Actividades‎ > ‎

Ténis de Mesa

Aos Sábados das 9:30 ás 12:00

Ás Quartas-feiras ás 19:30

Dos 8 aos 88 anos!

Aparece, Treina, Convive e Diverte-te!

Professor: Cristina Carvalho

O Ténis de Mesa é a modalidade Olímpica com o  maior número de praticantes a nível mundial.

O Ténis de Mesas é actividade que constitui um importante meio pedagógico, para o desenvolvimento dos jovens. A coordenação, a agilidade, a resistência e a velocidade, são qualidades físicas fundamentais que o Ténis de Mesa ajuda a adquirir e reforçar. Como actividade de manutenção revela-se extremamente agradável, pois é possível dosear o esforço com as capacidades individuais aliado a uma componente lúdica muito grande.


Junho de 2010

Torneio das Taipas

A participação de Casa do Povo contou com 18 atletas, muitos deles na sua estreia numa competição deste género. Três atletas atingiram os quartos de final da competição. Todos os atletas estão de Parabéns.

A Casa do Povo recebeu a Taça colectividade que nas edições anteriores foi sempre vencida pela colectividade da casa (Taipas).



Torneio Cidade de Barcelos

8 atletas participaram no V Torneio Cidade de Barcelos. Simão Rocha atingiu as meias-finais da competição, e os restantes participantes conseguiram também bons resultados. Parabéns a todos os que participaram.



6 de Dezembro de 2009

Simão Rocha sagra-se Campeão no Torneio "Cidade de Rebordosa". Parabéns Simão!

Parabéns a todos os atletas que representaram a Casa do Povo de Ribeirão neste torneio pela excelente prestação.

Atletas que participaram: Filipe Rodrigues, Carlos Magalhães, Tiago Rodrigues, Hugo Oliveira e Simão Rocha

Em breve estarão disponíveis as fotografias e as classificações do torneio.


I Torneio de Ténis de Mesa da Casa do Povo de Ribeirão

Contou com a presença de 26 Atletas, 10 Juvenis e 16 Seniores
Ver as Classificações



Vídeo da Final Seniores - Filipe x Hugo


Fotografias do Torneio e Entrega de Prémios
Fotografias gentilmente cedidas por José Teixeira



A Casa do Povo de Ribeirão, agradece à Câmara Municipal de V. N. de Famalicão na pessoa do Sr. Vereador do Desporto, Dr. Leonel Rocha, e à Cruz Vermelha Portuguesa - Núcleo de Ribeirão o apoio prestado na realização deste torneio. Muito Obrigado! Agradece também a presença do Dr. Leonel Rocha e do Sr. Adelino Oliveira, presidente da Junta de Freguesia de Ribeirão, para a entrega de prémios aos vencedores do torneio.


 
Aparece para jogar Ténis de Mesa aos Sábados ás 9:00 e ás Quartas ás 19:30
 
Dispomos de todo o material para a prática da modalidade.
 
Vem conhecer novas pessoas e fazer novos amigos a praticar uma modalidade olimpica.
 
 
 
 
 Ténis de Mesa da Casa do Povo soma títulos
http://www.ccdr.pt/content/view/525/75/




Image
Uma campeã regional, um vice-campeão regional de pares mistos e uma vice-campeã em júniores femininos. Foram estes os resultados da 3º época do Ténis de Mesa.  Uma actividade da Casa do Povo de Ribeirão que nos últimos três anos tem atraído muitos jovens para a modalidade. Se a primeira época foi sobretudo de iniciação, contacto com a modalidade e com outros clubes, conhecimento de técnicas e mesmo de algumas limitações ao nível do equipamento. Já na segunda época foi possível a criação de uma equipa sénior, com a participação em torneios fora de Ribeirão, permitindo assim mostrar a Casa do Povo e o nome de Ribeirão junto de outros clubes que praticam a modalidade.
Mas foi durante a passada época que os sucessos foram claramente evidentes, tendo uma das atletas de ténis de mesa se consagrado vice-campeã regional de júniores femininos. Paralelamente duas atletas - Sara Carvalho e Ana Rita - integraram, com sucesso, os Campeonatos Regionais Mistos.
Também no Torneio de encerramento da época, promovido pela Associação de Ténis de Mesa de Braga, um atleta ribeirense voltou uma vez mais a triunfar tendo arrecadado um esforçado terceiro lugar.
Uma época então de sucessos que a Casa do Povo quer multiplicar no futuro. Para isso contribuirão os novos projectos que ajudarão, com certeza, no melhor desenvolvimento e aperfeiçoamento da modalidade, mas também na captação de novos jovens.
É o caso da aquisição de um robot que ajudará a melhorar a técnica e o ensinamento da modalidade. Nesse sentido, a Casa do Povo já entregou o projecto na Câmara Municipal na expectativa de receber apoio para comprar o novo equipamento.
Outro projecto, em parceria com outro clube, consiste em ocupar um espaço destinado ao Ténis de Mesa, nomeadamente no novo pavilhão de Vermoim. A equipa de Ribeirão aguarda apenas ordem para praticar a modalidade naquele espaço. Um espaço com condições para ainda mais aperfeiçoar os atletas e projectá-los a nível nacional.
Projectos que a Casa do Povo gostaria de ver concretizados já na próxima época que arranca em Setembro. Nessa altura estarão abertas as inscrições para a captação de novos atletas. Uma modalidade aberta a todos que tenham mais de 6 anos de idade.


