CIRCUITO DA CASTANHA                       http://chavesmapas.googlepages.com/logo.jpg

Chaves Mapas beta

http://chavesmapas.googlepages.com/CIRCUITODACASTANHA.png

“O Castanheiro é a alma da nossa gente”
O Povo e a Castanha, revista da A.R.A.T.M.
A castanha desempenhou, desde os primórdios da nacionalidade portuguesa e até ao séc. XVIII, um papel fundamental na alimentação das populações, sobretudo as rurais. Na Terra Fria Transmontana, foi mesmo o suporte alimentar das populações durante os meses de Setembro a Março, na medida em que constitui um importante alimento de grande valor nutritivo, muito semelhante ao do trigo e batata.
Nos dias de hoje o desenvolvimento rural poderá passar pela revitalização das zonas de souto existentes e o seu aproveitamento económico, ecológico, turístico e paisagístico.
É nesse sentido que lhes apresentámos o presente roteiro, aliando as belas paisagens dos soutos à vida das gentes do “País da Castanha” e a alguns indicadores da sua riqueza histórica e arquitectónica.
O triângulo rodoviário composto pelas ligações entre os concelhos de Chaves, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar, cujo centro é Carrazedo de Montenegro, é uma das principais manchas das novas plantações de castanheiros em Trás-os-Montes. Esta zona é predominantemente rural e vive duma agricultura de subsistência, baseada na cultura dos cereais, da batata, da pecuária e do castanheiro.
 Desde os anos 40 tem-se verificado um decréscimo da superfície ocupada pelos castanheiros. No distrito de Vila Real, a área de soutos teve uma diminuição de aproximadamente 75%, apesar de ser uma zona com condições agronómicas favoráveis, especialmente nas terras altas dos concelhos de Chaves e Valpaços. Apesar deste declínio, a área do castanheiro em Trás-os-Montes, representa mais de 50% do total nacional.
A produção de um castanheiro adulto ronda em média 100 quilogramas, começando a produção por volta dos 10 anos de idade, atingindo o limite de produção aos 50 anos.
Prepare-se, pois, para uma viagem ao “País da Castanha”, aproveitando a gastronomia da região e usando o mapa publicado pela Região de Turismo. Boa viagem.

CIRCUITO
Vila Pouca de Aguiar situa-se num extenso vale entre as serras do Alvão e da Padrela e todo ele é uma veiga importante de pastagens, campos de legumes e de cereais.
Vila Pouca de Aguiar/Tresminas
Partindo de Vila Pouca de Aguiar, siga pela Estrada Secundária 212 em direcção a  Murça. Passe em Campo de Jales seguindo a Estrada Municipal 1172 em Cidadelha de Jales. Para ir para Alfarela de Jales, regresse à EN 212, voltando à esquerda. Aqui, vire novamente à esquerda em direcção a Reboredo de Jales. Siga pela mesma estrada até Tresminas,  a partir da qual poderá apreciar magníficos soutos de castanheiros.
Visitas paralelas:
• Campo de Jales: Monumento romano
• Cidadelha de Jales: Minas de Ouro, Castro e Castelo de Mouros ( a 1 km da aldeia)
• Reboredo de Jales: Monumentos romanos
• Tresminas: Igreja Medieval, da alta idade média (Séc. IX), anterior à fundação da nacionalidade, que é caracterizada pelas suas belas cachorradas, que decoram todo o beiral.
Tresminas/Tinhela de Baixo
À saída de Tresminas, vire à esquerda em direcção à EN206. Mais adiante, vire à direita para avistar a Ribeirinha (aldeia típica), bem como Corta de Covas e Minas Romanas de Ouro; regresse à Estrada Municipal e siga essa estrada em direcção a Tinhela de Baixo; poderá avistar mais soutos de castanheiros e uma bonita paisagem durante esse trajecto.
Tinhela de Baixo/Bornes de Aguiar
De novo na EN206, vire à direita, rumo a Carrazedo de Montenegro. Após alguns Kms, vire à esquerda no sentido da placa que indica Bornes de Aguiar.
Visitas paralelas:
Bornes de Aguiar: Igreja de S. Martinho de Bornes. Bom domínio da paisagem circundante.
Bornes de Aguiar/ Barbadães de Baixo
Dirija-se a Pedras Salgadas para uma visita às termas. Pela EN2 em direcção a Chaves e à entrada de Sabroso, vire à direita em direcção a Valoura pela EM 1149. Em Valoura poderá apreciar mais castanheiros e paisagem. Retome a estrada e regresse ao cruzamento. Aí vire à esquerda em direcção a Barbadães de Baixo.
Barbadães de Baixo/Carrazedo de Montenegro
Pela EM 547 em direcção a Bornes de Aguiar, vire à esquerda  para voltar à EN206 em direcção a Carrazedo de Montenegro. Passa-se Valugas e Lagoa e à saída de Lagoa vire em direcção ao Miradouro de Frutuoso com acesso por um caminho de terra batida. Regresse de novo à EN206. Vire à esquerda e em Padrela, vire à direita e siga até Tazém, por onde encontrará mais soutos; já em Tazém, junto à Escola Primária, vire na direcção de Valizelos, sendo esta uma zona de muitos soutos até Redondelo cujo acesso é de terra de batida. Em Redondelo, começa a estrada alcatroada, vire à esquerda pela EN206 e siga até Vargens. Sempre na EN206, vire à esquerda até Sobrado, mais adiante Rio Bom.  À direita, deixa-se a EN em direcção a Seixedo, depois vire à direita até S. João da Corveira. De lá dirija-se a Nozedo e depois a Serapicos e é já aqui que, virando à direita, se vai em direcção a Argemil e depois a Carrazedo de Montenegro, para visitar a Igreja.
Carrazedo de Montenegro/Valpaços
Volte a Argemil e vire à direita em direcção a Valpaços, aproveite para ir ao Miradouro de Argeriz e por fim dirija-se à cidade de Valpaços pela EN206. Toda esta zona desde a Padrela é preenchida de soutos e de belas paisagens.
O Património transmontano é único, sendo sem dúvida enobrecido pela presença imponente do castanheiro.
Em Valpaços, espaço de transição entre a terra fria e a terra quente, associam-se à montanha, produtos locais de grande qualidade como o azeite, o vinho e a castanha.
Os soutos de castanheiros centenários da Padrela e Carrazedo de Montenegro são agitados em Novembro e deitam ao chão “lágrimas que são ouriços”. E abrindo-as (...) deixam ver a castanha que, assada no S. Martinho, serve de lastro à prova do vinho novo.
Serra da Padrela: Para cima a estrada é sinuosa, rodeada de pinheiros de Riga e abetos. Sente-se a altitude e por vezes encontra-se a neve. Adiante abre-se o planalto, todo ele fértil de campos de centeio e soutos de castanheiros.

 http://chavesmapas.googlepages.com/CIRCUITODACASTANHAMAPA.png

 Página Inicial