Luz

Na praia a luz da lua iluminava a imensidão.

As estrelas salpicavam este céu que me partia o coração.

Saber que o dia chegará e a luz novamente brilhará, aquecendo os corações amigos daqueles que já haviam desistido.

Aquecer! Iluminar!

Na noite, no luar, no dia, ao despertar!

Façamos de nossas vidas uma escola bendita, onde o amor e a dor possam andar juntos, mas aprender é resgatar.

É o nosso maior objetivo.

Seus Amigos!

(Psicografia recebida pela médium Valéria Beira, do Centro Espírita Ismael, em 11/6/2006.)

Luz

Estejam todos na paz e na alegria de Deus!

Agradeço a oportunidade que me é dada de estar aqui com vocês e poder me manifestar. Quero lhes falar sobre A LUZ!

Deus em sua grandeza, quando nos criou, a cada um dos seres humanos colocou, no fundo de suas almas, uma pequenina luz, uma pequenina chama. E esta luz, desde o princípio, está acesa a nos iluminar. Está chama que acendeu, esta luzinha que trazemos dentro de cada um de nós, foi acesa de uma única chama principal, que é a chama da VIDA, que é a chama das nossas existências.

Esta luz não tem vida própria, ela precisa de combustível para se alimentar, para se manter acesa, e este combustível somos nós que produzimos, e o fazemos através da mistura do conhecimento e da caridade.

Quando fizermos a mistura desses dois componentes bem certinha, geram o combustível de nossa luz, aí então nos iluminamos com mais intensidade, para que possamos iluminar os nossos caminhos e os caminhos de nossos próximos.

Quando adicionamos pouco desse combustível, por não tê-lo em quantidade suficiente, não conseguimos iluminar nossos caminhos, e nossas vidas ficam escuras, e quando não temos nada dos componentes que formam este combustível usamos o combustível de quando fomos criados. DEUS, em sua bondade e amor, nos deu assim energias para impulsionar nossas vidas.

Mas o combustível reserva dado por DEUS é bem pouco, pois somos nós que temos que progredir material para nossas luzes.

Quando não fazemos uma mistura balanceada, ou seja, quando adicionamos mais sabedoria do que caridade, criamos uma claridade falsa, uma chama que não é constante, uma chama que esquenta nossos caminhos, mas não nos aquece, ela queima muito depressa e, apesar de parecer que nossos caminhos estejam muito iluminados, veremos mais à frente que esta luz era fraca demais e descontrolada para que brilhasse por toda a nossa existência.

Desejo muito que Deus ilumine a todos aqui deste trabalho e a todos desta casa.

Quero que vocês saibam que estiveram visitados por irmão de bastante luz espiritual.

Quero que vocês saibam que a felicidade de poder ter estado aqui foi muito grande.

Fiquem na paz e nas graças de nosso Deus Pai, hoje e todo o sempre.

(Psicografia recebida pelo médium Antonio, do Centro Espírita Ismael, em 20/8/2006)



Comments