Ténis de Mesa feminino em alta


Setembro de 2007
Image
A equipa feminina ribeirense ganhou por 4-3 os dois últimos jogos

O Ténis de Mesa da Casa do Povo já trabalha e prova disso são os resultados obtidos nesta época com destaque para o sector feminino. Desde a sua inscrição na Associação de Ténis de Mesa de Braga, no passado mês de Setembro, a Casa do Povo tem vindo a disputar tanto os campeonatos individuais como os colectivos por equipas na Associação de Braga.
Ainda em Setembro, participou no Campeonato Individual em Juniores, onde o sector feminino destacou-se, tendo as três atletas de competição arrecadado o 3º, 5º e 7º lugar, respectivamente. No sector masculino, os nossos atletas ficaram entre o 10º e 16º lugar.
No final de Outubro arrancou o Campeonato Distrital de Equipas Juniores, onde competiram sete equipas ao longo de 12 jornadas, que se prolongaram até ao corrente mês. Mais uma vez o sector feminino surpreendeu, registando-se “uma evolução maior em relação aos masculinos”, sublinha o treinador Fernando Carvalho.
A equipa feminina ribeirense ganhou por 4-3 os dois últimos jogos, tendo o primeiro se realizado em casa contra a escola Benjamim Salgado de Joane, e o último contra o Bairro da Misericórdia, em Braga.
Já no sector masculino os jogos não correram tão bem, não tendo mesmo arrecadado nenhuma vitória, embora num ou outro jogo tenham perdido por uma margem mínima. No entanto, Francisco Carvalho revela que “houve uma evolução muito grande” desde a primeira jornada até ao fim.
A Casa do Povo esteve ainda no Torneio de Natal do Inatel, em Dezembro. O sector masculino ficou em 6º, 8º e 10º lugar, respectivamente. No sector feminino, foram arrecadados o 2º, 5º e 7º lugar. Nota-se que no sector feminino “temos uma equipa mais homogénea e daí tirarmos partido disso”, explica o treinador.
Os resultados menos significativos dos rapazes ao longo da época não surpreenderam o treinador explicando que se trata de uma equipa nova que está a competir pela primeira vez, “daí as dificuldades inerentes a não conseguirem obter de imediato resultados positivos (…) é natural que isto aconteça”. Uma previsão que Francisco Carvalho sempre transmitiu aos seus atletas, que “não ficaram desmotivados, antes pelo contrário”. Para o treinador o importante é que se continue a trabalhar.
Já as raparigas obtiveram melhores resultados “exactamente por terem já alguma experiência na competição e por terem se iniciado no ténis de mesa há dez anos atrás”, acrescentando, “por isso mesmo estão agora mais preparadas para a competição”.
Mas também junto do sector feminino ainda há muito a evoluir, como sublinha Francisco Carvalho, “o caminho está aberto para continuarmos (…) mas estou convencido que só na próxima época, ou daqui por dois anos, é que iremos ter um nível bom e disputarmos os primeiros lugares”.
Entretanto, a época continua até Junho. Já no mês de Março, os atletas masculinos e femininos vão disputar um torneio na Póvoa de Varzim. Em Abril, no âmbito do 70º aniversário da Casa do Povo, está previsto a realização de uma prova por convites, que poderá se intitular Taça Amizade. Entretanto, a equipa ribeirense vai continuar a competir ao nível dos torneios abertos que existe a nível confederativo até ao final do ano.

Atleta a um passo da selecção
Os atletas da Associação de Ténis de Mesa da Casa do Povo em competição, quatro rapazes e três raparigas, têm idades compreendidas entre os 15 e 17 anos.
Jovens que têm pela frente um futuro que se prevê promissor. É o caso da atleta Sara Carvalho que “apresenta já um nível razoável”, tendo arrecadado os melhores lugares nas últimas competições da Casa do Povo. Resultados que lhe valeram ser convocada pela Associação de Ténis de Mesa de Braga para um estágio que se realizou já no passado domingo, em Barcelos. Trata-se de um estágio ao nível das melhores atletas a nível nacional.
De acordo com Francisco Carvalho, a atleta deverá ainda ser integrada na selecção de Braga, que vai disputar, em 12 de Fevereiro, a Taça Fundação, em Gaia.
Para o treinador de ténis de mesa, esta convocação “é já um factor de que estamos a fazer um bom trabalho e uma forma de incentivo para os outros nossos atletas, para que também trabalhem e consigam atingir os seus objectivos. (…) Tudo o que se pode fazer, competir o mais amplo possível é o ideal. Pretende-se que eles se motivem para isso”.
A trabalhar já, para se iniciarem na competição, estão dois jovens de apenas 10 anos de idade. Francisco Carvalho revela que até já podiam ter competido, mas acredita que na próxima época “terão uma evolução muito mais significativa estando mais preparados”.
A todos os atletas, já em competição ou em preparação para competir, o treinador transmite que “não se pode pensar que se chega aos campeonatos e ganha-se logo. (…) É bastante difícil pois o nível competitivo é muito forte. Quem quiser competir a sério, tem que estar bem preparado para conseguir resultados logo no início”.
Para além dos atletas de competição, o grupo que semanalmente treina na Casa do Povo é muito maior, tendo-se registado uma significativa adesão a esta modalidade da associação.
É objectivo futuro da Associação de Ténis de Mesa trabalhar junto das camadas mais jovens, a partir dos 7 anos. Por isso quem se quiser inscrever na modalidade deverá dirigir-se à Casa do Povo às segundas e quartas-feiras (entre as 19h30 e as 21h00) e aos sábados das 14h30 às 18h30.