Celtas/St.Patrick





 





 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                       

 

 

 

 

  


 

                          

            

 

  • CELTAS

eram um povo da família linguística indo-européia( o indo-europeu é uma ampla família linguística que engloba a maior parte das línguas européias antigas e atuais que demonstram semelhanças significativas indicando a existência de uma origem comum. Possui este nome porque abrange a região que vai desde a Europa e Irã até a India Setentrional). Os Celtas se espalharam pela maior parte da Europa a partir do II milênio A.C. desde a Península Ibérica( Portugal, Espanha, Andorra e Gibraltar) até Anatólia que corresponde hoje a porção asiática da Turquia. A maior parte das tribos célticas foi conquistada ,subjugada e integrada  pelos romanos.

Podemos listar vários grupos celtas que eram formados portribos tais como:os Bretões, os Gauleses que habitavam a Gália( território que corresponde hoje à França, Bélgica e Itália), os Batavos( povo germânico que habitava os atuais Países Baixos antes de César), os Escotos( em irlandês Scot) era o nome genérico dado pelos romanos aos gaélicos da Irlanda, os Gálatas que habitavam a província da Galácia( onde nos dias atuais é a Turquia), os Caledônios eram as tribos celtas da Escócia, os Trinovantes eram uma das tribos célticas que viveram na Grã-Bretanha pré-romana. Seu território corresponde hoje às regiões de Suffolk e Essex. Destes grupos originaram-se os nomes das províncias romanas na Europa que mais tarde tornaram-se estados-nações medievais e modernos da Europa.

 Os celtas introduziram a metalurgia do ferro ( Idade do Ferro) na Europa. A Irlanda se destaca como o país onde as tradições, língua, cultura e costumes celtas foram melhor preservados. O País de Gales, Cornualha( Reino Unido), Gália( França), norte de Portugal e Galiza( Espanha) também são regiões onde línguas, costumes e tradições celtas são encontrados até hoje.

A influência cultural celta jamais desapareceu e continua em expansão nas antigas áreas de influência.

 

 

  

 

 

 

                                                                    

                                                       

                  

  • MÚSICA CELTA

 

  

O termo música celta refere-se aos estilos populares da Irlanda, Escócia, País de Gales e Bretanha, que usavam as formas tradicionais de danças e os improvisos dos trovadores. É caracterizada pelo ritmo vigoroso das danças, a utilização de flautas e de rabecas, e o uso de línguas locais nas letras das músicas.

Os instrumentos básicos utilizados- muitos dos instrumentos aqui não são tradicionais mas por terem uma sonoridade apropriada foram incorporados na moderna música- são o violino (chamado de fiddle), flautas diversas, Thin Whistle( uma pequena flautinha de metal),Gaita-de-Fole irlandesa( conhecida como Uillean Pipe) tem um som mais agudo e "triste" do que a sua irmã escocesa, Mandolin, Bouzoukis( uma espécie de Alaúde), Concertina, Acordeão, Harpa, Violão e um instrumento de percussão chamado Bodhran.

A música na Irlanda é muito tocada nos pubs que são muito mais divertidos e alegres do que os pubs ingleses. O pub apresenta um conjunto já formado ou as pessoas vão chegando com seus instrumentos e se juntando ao resto dos músicos. Há espaços para improvisações e solos. O som é mágico com um estilo único e incomparável. Os “Pubs” são o centro da Cultura Irlandesa e da vida social e cultural na Irlanda local onde as pessoas podem filosofar sobre o significado da vida, discutir a politica global, ouvir poesia, acompanhar a batida de um instrumento de percussão, saborear uma dose de mexilhões ou simplesmente beber uma “Guiness” em frente de um fogo crepitante. 

 

    Pub irlandês

 

  

  

 

 

  

 

   





 

 

  •  ST. PATRICK

  

  

Importantes figuras históricas são freqüentemente escondidas pelos mitos e lendas atribuídos a eles durante os séculos, e São Patrício não é uma exceção. Segundo a Encyclopedia Britannica, São Patrício era o Apóstolo, Santo e Patrono da Irlanda, responsável por levar o Cristianismo para o país . Contam que usou o trevo de três folhas, hoje símbolo da Irlanda, para explicar o mistério da Santíssima Trindade A maior parte do que se sabe sobre São Patrício vem de seus dois trabalhos: o "Confessio" (site em inglês), uma autobiografia espiritual, e sua "Epístola", uma denúncia da crueldade britânica contra os cristãos irlandeses. São Patrício se descreveu como um "homem de mente humilde espalhando um contínuo canto de glória e agradecimento a seu Criador por tê-lo escolhido como instrumento por meio do qual multidões tinham adorado a Deus e coisas sujas tinham se transformado em pessoas de Deus".São Patrício é mais conhecido por tirar as cobras da Irlanda. Em muitas religiões pagãs, o símbolo da serpente era comum e normalmente cultuado. Tirar as cobras da Irlanda provavelmente seria o simbolismo para terminar com essa prática pagã. Ele converteu a Irlanda.Viajou pelo país pregando, ensinando, construindo igrejas,escolas e monastérios. Existem vários registros da morte de São Patrício. Um dos registros diz que ele morreu em Saul, Downpatrick, Irlanda, em 17 de março de 460 a.C. Outro diz que ele morreu em Glastonbury, na Inglaterra, e que foi enterrado lá.


 

 

  • ST.PATRICK´S DAY (17/03)

 

         

                                          

 Photobucket

 

  

 

O dia de São Patrício tem sido associado a tudo o que é irlandês: qualquer coisa verde e dourada, trevos e sorte. O mais importante para aqueles que celebram seu real significado é que o dia de São Patrício é um dia tradicional de renovação espiritual e de oferta de orações para missionários de todo o mundo. Os irlandeses são descendentes dos antigos celtas, mas os vikings, normandos e ingleses contribuíram para a natureza etnica desse povo. Séculos de domínio inglês eliminaram muito o uso do antigo idioma galês ou irlandês. A grande maioria dos irlandeses é formada por católicos e a minoria por  anglicanos membros da Igreja da Inglaterra.

Então, por que esse dia é comemorado em 17 de março? Uma teoria é de que esse foi o dia em que São Patrício morreu. Desde que o feriado começou na Irlanda, acredita-se que, conforme os irlandeses se espalharam pelo mundo, eles levaram consigo a história e as comemorações. O maior exemplo disso, é claro, vemos na Irlanda. Exceto bares e restaurantes, quase todo o comércio fecha no dia 17 de março. Como é um feriado religioso, muitos irlandeses vão à missa, pois 17 de março é o dia tradicional em que se reza pelos missionários no mundo todo antes da celebração começar.

Em cidades norte-americanas com grande população irlandesa, o dia de São Patrício é muito importante. Grandes e pequenas cidades o comemoram com desfiles, "desfiles verdes", músicas, comidas e bebidas irlandesas e atividades para crianças, como artes, pinturas e jogos. Algumas comunidades chegam até a tingir rios ou córregos de verde!



 

 

 

 

 

 

   Photobucket

 

 





 

 

 

  • Webdesigner: Isolda
  • Brasil - Maio 2007