Fernando de Sousa Pereira

   http://www.bubok.pt/autores/usuario/21942
   http://fernandosousapereira.blogspot.com

        1 - O Enigma d' O livro do Desassossego



E se se descobrisse que um livro de Fernando Pessoa tem um enigma e que a sua descoberta pode pôr em perigo o mundo inteiro? E se todo o mundo se apercebesse que tudo depende da descoberta de uns textos que faltam nesse livro? Suspense e aventura, amor e humor, filosofia e poesia, O Enigma d’ O Livro do Desassossego é muito mais do que um conjunto de palavras que se formam de forma harmoniosa e dão lugar a um texto elaborado com uma mensagem de esperança para um mundo bem melhor.



        2 - Caminhos de Suspiro



 
Caminhos de Suspiro é mais do que um romance, é uma verdadeira enciclopédia de sentimentos pessoais. É uma aventura pelo mundo das ideias, dos comportamentos e dos factos. É a história dos pecados que as personagens conseguem cometer e da vida de Francisca que segue caminhos de suspiro.
Quatro irmãs e as suas vidas pecaminosas, um amante e uma filha adoptiva são a base da história onde se envolvem vários acontecimentos. Os homens mudam, o mundo também, as vidas também. Há lágrimas e risos a cada frase que passa. Não digam que ninguém avisou.

        3 - 7 Contos para 7 Paixões

Image
Uma paixão que se inicia tímida e se torna ardente. Outra paixão que nunca mais aquece. Mais outra que é fogo sem arder.

Paixões eternas e merecidas, paixões ao primeiro e ao último olhar, paixões de uma noite ou divididas entre dois amores.
Para sonhar e desejar, para rir e chorar, para matar algumas saudades, para respirar de alívio, para perceber que o amor é tudo.
7 Contos para 7 Paixões é um livro para viver intensamente, aprender que há paixões que devem ser vividas à flor da pele, sem receios e com exageros, com muitos prazeres pelo meio.
7 dias da semana, 7 cores do arco-íris, 7 maravilhas do mundo, 7 notas musicais, 7 pecados capitais, 7 dias para a criação do Mundo.
O número 7 é o símbolo da totalidade perfeita, do anúncio.


        4- Ficarei à tua espera

[Fernando+Sousa+Pereira_capa.jpg]
O mundo necessita urgentemente de amor como o único antídoto eficiente para conseguir vencer a ganância cada vez mais desmedida, a antipatia, a fúria e o rancor.
O amor é o amor. Mas há amor cego, que se pode tornar destrutivo, porque deixa de ser o verdadeiro amor, e há amor com sabedoria, atenção e transparência. Não se deve confundir paixão com amor, mas quando há paixão com amor, ele atinge uma extensão desmedidamente mais fértil, fiável e reveladora.
Por causa do amor, muitas vezes é preciso modificar muitas atitudes e, sobretudo, amadurecer emocionalmente e tornar-se menos egocêntrico, possessivo e egoísta. A vida sem amor perde parte do seu sentido. O amor é uma energia, uma actividade emocional muito intensa, uma parte substancial do nosso ser, é a força mais maravilhosa para aliar coração com coração e despertar o autêntico respeito. Só que o amor vai mais além de todas estas palavras.
Neste livro espero ilustrar a forma como um ser cheio de amor é capaz de fazer para que o seu amor nunca mais se acabe.


Livro Antologia Poética III


Classificado na Antologia no Prémio "Valdeck Almeida de Jesus de Poesia", Brasil, no concurso literário realizado no ano 2007, com o tema "Castelos no ar".



Clica para ver o poema de Fernando Sousa Pereira seleccionado para este livro






Sigamos o nosso sonho


Fernando de Sousa Pereira foi vencedor no IV Prémio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia, edição 2008 com o texto “Sigamos o nosso sonho”.


Clica para ver o poema de Fernando Sousa Pereira seleccionado para este livro







Contos Literários - prémio contos para viagem

Antologia da Colectânea de Contos para Viagem, no Primeiro Concurso de Contos da Editora Arte Literária no Brasil.

Com o título «Quando surgir a oportunidade», este conto fala sobre as oportunidades da vida que nem todas as pessoas conseguem usufruir e da esperança de que se deve agarrar as oportunidades assim que elas surjam.








Livro Diário do Escritor 2010


Participação no "Livro Diário do Escritor 2010" - Agenda literária, com o texto “Oportunidade” pela Litteris Editora, Brasil



Clica para ver o poema de Fernando Sousa Pereira seleccionado para este livro






Um dia de cada vez



Fernando de Sousa Pereira foi classificado no XXII Concurso Internacional Literário de Outono no BRASIL na Categoria Crónica e Poema no Livro “Um dia de cada vez”, organizado pelas Edições AG em S. Paulo, Brasil, com os textos “A confiança” e “Amor é Mar”.



Clica para ver o poema de Fernando Sousa Pereira seleccionado para este livro







DESPIR A NOSSA EXISTÊNCIA - Caminhar num mundo melhor


Para uma boa qualidade de vida, há que ter hábitos saudáveis, ter uma boa saúde física e mental, ter tempo para lazer e vários outros hábitos que façam se sentir bem, que tragam bons resultados, como usar o humor para lidar com situações de stress, definir objectivos de vida e, o principal, sentir que tem controlo sobre a própria vida.

