marcar uma suástica na testa daqueles que deixa vivo. Bronco e afeito à violência, um dos melhores momentos de Aldo é quando ele tenta falar italiano para enganar os nazistas.
Tudo isto se você ainda não querer de ver o novo trabalho, infelizmente você não pode entender de filme underground.
 
AQUI VEJA O TRAILER DO FILME DE QUENTIN TARANTINO
 

Comments