Actividade recente do site

Ovulaçao

 

Na fase pré-ovulação (folicular) do ciclo menstrual, o folículo ovário passa por uma série de transformações. Depois que isso acontece, forma-se um buraco pelo qual sai o ovo. A ovulação é desencadeada pelo pico na quantidade de hormônio luteinizante e hormônio estimulador do folículo liberados pela glândula pituitária. Após a ovulação, o ovo viaja através dos tubos de falópio até o útero. Caso o ovo seja fertilizado pelo esperma, pode ser implantado no útero 6 a 12 dias depois. Caso não seja fertilizado, o ovo se degradará nos tubos de falópio dentro de 24 horas.

Os poucos dias próximos à ovulação constituem a fase fértil. O tempo médio para a ovulação é de 14 dias no ciclo menstrual médio de 28 dias. É normal que o dia da ovulação varie da média, sendo comum estar entre o décimo e décimo-nono dia do ciclo menstrual. A duração do ciclo menstrual por si só não é um indicador confiável do dia da ovulação. Ainda que em geral ovulação mais cedo resulte em ciclo menstrual menor (e vice-versa), a fase pós-ovulação do ciclo pode variar em até uma semana de mulher para mulher.

Sintomas da ovulação

O começo da ovulação pode ser detectado por vários sinais e sintomas. As mulheres perto da ovulação experimentam mudanças no cérvix, no muco produzido pelo cérvix, e na temperatura basal. Além disso, várias mulheres experimentam sintomas secundário de fertilidade como mittelschmerz (dor associada à ovulação, do alemão "dor no meio") e sensibilidade mais forte aos odores. Muitas mulheres sentem elevação no desejo sexual nos dias antes da ovulação.

Indução da ovulação

Em termos gerais, a administração de
hormônio luteinizante ou hormônio estimulador do folículo pode induzir a ovulação e permitir a concepção. A indução da ovulação é um auxílio promissor para a concepção em mulheres com síndrome do ovário policístico e oligomenorréia.

Riscos da indução da ovulação

Todo medicamento para induzir a ovulação carrega o risco de efeitos colaterais. Um estudo recente levantou a possibilidade de relação entre os agentes que induzem a ovulação e elevação do risco de câncer no ovário.

Supressão da ovulação

A maioria dos anticoncepcionais hormonais visa a supressão da fase da ovulação do ciclo menstrual. Estradiol e progesterona, tomados em variadas formas de anticoncepcionais -- como pílula anticoncepcional, adesivos e injeção -- reproduzem os níveis hormonais do ciclo menstrual para inibir a ovulação.

 
 
 
 
 

Vídeo do YouTube

Comments