Despir a nossa Existência é um livro onde pode aprender mais sobre si, sobre os outros, sobre a vida. Dispa a sua existência para caminhar num mundo melhor. Aprende, erre, reaprende e triunfe, evolua! Dispa-se agora, porque manhã pode ser tarde.

 

Aprenda que a vida é caminhar, mas também é mudar a rota quando for preciso, a vida é dominar a dor, transformar os sonhos, confiar no amanhã, estar presente, viver intensamente, zelar por si, escutar a alma, seguir os interesses, aspirar profundamente e sorrir sem medo!



Participação no Livro “Rituais de Vida Saudável” como Testemunha de sucesso de aderente ao Programa Rituais, Outubro 2008. 

“É desde o início da RITUAIS que tenho vindo a cumprir o meu projecto de ter uma vida saudável: mais equilibrada na alimentação, mais enriquecedora a nível de exercício físico e psíquico, e na redução de stress. Como muito mais alimentos bem nutritivos, com muitas vitaminas e ricas em anti-oxidantes; não me sobrecarrego, descanso e relaxo sempre que me é possível; rio, tento ser sempre muito positivo; mantenho-me activo com o apoio do desporto e do meu hobby, tento controlar a minha vida para a minha independência; nunca fumei; não consumo excessos de álcool, nem alimentos gordurosos; não apanho muito sol; durmo bem as 8 horas recomendadas. São estes alguns dos conselhos úteis e práticos para uma vida saudável que a RITUAIS tem feito por mim.”

Fernando de Sousa Pereira

Sou homem para tudo

 

Amor e cumplicidade

Sou homem para dar

Carinho e respeito

Sou homem também

Ou filho ou sobrinho

O que quiseres de mim

Ou marido ou companheiro

Ou amante ou patrão

Sou homem para tudo

Logo que me queiras

Ao teu lado para sempre

Prometo te proteger

Dar toda a minha atenção

E charme para te seduzir

E amar e ser feliz

Até que o mundo chegue ao fim

E a lua apague o sol

E o dia seja noite eterna

E eu não te poder ver mais

Mas poder abraçar-te e apalpar-te

E provar-te e provar que serei teu

E tu serás minha, minha mulher.

 

Pseudónimo – São Mateus


Premiado no I Concurso de Poesia Poetas em Desassossego com o tema “Caminhar no mundo” com os poemas “Suspiro” e “Naquela aldeia havia de tudo um pouco de nada

Suspiro

Neste caminho incerto
Onde não sei o destino
Nem sei se há qualquer meta
Sei que devo começar a andar
Suspiro. Suspiro porque não tenho forças
Ou penso não as ter
De mover um pé que seja e mover o outro
E seguir a viagem por este caminho
Que se alonga
Que me é longo, pesado, grande, enorme, gordo
Gordo caminho este que eu não tenho forças
Não me apetece pegar nele
Não me apetece levá-lo comigo
Suspiro! Não me apetece!
É um caminho que não me leva a qualquer lado
Não tem lados, não tem paisagem, nada
Nada, nada. Nada de nada
Nem meta tem
Suspiro e desespero.



Naquela aldeia havia de tudo um pouco de nada
Um pouco de paisagem e um pouco de rio
Um pouco de pessoas e um pouco de animais
Um pouco de casas e um pouco de sociedade.

Naquela aldeia não havia de tudo um pouco de nada
Nem um pouco de poluição, nem um pouco de desassossego
Nem um pouco de nados, nem um pouco de lazer
Nem um pouco de prédios, nem um pouco de prazer.

Mas havia naquela aldeia um pouco de tudo
E um pouco de nada que havia na aldeia
Dava para satisfazer os moradores e visitantes
Pois tudo ou nada ou um pouco de tudo ou de nada
Era o suficiente para satisfazer aquela aldeia.



Premiado no II Concurso de Poesia Poetas em Desassossego com o tema “O Desassossego da Vida com os poemas Há quem deseje uma tranquilidade suprema” e “O Meu Poema para ti”


Há quem deseje uma tranquilidade suprema

Mas nem sempre se pode evitar uma rivalidade

Há pessoas a que não conseguem evitar

Há pessoas que não glorificam pessoas de valor

Há pessoas que permanecem com perturbações mentais

Porque não eliminam o que possa provocar desejos

É como aqueles artigos de valor avultado

Que estão à mão de serem roubados, mas não são.

 

O Meu Poema para ti


O que eu quero dizer-te é


Muito mais que o amor, é

Estar perto de ti e

Unir as nossas mãos

 

Para te poder dizer a frase

O que me vai na alma

E dizer que tu és a minha

Mulher

Amada e este

 

Poema é para ti

Amor da minha vida

Rainha do meu coração

Adoro-te

 

Te adoro

Imenso.

 Fernando de Sousa Pereira


Outubro 2009 - Seleccionado no Concurso Talentos Fantásticos pela Editora Edita-Me (http://www.edita-me.pt) com a categoria conto “Na Terra Desaparecida, a categoria Poesia “Fada e com a categoria IlustraçãoA Fada. Publicado em livro “Talentos Fantásticos 2009 – Antologia










Participação na Colectânea “O amor e o erotismo na poesia - A traição de Psique” da Lugar da Palavra Editora, com os poemas “Confesso que me sacudo”, “Um no outro...” e “Beijando Ardentemente”.  

O livro foi apresentado em Sessão de Poesia do Amor e do Erotismo, integrada no projecto da Argo, IV Prémio Nacional de Arte Erótica 2009.

Comments