Biografia de Carmen da Silva
 

CIEP Carmen da Silva

Projetos

 

Carmen da Silva

 

“Nasci sob os melhores auspícios, filha legítima de boa família.

Como costuma acontecer nos lares onde há comida abundante e

papai médico, saí gordinha, sadia, com um par de bochechas

rosadas que exerciam absoluto fascínio sobre as ternas comadres

da vizinhança. Só me livrei dos beliscões e dos benza-a-Deus

quando aprendi a botar a língua para escandalizar e afugentar as

comadres. Acredito que essa aprendizagem espontânea e precoce

já prenunciava alguns de meus futuros desafios e rebeldias”.

 

            Carmen da Silva Nasceu em 1910 no Rio Grande do Sul, foi uma psicanalista e jornalista brasileira, uma das precursoras do feminismo no país faleceu em 1985.

História

            Carmen da Silva já foi definida como "um dos símbolos da modernização da imprensa e da sociedade brasileira contemporânea" (Fonteles, 2006). Durante 22 anos ininterruptos, entre 1963 e 1984, redigiu a coluna "A arte de ser mulher" na revista Cláudia da Editora Abril. A coluna antecipou alguns dos debates que seriam depois encampados pelo discurso feminista no Brasil: uso da pílula anticoncepcional, inserção da mulher no mercado de trabalho e divórcio, entre outros.

            Autobiografia declarada da escritora rio-grandina, publicada no ano anterior à sua morte, Histórias híbridas de uma senhora de respeito é o registro da história de uma vida marcada pela transgressão à tradição moral e social que sempre subjugou a mulher.

            Relato íntimo que ocupa 189 páginas subdivididas em 14 capítulos, narrado em primeira pessoa e enunciado pela voz de Carmen da Silva, essa obra apresenta uma cronologia regular, que inicia com a narrativa do nascimento, passando pela infância, adolescência, para chegar à maturidade da escritora. Por vezes a seqüência narrativa é interrompida por pequenas digressões, nas quais ela insere detalhes que não foram ditos anteriormente – não respeitando a linearidade dos fatos, mas o fluxo da memória. Como todo(a) escritor(a) confrontado(a) à escritura de uma vida, ela hesitará por vezes entre a norma tranqüilizadora, que remete a algo que já existia, e o desvio, que lhe permite escrever a singularidade e a originalidade de sua vida.

 

Bibliografia

  • A Arte de Ser Mulher - Um Guia Moderno Para o Seu Comportamento, 1967
  • O Homem e a Mulher no Mundo Moderno, 1969
  • Sangue sem dono, 1984
  • Histórias Híbridas de uma Senhora de Respeito (autobiografia), 1984

Sobre Carmen da Silva

  • CIVITTA, Laura (org.). O melhor de Carmen da Silva, 1994.
  • DUARTE, Ana Rita Fonteles. Carmen da Silva – o feminismo na imprensa brasileira. Universidade Federal do Ceará, 2006.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

 

 

Acontecimentos Históricos em 27 de novembro


1907 - O aviador Santos-Dumont estabelece o primeiro recorde de velocidade aérea, voando 220 metros em 21 segundos.


1907 - O major Cândido Rondon conclui a ligação telegráfica entre o Rio de Janeiro e a Amazônia, via Mato Grosso, penetrando 997 km pela selva.


1985 - O cometa Halley cruza a Terra pela segunda vez no século XX.
            Em 27 de novembro de 1985, cruzou pelo céu da Terra o cometa Halley. Ele passa em intervalos que variam entre 75 e 76 anos pela órbita terrestre. Esse espaço de tempo foi calculado pelo astrofísico Edmond Halley, que, em 1682, previu sua próxima passagem em 1758. A próxima será no ano de 2061.