Centro Paroquial‎ > ‎

A nossa historia

 
O Centro Paroquial de Bem Estar Social de Arrentela, é uma Instituição de Solidariedade Social, propriedade da Igreja Católica da Diocese de Setúbal, Paróquia de Arrentela.
 

 

O Jardim de Infância “ O Pica-Pau” foi fundado em 1975 e funcionou durante 6 anos numa habitação centenária, situada numa Quinta, pertencente ao então Vicariato Episcopal de Setúbal.

Em Setembro de 1980, o Jardim de Infância passou a funcionar nas novas instalações construídas pelos serviços Estatais, em terreno dessa mesma Quinta. Também neste ano lectivo de 1980/81, abrimos um A.T.L. na Torre da Marinha. Passámos assim, a desenvolver actividades nas valências de creche/jardim-de-infância e A.T.L.

No ano de 1985 nasce o “Parque Aberto” nas instalações do Centro Paroquial de Fernão Ferro, com actividades de apoio domiciliário a idosos e trabalho comunitário de promoção e desenvolvimento. Em 1989, o “Parque Aberto” passou a funcionar com autonomia própria.

Em 1990, alargámos a resposta de ATL, passando a funcionar um outro grupo numa sala da escola de 1ºCiclo nº2 do Seixal, durante 2 anos. Mais tarde, em 1993, conseguimos ter capacidade para construir uma sala, para este grupo de A.T.L., dentro das nossas próprias instalações. Ficámos assim, com dois grupos de A.T.L., ou seja, um na Torre da Marinha e o outro inserido nas nossas instalações. Mais tarde, durante o ano de 1991, iniciámos a resposta de Creche familiar, que hoje funciona com 13 amas e 1 educadora coordenadora deste serviço, que diariamente visita as amas promovendo também atividades pedagógicas com as crianças..

Em 1997, as nossas instalações tornavam-se insuficientes para comportar as respostas de creche e jardim-de-infância. Perante esta situação, foi necessário alugarmos uma vivenda nas Farinheiras, para podermos funcionar com a valência de creche. Em 1998, deixámos de ter este aluguer, pois conseguimos inserir nas nossas instalações da Quinta do Álamo, a construção de um novo edifício para a Creche.

Em 1996, desenvolvemos um projecto “Várias Culturas, uma Só Vida”, visando o combate à exclusão social e pobreza, com apoio do Fundo Social Europeu (sub-Programa Integrar) e Estado Português; este “projecto” surge no resultado duma parceria, que se constituiu, no âmbito do P.A.S. (Programa Arrentela Saúde e Bem Estar) e culmina ao fim de 3 anos de Projecto, na Constituição da valência de Centro Comunitário em Abril de 1999.
Em 2008, dinamizado em parceria com a Câmara Municipal do Seixal e o Instituto da Segurança Social, o Contrato Local de Desenvolvimento Social Vid@emprego foi construído com o objectivo contribuir para a inclusão socioprofissional da população específica da Quinta do Cabral e Boa-Hora, capacitando os indivíduos do ponto de vista individual e social para o pleno exercício da sua cidadania. Esta resposta tornou-se no balcão do emprego, atualmente a funcionar no Centro Comunitário de Arrentela.
Atualmente o CPBESA conta com as respostas:
Dentro do Jardim-de-infância o Pica-Pau está a creche, o pré-escolar e o CATL. Ainda pertencente a este serviço, temos as amas (creche familiar).
No Centro Comunitário de Arrentela funcionam atualmente: A Ação Social, os serviços de acompanhamento das famílias beneficiarias do Rendimento Social de Inserção, um Gabinete de Inserção Profissional, contando também com um balcão de apoio na procura de emprego. A equipa educativa deste Centro está também responsável pelo CAAF e AAAF na Escola Nun´Alvares.